Perfil do novo cardeal D. Blase Cupich

Blase Cupich, Arcebispo de Chicago (EUA)

Sobre a necessidade de integração dos “marginalizados” pela Igreja:

“Em Chicago, visito regularmente pessoas que se sentem marginalizados: sejam elas os idosos, os divorciados recasados, os gays e lésbicas individualmente e também casais. Eu acho que precisamos realmente de conhecer como é a sua vida se vamos acompanhá-los “.

 

Sobre a possibilidade de os divorciados “recasados” receberem os sacramentos:

“Se as pessoas [divorciadas ‘recasadas’] chegarem a uma decisão em boa consciência, depois, o nosso trabalho é ajudá-los a avançar e que respeitar isso. A consciência é inviolável e temos de respeitar isso quando elas tomam decisões, e eu sempre fiz isso.”

 

Sobre a possibilidade de os gays receberem os sacramentos:

“Eu acho que os gays também são seres humanos e têm uma consciência. E o meu papel como pastor é ajudá-los a discernir qual é a vontade de Deus olhando para o ensino moral objetivo da Igreja e ainda, ao mesmo tempo, ajudá-los através de um período de discernimento para entenderem a que é que Deus os chama nesse ponto.”

“É para todos. Eu acho que nós temos de ter certeza de que não classificamos um grupo como se eles não fizessem parte da família humana, como se houvesse um conjunto diferente de regras para eles. Isso seria um grande erro.”

(Arcebispo D. Blase Cupich aos jornalistas, no sala de imprensa do Vaticano a 16 de outubro de 2015, durante o Sínodo da Família onde participou a convite pessoal do Papa Francisco, in Life Site News)

Especificamente sobre a proposta herética do Cardeal Kasper:

“Eu realmente vejo o seu entendimento daquilo que ele chama o Evangelho da família – foi publicado num livro, que aliás eu ofereci a todos os meus sacerdotes. Eu queria que eles lessem isso porque entendi que era teologicamente muito rico.”

“Penso que ele fundamentou bem esta proposta…”

(Arcebispo D. Blase Cupich aos jornalistas, no sala de imprensa do Vaticano a 16 de outubro de 2015, durante o Sínodo da Família onde participou a convite pessoal do Papa Francisco, in Life Site News)

A 9 de outubro de 2016, o Papa Francisco anunciou que D. Blase Cupich será ordenado Cardeal no próximo consistório de 19 de novembro de 2016.

Basto 10/2016

3 thoughts on “Perfil do novo cardeal D. Blase Cupich

  1. Eu estava vendo um artigo sobre o perfil dos novos cardeais nomeado pelo Papa Francisco e achei que o artigo acertou em delinear o perfil desses novos cardeais. Veja!

    https://br.noticias.yahoo.com/papa-muda-forma%C3%A7%C3%A3o-conclave-ir%C3%A1-eleger-sucessor-165242596.html

    Ou seja, são bispos engajados nas causas sociais, ou, se formos usar outras palavras, podemos dizer que são engajados na misericórdia bergogliana.

    Ao que parece o Papa está preparando um sucessor que dê continuidade a sua Igreja inclusiva, usando o jargão de esquerda.

    • Apesar de grande parte desses nomes serem pouco conhecidos, as referências que encontramos nas notícias deixam mesmo muito a desejar… E o pior é que isso já nem sequer surpreende, ao fim de três anos e tal de pontificado já vamos percebendo do que a casa gasta.

      As notícias da Igreja Católica são escaldantes e saem a um ritmo frenético todos os dias, contudo vejo pouca gente preocupada com os acontecimentos. Posso estar enganado, e oxalá que esteja, mas desconfio que a humanidade talvez tenha pela frente um problema muito grande, talvez o maior de toda a era cristã.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s