D. Sviatoslav Shevchuk, em Fátima, consagra a Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria

Durante a Eucaristia a que presidiu na Basílica da Santíssima Trindade, no Santuário de Fátima, no passado dia 23 de outubro, o líder dos católicos ucranianos consagrou a sua nação e o mundo ao Imaculado Coração de Maria.

sviatoslav-fatima
D. Sviatoslav Shevchuk no Santuário de Fátima no dia 23 de outubro de 2016 – news.ugcc.ua, 24/10/2016

 

Hoje sinto o dever de responder ao vosso apelo: consagrar a Ucrânia, o nosso povo e outras nações do mundo ao Imaculado Coração de Maria e oferecermo-nos todos sob o seu manto. Porque sabemos que somente através da mortificação pessoal e da luta contra o pecado podemos vencer esta guerra, na qual estamos agora envolvidos.

Quereis, através da vossa mortificação pessoal e penitência, participar na luta contra o pecado? Estais prontos para oferecer as vossas dores e sofrimentos pela conversão dos pecadores? Estais prontos para, através das lágrimas e dos sofrimentos da Ucrânia, pedir perdão a Deus por tantas ofensas com que nós e outras nações O magoamos?

(D. Sviatoslav Shevchuk, em Fátima, a 23 de outubro de 2016)

Os presentes responderam: “Sim” e Sua Beatitude D. Sviatoslav Shevchuk prosseguiu.

Maria, estamos hoje diante de vós e consagramo-nos ao vosso Imaculado Coração, e oferecemos, sob o vosso manto, a Ucrânia e outras nações da Europa Oriental e do mundo. Nós vos oferecemos a nossa dor e todos os sofrimentos da Ucrânia porque somente através da conversão e do arrependimento obtemos a paz. Aceitai o nosso sacrifício e salvai o nosso povo, a nossa terra e o mundo do pecado e da morte.

(D. Sviatoslav Shevchuk, em Fátima, a 23 de outubro de 2016)

A sua peregrinação a Fátima fez parte do programa do encontro dos bispos das Igrejas Católicas de Rito Oriental na Europa que teve lugar em Portugal por iniciativa do Conselho de Conferências Episcopais da Europa.

sviatoslav-lisboa
D. Sviatoslav Shevchuk, D. Leonardo Sandri e D. Manuel Clemente – news.ugcc.ua, 21/10/2016

Outro momento de grande simbolismo aconteceu quando D. Sviatoslav Shevchuk ofereceu a D. Manuel Clemente, Cardeal Patriarca de Lisboa, um ícone oriental de Nossa Senhora de Fátima produzido numa das zonas “ocupadas” da Ucrânia.

O ícone oferecido é, aparentemente, idêntico ao famoso ícone russo de Nossa Senhora de Fátima. Este ícone sintetiza a tradição litúrgica oriental, bizantina, com a devoção ao Imaculado Coração de Maria e à Nossa Senhora do Rosário, que são de origem ocidental, latina.

icone-ucraniano-fatima
Agência Ecclesia, 20/10/2016

 

“Hoje, a Ucrânia vive um momento muito doloroso, um momento de guerra”, disse o arcebispo, para quem este encontro representa uma “peregrinação espiritual a Nossa Senhora de Fátima”, recordando que a mensagem da Cova da Iria é vista pela Igreja de Leste como uma “profecia”.

“Pedimos à Santíssima Virgem que nos ajude”, declarou.

(D. Sviatoslav Shevchuk in Agência Ecclesia, 20/10/2016)

De facto, enquanto os católicos de rito latino tendem a olhar para os erros e os castigos da Rússia como algo do passado, ou então do futuro, os católicos orientais, nomeadamente os ucranianos, já os sentem na pele agora, no presente momento da história, mas também os sentiram no passado e de que maneira… São eles quem mais anseia hoje, como no passado, a profetizada conversão da Rússia.

A presença na Cova da Iria do líder da segunda maior das 24 Igrejas particulares que compõem a Igreja Católicaa maior das Igrejas Orientais é um acontecimento grande no contexto da mensagem de Fátima, principalmente depois de conhecermos o propósito que o levou ali. Ainda assim, este enorme acontecimento passou praticamente despercebido, o que se calhar até dá jeito à ostpolitik vaticana para com a Rússia, ou não fossem os greco-católicos ucranianos a principal pedra no sapato daqueles que tentam el encuentro entre a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa Russa. O simbolismo desta visita é ainda maior quando sabemos que, 99 anos depois das aparições de Fátima, os ucranianos são hoje uma das maiores e mais integradas comunidades de imigrantes em Portugal.

No vídeo abaixo, D. Sviatoslav preside à liturgia pelos heróis que padeceram na Praça de Maidan. A celebração teve lugar na Igreja Ecuménica do Imaculado Coração de Maria e dos Mártires Ucranianos, no Dia da Unidade Nacional que se celebra a 22 de fevereiro.

Basto 11/2016

26 thoughts on “D. Sviatoslav Shevchuk, em Fátima, consagra a Ucrânia ao Imaculado Coração de Maria

  1. Me chamaram a atenção estas palavras que você disse:
    “De facto, enquanto os católicos de rito latino tendem a olhar para os erros e os castigos da Rússia como algo do passado, ou então do futuro, os católicos orientais, nomeadamente os ucranianos, sentem-nos na pele agora, no momento presente da história, mas também os sentiram no passado, e de que maneira… São eles quem mais anseia hoje, como no passado, a profetizada conversão da Rússia.”

    Eu fiquei pensando nelas e me perguntando: Será que o Ocidente vai esperar por uma 3ª Guerra Mundial para fazer a consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria?

    São Maximiliano Maria Kolbe disse algo que parece se inserir num contexto de uma 3ª Guerra Mundial. Veja!

    “Rezemos à Imaculada, confiemos na Imaculada, Ela é a vencedora, aguardemos cheios de fé o dia em que um cavaleiro da Imaculada vai hastear bem alto acima do Kremlin em Moscou o estandarte branco da Imaculada”.

    http://aparicaodelasalette.blogspot.com.br/2014/01/sao-maximiliano-kolbe-um-cavaleiro-vai.html

    Será que o triunfo do Coração Imaculado Coração de Maria vai se dar no contexto da 3ª Guerra Mundial?

  2. Essa é uma boa questão Alex? Do meu ponto de vista, parece-me bastante provável que a definitiva consagração da Rússia venha a realizar-se num contexto de caos generalizado, principalmente na Europa. Imagino sempre que tal venha a acontecer numa conjuntura de muito sofrimento provocado pela guerra, fome, etc., mas oxalá que não! Se admitirmos, contudo, essa possibilidade, não quer dizer que seja necessariamente uma 3ª Guerra Mundial… Talvez sim ou talvez não! Não conheço profecias que refiram explicitamente um terceiro conflito mundial, mas admito que isso seja uma forte possibilidade, atendendo à recente evolução geopolítica internacional.

    Há outras possibilidades em que podemos enquadrar o caos e o sofrimento generalizado, tais como a contestação social violenta, processos revolucionários, guerrilhas, guerras regionais, terrorismo islâmico, etc… Esperemos que nada disso caia sobre nós, mas atendendo ao atual estado apostasia da Igreja e o nível de neopaganismo das nações tradicionalmente católicas, não me parece que a Igreja se renove sem um forte abanão.

  3. Esperemos que alguma alma voluntariosa faça a tradução integral da homilia para português.

    D. Sviatoslav é recebido no aeroporto de Lisboa pela comunidade católica ucraniana residente em Portugal.

    “Um dos homens que me recebeu no aeroporto, quando cheguei a Lisboa, disse-me que a maioria das pessoas olha para os imigrantes como pessoas que vieram à procura de emprego, mas na realidade são missionários, porque estão a tentar partilhar a sua identidade cristã. Por isso a integração é muito importante, mas assimilação não, porque através da assimilação perde-se a tradição própria, a riqueza e tudo o que teria para partilhar com os outros”. (D. Sviatoslav Shevchuk)

    http://rr.sapo.pt/noticia/66996/catolicos_ucranianos_em_portugal_querem_integracao_sem_assimilacao

    • Seria maravilhoso que alguém pudesse traduzir e legendar essas homilias. De minha parte, confesso, infelizmente, que não sei ucraniano nem legendar vídeos. Mas tomará que uma alma generosa se disponha a fazê-lo. A esse propósito, porque você não tenta divulgar esses vídeos no Fratres in Unum. Esse site tem muita visualização. Talvez alguém se disponha a fazê-la. Entre os alunos do Pe. Paulo Ricardo, pode ser haja também alguém que possa fazê-lo, imagino eu.

      Sobre a imigração ucraniana em Portugal, eu não sabia disso. Achei muito interessante esse informação. Aqui no Brasil, também houve uma onda de imigração ucraniana para o estado do Paraná, no sul do Brasil onde o clima é mais ameno. Os ucranianos são um povo muito cristão e tem uma tradição litúrgica muito rica.

  4. Vamos esperar Alex, a tradução há-de aparecer…

    Há cerca de 11 ou 12 anos fui convidado por uma família de ucranianos “ortodoxos” que, nem sequer eram muito religiosos, para celebrar o Natal numa tarde qualquer de janeiro. Penso que seria mesmo no dia de Natal de acordo com o calendário juliano. Conhecia aqueles amigos, pelo menos, já há 3 ou 4 anos quando isso aconteceu. Tínhamos falado algumas vezes sobre as diferenças culturais entre os dois países, inclusivamente da questão religiosa, mas a minha memória, a esta distância, não ajuda muito. Sempre se assumiram como “ortodoxos” e eram-no de facto.

    No dia combinado, quando cheguei a sua casa, abriram-me a porta e conduziram-me até à sala. Tal foi o meu espanto quando, ao entrar, vi que a parede principal ostentava, bem no centro, uma enorme foto de João Paulo II, cuidadosamente emoldurada. Apesar de eu viver num país onde, se calhar, mais de 90% das pessoas nasceram no seio de famílias assumidamente católicas, batizadas, e que receberam formação religiosa, nunca tinha visto a figura do Santo Padre honrada daquela maneira numa casa portuguesa… Perante o meu espanto, a Tatiana explicou-me, de forma breve, que existiam diferentes grupos de ortodoxos na Ucrânia. Naquele momento não percebi muito bem e nem sequer me esforcei para perceber. Talvez porque, nessa altura, inconscientemente desvalorizava essas coisas. Só vários anos mais tarde é que eu percebi que aquela era uma família de católicos orientais, embora se afirmassem simplesmente como ortodoxos.

    Do meu ponto de vista, os católicos orientais são uma chave de compreensão imprescindível da mensagem de Fátima. Desconfio mesmo que talvez possam estar relacionados com a conclusão das profecias de Fátima, em particular os greco-católicos ucranianos. Embora essa possibilidade parta da minha especulação pessoal e seja apenas uma hipótese no meio de tantas outras que tenho ponderado, a verdade é que ainda não consegui livrar-me dela. São notícias como aquela que publiquei neste artigo que alimentam essa minha teimosia especulativa. Praticamente mais ninguém reparou no assunto e eu acho isso extraordinário! Portanto esta teimosia pessoal, acaba por ser uma marca que distingue este pequeno blogue na blogosfera mundial…

    Qual foi a coisa mais enigmática que o Pe. Malachi Martin disse sobre o segredo de Fátima? Para mim foi a referência a “Kiev”, tudo o resto que ele referiu em livros ou em entrevistas coincide ou converge, de uma forma ou de outra, com o que outros disseram depois de lerem o segredo. Agora Kiev porquê? Esta palavra saiu-lhe involuntariamente numa entrevista mas escusou-se logo a desenvolver o tema. Referir “Kiev” no contexto da mensagem de Fátima na década de 90 não fazia o mínimo de sentido…

  5. Basto, achei muito interessante essa partilha de fatos pessoais que você fez. Enriqueceu muito nossa conversa sobre esse assunto.

    Sobre o vídeo do Pe. Malachi Martin, eu o achei também muito interessante, aliás é um detalhe extremamente interessante que parece ser desconhecido da maioria das pessoas que se interessam pela mensagem de Fátima.

    Não sei por que, mas sempre que penso na 3ª parte da mensagem de Fátima, ou nessa solução final, da qual falou o Pe. Malachi Martin, eu penso na 3ª Guerra Mundial. Me parece que faz todo sentido estar a 3ª Guerra Mundial relacionada a realização do 3º segredo, ou pelo, menos no contexto da sua realização. Acredito que o tempo da realização do 3º segredo de Fátima não esteja longe. Talvez veremos com os nosso próprios olhos a realização do 3º segredo.

    • Guerras, se existirem, serão parte do castigo. Quando o Pe. Malachi Martin fala em “solução final” para o problema, só poderá estar a referir-se ao profetizado “triunfo do Imaculado Coração de Maria”, ou seja, a fase que virá depois dos castigos anunciados em Fátima, ou talvez o evento que fará terminar os castigos. Nesse sentido, há muitas hipóteses em aberto:
      – A consagração da Rússia a partir de Kiev?
      – A conversão da Rússia a partir de Kiev? (Não seria aliás a primeira vez!)
      – Alguma futura aparição Nossa Senhora em Kiev?
      – Algum futuro Papa oriundo de Kiev? (Petrus Romanus? O que viria restabelecer autoridade da Igreja Universal em Roma?)
      – Etc…

      A frase é tão enigmática e ambígua que permite considerar várias possibilidades de interpretação.

      • Achei interessante suas hipóteses sobre o que foi revelado pelo Pe. Malachi Martin a respeito da ligação entre a Rússia e Ucrânia na solução final que se dará.

        Não sei se o que acontecerá poderá não ser classificado como uma guerra propriamente dita ou simplesmente como uma invasão russa quase sem chance de haver uma reação necessária por parte dos atingidos.

        Como é falado na reportagem abaixo: “O general Sir Richard Barrons afirmou que a Rússia poderia implantar aviões de guerra, navios e tropas em território europeu dentro de 48 horas, se desejasse, com a OTAN a alguns meses de uma contra-greve efetiva.”
        http://www.independent.co.uk/news/world/europe/russia-could-invade-europe-within-48-hours-warns-ex-military-chief-a7315976.html

        Outra coisa que o Pe Malachi Martin revelou e que penso que poucos saibam ou esperem é o aparecimento de um sinal no céu, que marcará o início da pior parte do 3º segredo de Fátima. Fico imaginando o que poderia ser e acredito que fossa ser um “segundo sol” que aparecerá no horizonte.

      • As pessoas esquecem-se que a Rússia já está implantada no meio da Europa… O enclave de Kaliningrado, entre a Polónia e a Lituânia, é território russo e uma importante base estratégica em termos militares, mas ninguém sabe muito bem qual dimensão do arsenal ali existente.

        http://www.numbers-stations.com/articles/russian-military-in-kaliningrad/

        Em relação ao Pe. Malichi Martin, e isto para quem acredita que ele leu o 3.º Segredo (como é o meu caso), por vezes é difícil perceber se ele está a falar do que leu ou do que pensa para além do que leu… Quando ele se refere ao tal sinal, está a referir-se especificamente ao “aviso” de Garabandal. Como sabemos, ele era bastante crente nas aparições de Garabandal.

      • Não sabia desse território pertencente à Russia no meio da Europa.

        Eu também acredito que o Malachi Martin leu o verdadeiro terceiro segredo de Fátima, mas por qual motivo você interpretou que ele se referiu ao “aviso” profetizado em Garabandal?

        Ele esperava que este sinal no céu poderia aparecer até o final da primavera de 1997 e quando “aviso” acontecer o papa já terá ido à Rússia e estaremos passando por uma grande tribulação, fatos que não haviam ocorrido naquela época.

      • Ele tem várias referências a esse “aviso”, por exemplo aqui (depois do minuto 1:31:30):

        Que outro sinal tão grande poderia ser?

        Aqui, por exemplo, há outra referência:

        Relativamente à possibilidade ano de 1997, Malachi Martin estava convencido de que João Paulo II seria o último Papa “destes tempos católicos” – recorrendo às suas próprias palavras. Convém lembrar que – e não sei se isto estará de algum modo relacionado com o seu equívoco – em Garabandal existe uma profecia sobre o número de Papas que reinariam até ao final dos tempos. Esta profecia tem sido alvo de referências e interpretações contraditórias…

        Não sabemos se ele conhecia (ou se valorizou) a menção de uma possível viagem papal à Rússia que antecederia os eventos profetizados em Garabandal… De qualquer modo, penso que até à publicação do livro de Albrecht Weber sobre Garabandal, isso não passava de um mero rumor.

  6. Só para recordar:

    24/06/2008

    O Presidente da Ucrânia Victor Yushchenko, acompanhado de sua esposa, visitou o Santuário de Fátima no âmbito da sua visita oficial a Portugal.

    “O casal manifestou muito interesse em tudo o que se refere a Fátima e grande conhecimento da sua história e mensagem, particularmente das referências à conversão da Rússia.”

    http://www.santuario-fatima.pt/pt/news/presidente-ucrania-peregrino-fatima

    02/10/2008

    Petro Yushchenko, deputado ucraniano, irmão do Presidente, acompanhado pelo Embaixador da Ucrânia em Portugal, Rostyslav Tronenko, peregrinou ao Santuário de Fátima.

    “Estou preocupado com o futuro daquele país e com o mundo. Por isso, pergunto: quando é que a Rússia se converterá? Sei que é uma pergunta retórica, que não poderão responder, mas pergunto: Quanto tempo vai levar para que a Rússia se converta?” (Petro Yushchenko em Fátima)

    http://www.santuario-fatima.pt/pt/news/irmao-presidente-ucrania-em-visita-particular-fatima

    29/10/2008

    Nova delegação da Ucrânia em peregrinação a Fátima: as deputadas Olga Guerasymink, da Coligação “Nossa Ucrânia”, e Olena Bondarenko, do bloco de Júlia Tymosshenko (Primeira-Ministra da Ucrânia), acompanhadas pelo Embaixador da Ucrânia em Portugal, Rostyslav Tronenko, e por uma responsável do Protocolo do Parlamento da Ucrânia, Natália Mykhalchuk.

    http://www.santuario-fatima.pt/pt/news/nova-delegacao-ucrania-em-visita-ao-santuario

  7. Ça va Helena! Ma religion est catholique et a beaucoup de saints, mais jusqu’à présent n’a pas ouvert un processus de canonisation de Saint-Putin, donc si vous êtes catholique, vous conseiller d’être prudent dans votre dévotion aux saints pas approuvée par l’Église. Mais est-ce que Putin vraiment condamner le communisme?

    http://rbth.com/politics_and_society/2016/01/25/putin-says-he-likes-communist-ideas-echoing-bibles_562263
    http://news.bbc.co.uk/2/hi/4480745.stm
    http://risu.org.ua/en/index/all_news/orthodox/moscow_patriarchy/58907/

    Puis, conversion à quoi?

    Notre-Dame de Fatima a promis que la Russie serait convertie mais par son Cœur Immaculé. Nous savons que l’Immaculée Conception de Marie est toujours considéré comme une hérésie en Russie. En Russie, la dévotion au Cœur Immaculé de Marie existe que dans les petites communautés catholiques qui pratiquent leur religion dans ce pays d’une manière très contrôlée, donc nous devons continuer dans la prière en attendant ce jour prophétisé à Fatima: Son “Coeur Immaculé triomphera”.

    Merci soeur et garder la foi dans Notre-Dame.

    • Comme vous ne savez qui je suis, d’abord jamais dit que Mr Poutine était un saint, mais deviendrait il plus rapidement que vous vu votre insolence! Ensuite je parle ce dont je connais, c’est facile de dire” je suis catholiques ” l’êtes vous vraiment? Vous racontez vraiment des bêtises! La Très Sainte Vierge Marie est tellement aimé et vénère en 🇷🇺 enfaite vous n’est connaissez rien des Orthodoxes! Je m’appelle Sr Marie de L’Incarnation et da la St Croix, tertiaire du Carmel, Membre de Ordre R.de St Michel!
      HD.

      • Pardonnez-moi si je vous ai offensé sœur, je ne voulais pas.

        Cela est vrai, je ne sais pas presque rien sur les orthodoxes, mais j’admire leurs rites, piété, traditions, l’art, la musique et sa dévotion à Notre-Dame, mais surtout parce qu’ils conservent leur orthodoxie religieuse. Mais il est vrai ou non que le dogme de l’Immaculée Conception n’a pas encore triomphé en Russie?

  8. A situação na Ucrânia está longe de ser resolvida, a Rússia não desiste das suas pretensões que condicionam a independência e autodeterminação do povo ucraniano. Sente-se agora uma relativa calmia mas o problema continua latente e pode piorar a qualquer momento.

      • O cartaz não deve passar de uma mera ação de propaganda local não oficial mas tem um simbolismo muito forte porque faz lembrar algumas profecias católicas ainda não concretizadas.

    • Interessante essas profecias relacionadas à Rússia. Não sabia que elas previam que a Itália seria invadida pela Rússia. É uma pena que profecias como essas sejam tão pouco divulgadas. Estejamos atentos ao desenrolar dos fatos.

    • Lindas canções! Obrigado por partilhar!

      Na apresentação das ucranianas (parece que era um coral feminino), pude notar que elas estavam cantando com uma alegria natural e sincera. Gostei muito disso, embora não entenda ucraniano.

      Sobre o Carol of Bells, não sabia que a sua origem era ucraniana.

      Sobre Adele Fideles, não sabia que tinha origem portuguesa.

      Por isso é que a Europa é tão rica culturalmente. Há um contínuo intercâmbio cultural entre os países europeus que vão formando uma bela cultura cristã, que hoje, infelizmente, está ameaçada.

      Obrigado pelas informações interessantes!

      • Não se esqueça que Portugal e Brasil eram o mesmo país nessa época. Muito tempo depois dessa música ser composta, o Rio de Janeiro chegou a ser a capital desse grande reino cristão por vários anos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s