Pelletier medita sobre o “fracasso de Deus”

fracasso3.jpg

Este ano, as meditações da “história do fracasso de Deus” ficaram a cargo da teóloga francesa Anne-Marie Pelletier, vencedora do prémio Ratzinger 2014 e, por coincidência, uma grande defensora da nova pastoral do recasamento. Ela fez também parte do painel de oradores do chamado “Sínodo Sombra”, em maio de 2015, uma conferência organizada por bispos alemães, suíços e franceses, em Roma, onde se anteviu a agenda heterodoxa que acabaria por se impor no Sínodo da Família.

O Santo Padre encarregou-a de escrever as meditações para as 14 estações do tradicional Via Crucis da Sexta-feira Santa que ele mesmo irá presidir no Coliseu de Roma.

via crucis.jpg
O Santo Padre mostra a “história do fracasso de Deus” no Uganda, em 2015 – Rome Reports

fracasso4

Esta é uma daquelas curtas-metragens que marcam o pontificado de Francisco. Deve ser vista várias vezes, em ecrã maximizado e com bom som, mas não é recomendável para pessoas sensíveis.

Da nossa parte, continuaremos a entender a Via Sacra como a história do triunfo de Deus, da vitória de Jesus Cristo sobre o mal, sobre o pecado, sobre Satanás que O tentou até ao último momento na cruz. Foi Satanás quem fracassou!

O que nos dá esperança é sobretudo a certeza da Sua ressurreição no terceiro dia depois de ter sido sepultado.

Basto 4/2017

6 thoughts on “Pelletier medita sobre o “fracasso de Deus”

  1. Da irmã Lúcia: “A minha missão é indicar a todos o perigo iminente em que estamos de perder as nossas almas para toda a eternidade, se nos obstinarmos no pecado….
    …não devemos esperar que venha de Roma, da parte do Santo Padre, um apelo ao mundo para que faça penitência. Nem devemos esperar que esse apelo à penitência venha dos nossos Bispos, nas nossas Dioceses, nem das congregações religiosas. Não! Nosso Senhor já usou muitas vezes destes meios, e o mundo não prestou atenção. Eis porque, agora, é necessário que cada um de nós comece a reformar-se espiritualmente. Cada pessoa deve não só salvar a sua alma como também ajudar a salvar todas as almas que Deus colocou no seu caminho.”

    Anunciemos sempre a Vitória de Deus e rezemos para nos mantermos fieis junto da Cruz do Senhor enquanto a Igreja segue o seu tempo da Paixão. Façamos a nossa parte para o dia da Ressureição e o triunfo do Imaculado Coração.

    Para quem quiser rezar a Via Sacra de forma mais tradicional com as meditações de São Francisco de Assis em português, coloquei online as meditações no endereço:
    http://enxertadosnacruzdecristo.blogspot.pt/2017/03/meditacoes-da-via-sacra-por-sao.html

  2. “Muitas vezes penso em Nossa Senhora, quando lhe restituíram o corpo morto do seu Filho, todo ferido, cuspido, ensanguentado, sujo. E o que fez Nossa Senhora? «Levai-o embora?». Não, abraçou-o, acariciou-o. Também Nossa Senhora não entendia. Porque ela, naquele momento, recordou o que o Anjo lhe tinha dito: «Ele será Rei, será grande, será profeta…»; e dentro de si, certamente, com aquele corpo tão ferido entre os braços, com tanto sofrimento antes de morrer, certamente dentro de si teve vontade de dizer ao Anjo: «Mentiroso! Eu fui enganada». Também ela não tinha respostas.” (Papa Francisco, 29 de maio de 2015)

    http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/speeches/2015/may/documents/papa-francesco_20150529_bambini-malati-santa-marta.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s