Mais ataques à santidade do matrimónio e da família cristã

the-flight-into-egypt-vittore-carpaccio
Fuga da Sagrada Família para o Egito (Vittore Carpaccio, cerca de 1500)

Mais de uma centena e meia de teólogos e académicos subscreveram um documento elaborado pelo Wijngaards Institute for Catholic Research pedindo a revogação da Encíclica Papal Humanae Vitae, de Paulo VI, no que concerne à proibição docionaiss métodos anticonce  artificiais.

Declaração de  Académicos Católicos sobre a Ética do Uso de Contraceptivos:

Introdução

[…]

O nosso objetivo é incentivar a hierarquia católica a modificar a sua posição contra os chamados contracetivos “artificiais”. Para este fim, daremos conhecimento das conclusões da Declaração aos agentes da Igreja Católica e aos líderes de opinião (por exemplo, bispos, sacerdotes, religiosas, equipas médicas e gestores de instalações de cuidados de saúde católicas, assistentes sociais católicos, jornalistas, etc.), bem como aos católicos comuns.

A nossas descobertas e material teológico será também disponibilizado a todos os departamentos da ONU e agências de desenvolvimento que tentam navegar na relação entre a crença religiosa e a saúde das mulheres, uma vez que trabalham para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

(wijngaardsinstitute.com)

O povo católico acredita agora que é possível modificar a sua religião em quase todos os domínios, basta haver vontade popular… Adaptar a religião a todos os nossos desejos e fraquezas humanas está na ordem do dia, o espírito da revolução chegou a todos os setores do catolicismo. Tudo passou a ser bom e aceitável, desde que separemos o lixo para reciclar e não prejudiquemos o vizinho do lado.

Depois de meio século de catolicismo “não praticante” mais ou menos assumido, ou talvez antes de ateísmo praticante, e de contínuas auto-indulgências em matéria de moral sexual, entramos agora numa fase em que até ousamos reclamar a revogação da doutrina da Igreja. Coragem não nos falta, mas talvez nos falte a sensatez, infelizmente!

Mas atenção! Isto não se trata de um mero auto de reconhecimento sincero e humilde das nossas fraquezas humanas para justificar a procura de maior auxílio espiritual, mas antes um pedido formal e arrogante de revogação da doutrina cristã, acompanhado de uma feroz ação de propaganda de larga escala. Se isto não nos fizer acordar da viciosa sonolência mundana em que caiu a nossa geração e refletir em quem realmente somos e o que andamos aqui fazer, então o nosso problema é mesmo muito grande.

O documento referido em epígrafe foi tornado público na Organização da Nações Unidas, no passado dia 20 de setembro. No mesmo dia, um outro grupo de académicos, neste caso apenas 20, subscreveu um documento de apoio à tradicional doutrina católica em matéria de moral sexual e reprodutiva definida na Humanae Vitae.

Nós, os académicos abaixo-assinados, afirmamos que os ensinamentos da Igreja Católica sobre o dom da sexualidade, sobre o casamento e sobre contraceção são verdadeiros e defensáveis por muitos razões, entre elas as verdades da razão e da revelação a respeito da dignidade da pessoa humana.

(in Catholic News Service)

Em que ficamos?

Como em tantos outros aspetos do catolicismo contemporâneo, estamos perante duas Igrejas com nomes iguais e crenças distintas. Onde poderão as famílias cristãs encontrar segurança? Se o caminho certo for em direção ao deserto, então que Deus, por intercessão de Nossa Senhora, nos dê a graça e a força necessária para caminhar.

29Eis o que vos digo, irmãos: o tempo é breve. De agora em diante, os que têm mulher, vivam como se não a tivessem; 30e os que choram, como se não chorassem; os que se alegram, como se não se alegrassem; os que compram, como se não possuíssem; 31os que usam deste mundo, como se não o usufruíssem plenamente. Porque este mundo de aparências está a terminar.

32Eu quisera que estivésseis livres de preocupações. Quem não tem esposa, cuida das coisas do Senhor, como há-de agradar ao Senhor.

(1 Cor 7)

 

Basto 10/2016

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s