Regresso do KGB?

O jornal russo Kommersant prevê a ressurreição do KGB antes da eleição presidencial de 2018. As reformas previstas na área da segurança e inteligência da Federação Russa levarão, a curto prazo, à criação de um novo “Ministério da Segurança do Estado” a partir das bases do atual FSB (Serviço Federal de Segurança) que acumulará novas e importantes funções.

A criação do novo superministério atribuirá à agência de segurança uma posição de poder equivalente à que possuía durante a União Soviética, quando era conhecida como KGB.

kgb

O que era o KGB e porque era tão temido?

Uma recente investigação britânica à morte suspeita do ex-agente do KGB, Alexander Litvinenko, concluiu que o presidente russo Vladimir Putin parece ter autorizado o seu assassinato. Estas acusações podem não ser muito claras, mas o silenciamento da oposição não era rejeitado pela ex-agência de segurança soviética.

Então, o que era exatamente o KGB e porque era tão temido no seu tempo? Bem, o KGB ou o Komitet Gosudarstvennoy Bezopasnosti era a agência de segurança e inteligência estrangeira da União Soviética. Operou entre 1954 e 1991. Quando a União Soviética colapsou, foi substituída pelo FSK e depois pelo FSB, na nova Federação Russa; ambas desempenharam funções de segurança similares às do KGB.

Durante a sua existência, ao contrário das agências de segurança de outros países, o KGB era efetivamente uma estrutura de governação independente, com pouca fiscalização dos líderes russos. A organização desempenhou uma combinação de funções, incluindo recolha de informações, segurança fronteiriça e ações de propaganda. Contudo, a mais controversa, foi ter funcionado como polícia secreta russa e unidade de vigilância doméstica.

Mais de meio milhão de pessoas trabalhavam para o KGB, com milhares de espiões internacionais. Era, nessa altura, a maior instituição dessa natureza. Por todo o mundo, o KGB recolhia informações recorrendo a “espiões residentes legais espiões” que eram cidadãos soviéticos com permanência autorizada noutros países porque trabalhavam em embaixadas ou noutros espaços internacionais. Podiam alegar imunidade diplomática quando eram apanhados. A Rússia dispunha também de espiões ilegais sem imunidade, e embora isso fosse mais arriscado, eles podiam integrar-se mais facilmente e sem suspeição imediata.

Domesticamente, o KGB era temido como a polícia secreta do país. Procuravam aqueles que eram suspeitos de ser anti-comunistas ou anti-governo, vasculhando frequentemente as suas casas  e prendendo os dissidentes.

Estabeleceu departamentos individuais para controlar a atividade religiosa, nacionalismo subversivo, influência estrangeira, média não autorizada, e especificamente os judeus. O KGB atuou mesmo contra os próprios chefes de estado que ameaçaram a estabilidade da ideologia soviética. Em 1964, agentes e ex-agentes do KGB organizaram aquilo que foi considerado um pacífico golpe de estado que substituiu Nikita Krushchev por Leonid Brezhnev. No entanto, a tentativa posterior de golpe do KGB não foi bem sucedida. Em 1991, quando o presidente russo Mikhail Gorbachev começou a implementar reformas, foi preso pelo KGB, que temia a perda de poder. Apesar de o golpe ter falhado ao fim de dois dias, foi apontado como um grande contributo para a rápida desestabilização da União Soviética e o seu colapso no mesmo ano.

O KGB foi durante muito tempo uma organização temida e grande fonte de tensão para os Estado Unidos durante a Guerra Fria. Apesar de ter sido dissolvida juntamente com a União Soviética, o atual presidente Vladimir Putin foi, ele próprio, um agente do KGB entre 1975 e 1991. Talvez por isso, muitos questionam se a influência e os métodos do KGB desapareceram mesmo do governo russo, sendo esta uma questão controversa na esfera política.

A morte de  Alexander Litvinenko foi certamente suspeita.

Para ver o cronograma do seu alegado envenenamento, visualize o nosso vídeo de cima. Para uma leitura mais aprofundada dos problemas da Rússia com a corrupção, veja o vídeo de baixo. Obrigado por verem Test Tube News, não se esqueçam de pressionar “like” e subscrever para novos vídeos todos os dias.

(Jules Suzdaltsev in Test Tube News)

Tradução: odogmadafe.wordpress.com

Nota da edição: o conteúdo do texto acima transcrito é da inteira responsabilidade do seu autor ou locutor, salvo algum eventual erro de tradução.

Esta notícia surge mesmo no centenário da Revolução Russa, ou no centenário das aparições de Fátima, depende da perspetiva…

Basto 9/2016

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s