Nova pastoral Brassika: “No Ritmo do Céu”

no-ritmo-do-ceu
Novo disco do Sr. Padre Gouveia

O jovem sacerdote açoriano Jason Gouveia, da diocese de Angra de Heroísmo, acaba de editar um novo disco intitulado “No Ritmo do Céu”, dando forma ao seu novo conceito pastoral “Brassika”. Este trabalho discográfico será apresentado no Rio de Janeiro, no dia 4 de outubro, com Missa de Ação de Graças e Adoração.

“Trata-se de um trabalho distinto pois pretende colocar em prática um conceito novo. Brassika é a marca da evangelização. Um anúncio do Kerygma, numa alegria contagiante, para colocar o povo em movimento.

(Pe. Jason Gouveia in Agência Ecclesia)

Mas o que é afinal a Brassika?

BRASSIKA é um projeto fitness desenvolvido pelo Pe. Jason Gouveia. Que pretende abranger TODOS os aspetos do ser humano (corpo, mente e espírito). Num simples treino,você é envolvido num ambiente de muita animação, em que é convidado a sair deste mundo e experimentar o amor de Deus. Faz repousar a mente dos problemas do seu dia-a-dia e é convidado a olhar para a sua vida com otimismo. As músicas com ritmo acelerado lhe faz treinar para o Céu. Pois já dizia St. Agostinho e também o Pe. Leo que: “Quem não sabe dançar não vai pro Céu.”

Por meio da dança, não irá notar a sua atividade física. Por meio da alegria começará a curar o seu psicológico e ter uma outra atitude perante a vida. E por meio das músicas será evangelizado e evangelizador porque também irá modificar os seus espaços e ambientes onde realiza o seu exercício.

(padrejason.com)

A nova abordagem pastoral “Brassika” propõe muitos benefícios corporais e espirituais aos fiéis católicos.

Benefícios da Brassika:

(padrejason.com)

O álbum “No Ritmo do Céu” é bastante diferente do anterior, “Cristo Reina”. O estilo mais conservador dos ritmos slow rock e música ligeira dão agora lugar a uma espécie de “zumba cristão” ou “zumba católico”. É também interessante ver como se ultrapassou também, e de forma engenhosa, a questão das diferenças de sotaque entre o Português Europeu e o Sul-americano, num projeto pastoral verdadeiramente de ambições internacionais…

Letra e excerto musical do primeiro tema do álbum:

“Solta o teu Corpo”

(de Paulinho Sá)

Solta o teu corpo, ergue os teus braços,
gira para um lado, gira para o outro.

Com todo meu corpo, eu vou louvar-Te, vou louvar-Te, vou louvar-Te.
Com toda a minha vida, eu vou louvar-Te, vou louvar-Te, vou louvar-Te.

Quando começo a dançar sinto vontade de Te amar mais Deus, muito mais Deus.
Ouço Tua voz solta pelo ar, vem o desejo de ser mais Teu, muito mais Teu.

O Santo Espirito, Ele se move em mim, mais alegria, amor de verdade, mais movimento, mais liberdade.

(padrejason.com)

O próprio Papa Francisco já recebeu um exemplar deste novo trabalho do sr. Pe. Gouveia, portanto não se admirem se ouvirem os novos ritmos da ‘música sacra’ em português na Casa de Santa Marta.

Sr. Pe. Gouveia em Rabo de Peixe (Ilha de São Miguel):

 

Basto 9/2016

Regresso rápido da Rússia ao passado soviético

Datas-chave sob Vladimir Putin

Военный парад на Красной площади 7 ноября 1990 года
Parada militar na Praça Vermelha, em Moscovo, na celebração do aniversário da Revolução Comunista de Outubro, 07/11/1990 (Imagem: TASS)

A recuperação de muitos aspetos da vida soviética levada a cabo por Vladimir Putin não é apenas óbvia mas cada vez mais rápida, como é claramente demonstrado no jornal “Perfil”, quando publicou uma tabela cronológica com algumas, mas longe de serem todas, das suas mais importantes decisões que restauraram símbolos soviéticos.

  • 25 de julho de 2000 – Restauração do hino soviético como hino nacional.
  • 4 de julho de 2003 – As estrelas vermelhas regressam aos estandartes das Forças Armadas Russas.
  • 19 de junho de 2007 – As bandeiras vermelhas de com a foice e o martelo são restabelecidas para presenças nas paradas históricas.
  • 9 de maio de 2008 – Paradas militares com tanques e artilharia pesada regressam à Praça Vermelha.
  • 25 de janeiro de 2012 – As estrelas vermelhas são novamente colocadas nos aviões militares.
  • 31 de janeiro de 2013 – A cidade de Volgogrado passa a chamar-se novamente “Stalinegrado” durante os feriados.
  • 29 de janeiro de 2013 – A condecoração “Herói do Trabalho” é restabelecida.
  • 24 de março de 2014 – A Organização Pronto para o Trabalho e para a Defesa (“GTO”) é restaurada.
  • 14 de maio de 2014 – O Centro Panrusso de Exposições recupera o seu antigo nome da era soviética (VDNKh)
  • 4 de junho de 2014 – São reintroduzidos os uniformes escolares.
  • 29 de outubro de 2015 – É criado o Movimento de Estudantes Russos como uma versão atualizada do Movimento dos Pioneiros de Vladimir Lenin.

 

19 мая - День пионерии, 1981 год
Marcha de um ramo local do Movimento dos Pioneiros de Vladimir Lenin numa das escolas de Moscovo (Imagem: TASS)

 

A edição original deste texto foi publicada pela Euromaiden Press no dia 14 de novembro de 2015.
Tradução: odogmadafe.wordpress.com

Nota da edição: o conteúdo do artigo acima é da inteira responsabilidade do seu autor, salvo algum eventual erro de tradução. Sempre que possível, deve ser lido na sua edição original.

 

 

Basto 9/2016

O erro de Lejárraga

O transsexual espanhol Diego Neria Lejárraga, autor do livro “O Erro de Deus”, deu recentemente uma reveladora entrevista ao jornal Periodista Digital.

Lejárraga, que se submeteu a um conjunto de tratamentos com a intenção de se livrar da sua condição feminina, tornou-se mundialmente famoso por ter sido recebido em Roma, juntamente com a sua companheira, pelo Santo Padre.

casal-lesbico
Santo Padre acompanhado pelo casal lésbico em Roma in Religión Digital

O encontro entre os três foi privado, no entanto, não deixou de constituir uma forte mensagem pública para o mundo que ainda hoje não cessou de ecoar, antes pelo contrário!

Agora que já se fala abertamente da distribuição da Sagrada Comunhão a pessoas cuja condição, até há pouco mais de três anos e durante cerca de 2000, não o permitia, também Lejárraga decidiu partilhar publicamente a sua própria experiência de “discernimento” através nesta entrevista ao jornal digital espanhol.

diego3
Periodista Digital em 26/09/2016

Diego Neria: “Depois de ver o Papa, saí de cabeça bem erguida. Ouço missa e comungo. Leiam nas entrelinhas…”

(Título da entrevista publicada no separador Religión Digital a 26/09/2016)

Como as conversas privadas são de natureza privada, não devemos perguntar pormenores, mas antes “ler nas entrelinhas”:

(a partir do minuto 3′:10”)

Se alguém errou nesta história toda, Deus não foi, com certeza.

 

Basto 9/2016

Declaração de acusação a Francisco

Uma declaração conjunta de acusação à orientação do pontificado do Papa Francisco foi publicada simultaneamente em dois reconhecidos jornais católicos tradicionalistas norte-americanos, nomeadamente o Catholic Family News e o The Remnant. O documento é assinado pelos respetivos editores John Vennari e Michael Matt, e pelo colunista Christopher Ferrara. Três nomes que nos habituámos a ver, ao longo de tantos anos, associados ao Fatima Center (Apostolado de Fátima fundado pelo Pe. Nicholas Gruner) na defesa da Fé Católica e da integral mensagem de Fátima.

Com fervorosa preocupação: nós acusamos o Papa Francisco

Escrito pelo The Remnant e pelo Catholic Family News

(título do documento)

accusation

O documento foi publicado sucessivamente em três partes, sob a forma de carta aberta dirigida ao Santo Padre, focando vários dos principais escândalos do pontificado do Papa Francisco que se repercutiram através da comunicação social. É um documento relativamente longo e pormenorizado, com referências a factos e ligações aos sítios onde estão documentados.

Parte 1

19 de setembro de 2016

Festa de São Januário, no mês de Nossa Senhora das Dores

Sua Santidade:

A seguinte narrativa, escrita em nosso desespero como membros leigos inferiores, é o que devemos chamar uma acusação a respeito de seu pontificado, o qual tem sido uma calamidade para a Igreja de tal proporção que encanta os poderes deste mundo. O evento culminante que nos impeliu a dar este passo foi a revelação da sua carta “confidencial” aos bispos de Buenos Aires autorizando-os, com base exclusivamente nos seus próprios pontos de vista expressos na Amoris Laetitia, a admitir determinados adúlteros públicos em “segundos casamentos” aos sacramentos da Confissão e da Sagrada Comunhão sem qualquer firme propósito de alterar suas vidas abandono as suas relações sexuais adúlteras.

[…]

Parte 2

[…]

Parte 3

[…]

Mas se  não desistir de seguir essa sua vangloriosa “visão” de uma Igreja mais “misericordiosa” e evangélica do que aquela fundada por Cristo, cuja doutrina e disciplina  Sua Santidade procura dobrar à sua própria vontade, permita aos cardeais que lamentam o erro de o terem eleito honrar os seus juramentos de sangue e, pelo menos, reclamem publicamente que  mude de rumo ou renuncie ao cargo que eles tão imprudentemente lhe confiaram.

Entretanto, temos o dever de nos opormos aos seus erros, de acordo com nossa própria posição na Igreja, e de exortar os outros católicos a participar nessa oposição usando todos os meios legítimos à nossa disposição para mitigar os danos que Sua Santidade parece determinado a infligir no Corpo Místico de Cristo. Tendo falhado todos os outros recursos interpostos, não temos outro caminho.

Deus tenha misericórdia de nós, a Sua Igreja, e de si, a sua cabeça na Terra.

Maria, Auxílio dos Cristãos, rogai por nós.

A carta de acusação faz referência a São Roberto Belarmino para justificar o sentido de obrigação que impeliu os seus autores a tomar esta atitude.

 “Assim como é lícito resistir ao Pontífice que agride o corpo, também é lícito resistir àquele que agride as almas ou destrói a ordem civil ou, acima de tudo, tenta destruir a Igreja. Eu digo que é lícito resistir-lhe não cumprindo as suas ordens e impedir a execução de sua vontade. Não é lícito, porém, julgá-lo, puni-lo, ou depô-lo.” (São Roberto Belarmino, De Controversiis sobre o Pontífice Romano, Livro II, Cap. 29)

(Reportagem da Gloria TV News, com tradução em espanhol na descrição abaixo do vídeo no Youtube)

 

Basto 9/2016