Frases que nos fazem pensar: Sharon Stone

“Que a Igreja ouça o Papa a respeito dos casamentos e adoções homossexuais: abra as portas aos católicos da comunidade LBGTQ.”


Sharon Stone, atriz americana, notabilizada pelo seu protagonismo no thriller erótico “Basic Instinct” (em Portugal, “Instinto Fatal”; no Brasil, “Instinto Selvagem”), de 1992.

Contexto da frase:

Entrevista cedida ao diário italiano La Stampa, em Cannes, por ocasião da realização do festival cinematográfico da cidade francesa, e publicada a 20 de julho de 2021.

Basto 08/2021

Santo Padre volta a negar a multiplicação dos pães e dos peixes

Isto não é uma notícia nova. Francisco, desde o início do seu pontificado, negou várias vezes o milagre da multiplicação dos pães e dos peixes realizado por Jesus Cristo, o qual entende como uma mera parábola sobre a repartição de bens, ou seja, uma narração alegórica.

De acordo com esta teoria, estaríamos a falar, não do milagre, mas do episódio da repartição das migalhas…

Basto 07/2021

Francisco elogia o ativismo LGBT de James Martin SJ

Numa ação aparentemente concertada, durante o chamado mês do Orgulho Gay, o Papa Francisco enviou uma carta ao ativista LGBT Pe. James Martin SJ, o grande promotor da nova corrente de homossexualismo católico, para elogiar a santidade do seu trabalho homopastoral. Bergoglio não poupou elogios ao apóstata James Martin, chegando mesmo a comparar as suas conhecidas ações de propaganda gay e confirmação de irmãos no pecado homossexual com o estilo de Nosso Senhor Jesus Cristo. Deus tenha misericórdia do Papa Francisco por tamanha blasfémia.

A absurda carta do Papa foi publicada pelo próprio James Martin SJ, na sua conta de Twitter, no passado dia 27 de junho, e confirmada, no mesmo dia, pelos meios de comunicação social do Vaticano.

James Martin é atualmente o jesuíta mais famoso do mundo, depois do Santo Padre, pertencendo ambos à mesma ordem religiosa. A sua fama resulta essencialmente de um enorme empenho na promoção da ideologia LGBTQetc na sociedade e de um esforço incansável para tentar impor aceitação das práticas homossexuais na Igreja Católica como se estas fossem virtudes morais. James Martin tem uma relação privilegiada com o Santo Padre, que o nomeou como assessor da Santa Sé no Dicastério para a Comunicação. É impossível que Francisco não conheça as suas ações e intenções, expressas em livros, artigos, palestras e pseudohomilias.

Perante mais este caso do sinistro pontificado de Francisco, um ser humano normal pode pensar exatamente o quê?

  • O Santo Padre é tão ingénuo que, apesar de todas as evidências, não consegue ver o que este estafermo anda a fazer às almas dos pobres atormentados pelos demónios da imoralidade?
  • O Santo Padre perdeu completamente o juízo e já não sabe o que diz ou que faz?
  • O Santo Padre aprova a nova pastoral de incitação às práticas homossexuais entre os fiéis católicos e recorre a esta forma subtil para manifestar a sua aprovação?

Que cada um pense o que quiser e Deus nos perdoe se pensarmos mal.

Papa Francisco: guardar a Verdade não significa tornar-se guardiões de um sistema de doutrinas e dogmas

Na pregação da Santa Missa para os fiéis de Mianmar, celebrada na Basílica de São Pedro, a 16 de maio de 2021, na Solenidade da Ascensão do Senhor, o Santo Padre ensina-nos que não precisamos de guardar a Verdade Cristã, expressa na doutrina e nos dogmas católicos, para permanecermos ligados a Cristo e ao seu Evangelho… Francisco só não explica que [anti]cristo e [anti]evangelho são esses que poderão existir para além da Verdade Cristã guardada no referido “sistema de doutrinas e dogmas” católicos.

Mais à frente, de um modo ainda mais paradoxal, o mesmo Santo Padre adverte-nos para não dobrarmos o Evangelho às lógicas humanas e mundanas…

Por fim, terceira coisa, guardar a verdade. Jesus pede ao Pai para consagrar na verdade os seus discípulos, que são enviados por todo o mundo a fim de continuar a sua missão. Guardar a verdade não significa defender ideias, tornar-se guardiões dum sistema de doutrinas e dogmas, mas permanecer ligados a Cristo e consagrados ao seu Evangelho. A verdade – no dizer do apóstolo João – é o próprio Cristo, revelação do amor do Pai. Jesus reza para que os discípulos, vivendo no mundo, não sigam os critérios deste mundo. Que não se deixem fascinar pelos ídolos, mas guardem a amizade com Ele; que não dobrem o Evangelho às lógicas humanas e mundanas, mas guardem íntegra a sua mensagem. Guardar a verdade significa ser profeta em todas as situações da vida, isto é, consagrar-se ao Evangelho e tornar-se sua testemunha mesmo quando o preço a pagar seja o de ir contra corrente. Às vezes nós, cristãos, procuramos transigir, mas o Evangelho pede-nos que estejamos na verdade e sejamos pela verdade, dando a vida pelos outros. 

In www.vatican.va

Mas não é precisamente essa ideologia da fraternidade universal vazia de verdade cristã, pregada pelo Santo Padre na mesma homilia, o tal dobrar do Evangelho a lógicas humanas e mundanas?

Basto 05/2021

Primeiro-ministro de Portugal hasteia bandeira LGBT no Palacete de São Bento

Imagem

No dia 17 de maio, considerado o Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia, o Primeiro-ministro socialista, António Costa, associa-se oficialmente à luta do movimento LGBT, publicando uma mensagem e fotos de apoio na sua conta Twitter institucional.

Certamente, seria um enorme escândalo hastear uma bandeira com a Cruz de São Bento, o patrono da casa.

Basto 05/2021

Sacrilégio homossexual nas igrejas alemãs

Numa atitude de desafio perante o Responsum da Congregação para a Doutrina da Fé, que, naturalmente, negou a sugestão absurda de se poder administrar a bênção aos relacionamentos homossexuais, desejada por uma grande parte do clero alemão, dezenas de igrejas católicas alemãs celebraram, esta semana, pseudomatrimónios homossexuais, justificando-se na deriva herética e cismática do chamado Caminho Sinodal.