Facebook censura foto do presépio do Vaticano

nativity.vat
Foto censurada pela rede social Facebook

A razão apresentada pela rede social é a seguinte: “não é permitido adicionar imagens sexualmente sugestivas ou provocativas”.

nativity.vat.2jpg
Mensagem interna da rede social Facebook aos utilizadores.

A imagem em questão retrata supostamente uma cena alusiva às “sete obras de misericórdia corporais”, nomeadamente, “vestir os nus”. Não obstante, a crítica social não gostou de ver, no presépio do Vaticano, a opção artística por um homem musculado completamente nu e com uma expressão que parece lasciva. A controvérsia aumenta quando este elemento, que mais parece de arte homoerótica, foi posicionado mesmo ao lado da principal cena do presépio, onde está representada a Sagrada Família de Belém.

nativity.vat.3jpg
1. Cena da Sagrada Família; 2. Cena que tem gerado a polémica; in Catholic Sat

Basto 12/2017

6 thoughts on “Facebook censura foto do presépio do Vaticano


  1. “Na Praça do Vaticano temos um presépio, mas um presépio de trevas que inclui um morto e um homem nu. O que fazem um morto e um homem nu no presépio? Mas que mentes retorcidas são os autores de tal profanação do mistério do nascimento do Menino Deus?”

    https://adelantelafe.com/pesebre-tinieblas-vaticano/

    De facto, com ou sem intenção, um homem nu e musculado deitado sobre as palhinhas acabou por roubar toda a atenção Àquele que devia ser a figura principal do presépio.

  2. “*Uma autoridade eclesiástica que emite normas ou orientações pastorais que prevê tal admissão, arroga para si um direito que Deus não concedeu. Um acompanhamento e discernimento pastoral que não comunica à pessoa adúltera, os chamados divorciados recasados, a obrigação divinamente estabelecida de viver em continência como uma condição sine qua non para admissão aos sacramentos, trata-se, na realidade, de clericalismo arrogante, uma vez que não há clericalismo tão farisaico como aquele que arroga para si os direitos reservados a Deus”.
    … **Aqueles que têm medo de enfraquecer a unidade da Igreja criticando os ensinamentos do Papa Francis devem lembrar que o Papa é servo da Igreja, disse Schneider. “Ele é o primeiro que tem que obedecer de forma exemplar a todas as verdades do Mistério imutável e constante, porque ele é apenas um administrador e não um dono das verdades católicas …” O Papa deve “se ligar constantemente e Igreja a obediência à palavra de Deus “, acrescentou.
    D Schneider disse também que quando um papa tolera erros e abusos generalizados, os bispos não devem se comportar como os “funcionários servos” do papa.
    O Menino Jesus nasceu para nós, assim com em seu tempo perseguido desde a infancia, nesse ano de 2017 pessimamente comemora-se seu nascimento, a principiar de Altos Dignitarios membros da Igreja, ao invés de Lhe prestarem as devidas homenagens como o Deus-Menino que veio nos redimir da morte para a vida, o pior mau exemplo nos apresenta o Vaticano com seu blasfemo projeto!
    Dessa forma, trataram-nO da pior forma possível, num presepio tão vilipendiado a ponto de certos veículos de comunicação o deletarem, como improprio, foi o caso do globalista FACEBOOK: “Not appproved. Your ad can’t include images are sexually suggestive or provocative”.
    Foi como levar o Menino Jesus para um meretricio e, num ambiente improprio e sórdido como esse, irmos prestar as devidas homenagens ao Rei do Universo, enquanto isso, regozijam-se a maçonaria com sua midia globalista com esse presente de “Natal”!
    Trechos da fala do papa Francisco sobre o presepio de 2017 que contrastariam com o visual que nos apresenta:
    … “Na simplicidade do presépio encontramos e contemplamos a ternura de Deus, manifestada na do Menino Jesus…
    … O presépio este ano, realizado na típica expressão da arte napolitana, inspira-se nas obras de misericórdia. Elas recordam-nos que o Senhor nos disse: “O que quiserdes que os homens vos façam, também vós fazei a eles” (Mt 7, 12). O presépio é o lugar sugestivo no qual contemplamos Jesus, que assumindo sobre si as misérias do homem, nos convida a fazer o mesmo através de ações de misericórdia. A árvore, proveniente este ano da Polónia, é sinal da fé daquele povo que, inclusive com este gesto, quis exprimir a própria fidelidade à sé de Pedro.
    Queridas crianças, o meu obrigado é dirigido sobretudo a vós… …. Obrigado pelo vosso testemunho, por terdes tornado mais bonitos esses símbolos natalícios, que os peregrinos e os visitantes provenientes do mundo inteiro poderão admirar. Obrigado! Obrigado!
    O Natal do Senhor seja ocasião para estarmos atentos às necessidades dos pobres e daqueles que, como Jesus, não encontram alguém que os acolha… … Também vós rezai por mim e pelo meu serviço à Igreja…
    *Palavra final sobre a “Amoris laetitia”.
    *Maike Hickson para OnePeterFive e 19/09/17.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s