Bispo Schneider: Eis como permanecemos fiéis a Pedro quando Pedro parece trair Cristo

schneider.lfn

Por Claire Chretien

ROMA, Itália, 17 de maio, 2018 (LifeSiteNews) – “A Igreja é maior do que o Papa” e o Papa tem os mesmos deveres de qualquer católico: renunciar a Satanás e professar a fé católica, afirmou hoje o bispo D. Athanasius Schneider no Fórum da Vida 2018, em Roma. Os leigos devem ajudar, não atacar, o Papa se ele não fizer isso de forma clara.

“Como membros da Igreja militante, desejamos defender os ensinamentos morais e teológicos da Igreja de todos os que os atacam”, começava assim uma questão submetida ao bispo, que ele leu e respondeu. “No entanto, esses ataques [agora] parecem vir do topo. Como um bispo me dissera uma vez: «Como nos mantemos fiéis a Pedro quando Pedro não é fiel a Cristo?» Então, como nos comportamos como membros da Igreja militante, tendo em conta a atual situação em Roma?

“Em primeiro lugar, gostaria de dizer que temos sempre de manter a visão sobrenatural”, disse Schneider, o bispo auxiliar de Astana, no Cazaquistão, e um dos maiores defensores mundiais da ortodoxia católica. “A Igreja é sobrenatural. Não é uma instituição humana. E depois, em segundo lugar, temos de estar conscientes de que somos um só corpo. Nós somos o corpo místico, um corpo”.

“Até mesmo o Papa é um membro da Igreja. Não é o fundador da Igreja. Ele é apenas vigário – representante – e a verdadeira cabeça da Igreja é Cristo ”, explicou. O Papa é um “sinal visível” como chefe da Igreja, mas também é um dos seus membros.

“A Igreja é maior que o Papa. O papa não está acima da Igreja; o Papa está dentro da Igreja ”, explicou Schneider. “E o Papa tem os mesmos deveres de um simples católico… Ele fez os mesmos votos batismais quando foi batizado para renunciar a Satanás, para professar a fé católica. Então, ele tem de cumprir [esses deveres]”.

“E quando parece, em alguns momentos históricos, não apenas nos nossos tempos, que o sucessor de Pedro não estava a cumprir a sua tarefa de forma clara” ou estava mesmo a “fracassar”, então, “toda a Igreja tem de vir ajudá-lo, afirmou Schneider.

Em vez de terem uma “atitude de antagonismo” em relação ao Papa, os fiéis devem ajudá-lo e encorajá-lo, através de “petições reverentes”, a cumprir o seu dever de fortalecê-los na verdade da fé católica. Os fiéis devem também oferecer orações e sacrifícios, afirmou o bispo.

“Não devemos ter uma atitude de antagonismo contra o Papa, mesmo quando ele não está a cumprir corretamente ou de maneira perfeita o seu principal dever, que é fortalecer os fiéis e os bispos na fé”, disse Schneider. “Este é o seu dever principal. Então temos de vir para ajudá-lo a expressar [a fé], com petições reverentes, porque somos uma família.”

As famílias não são ditaduras, continuou o bispo, onde as pessoas são forçadas a permanecer em silêncio para não serem punidas pelo “chefe”.

“Não estamos numa ditadura na Igreja”, disse ele. “Nos somos uma família. Nós somos o corpo místico de Cristo”. Assim, com “respeito reverente”, os católicos deveriam pedir: “por favor, Santo Padre, fortaleça-nos”.

A edição original deste texto foi publicada pelo LifeSiteNews a 17 de maio de 2018. Tradução: odogmadafe.wordpress.com

Nota da edição: o conteúdo do artigo acima é da inteira responsabilidade da sua autora, salvo algum eventual erro de tradução. Sempre que possível, deve ser lido na sua edição original.

Basto 5/2018

3 thoughts on “Bispo Schneider: Eis como permanecemos fiéis a Pedro quando Pedro parece trair Cristo

  1. Que bom é ouvir palavras como estas de D. Schneider! Na conjuntura actual, caem como balsamo, dando-nos alento para prosseguir, pois chego a ficar com problemas de consciência, perante tanta confusão.
    Na verdade, somente nos resta rezar e rezar muito pelo Papa, para que Deus O ilumine, pois de outra forma, já conhecemos de sobra o resultado e, em vez de nos fortalecer, consegue tirar-nos a pouca paz que ainda nos resta.
    Mas como não há coincidências, hoje mesmo descobri um pensamento de D.Fulton Scheen: os Princípios Morais não dependem dos votos da maioria.
    CERTO É CERTO, MESMO SE NINGUÉM ESTIVER CERTO!…
    Sinto o cerco a apertar-se e o rebanho cada vez mais pequenino. Que Jesus nos fortifique com o Seu ESPÍRITO SANTO de maneira a que possamos resistir a todas as investidas do mal, tantas vezes disfarçado de virtude…

  2. E já agora, para os apóstolos do silêncio perante o processo revolucionário em curso:

    The Church permits criticism of popes under certain circumstances (Edward Feser):
    https://edwardfeser.blogspot.pt/2018/05/the-church-permits-criticism-of-popes_20.html

    Edward Feser é filósofo e autor do excelente “The Last Superstition: A Refutation of the New Atheism”.

    Os apóstolos do silêncio não deixam, no entanto, de cantar loas ao pontífice reinante, nem de mandar calar, insultar e caluniar quem critica o francisquismo. É um silêncio peculiar.

  3. Que bom seria que os nossos bispos fossem como o D. Athanasius.

    Com grande coragem e clareza tem defendido “os ensinamentos morais e teológicos da Igreja de todos os que os atacam” (até o Papa).

    Só não tenho a certeza que este Papa seja ainda “membro da Igreja”. As palavras, os silêncios, os actos e as omissões deste Papa fazem pensar na hipótese teológica do “Papa cismático” – desenvolvida por muitos teológos e doutores (incluindo alguns santos). O Papa poderia separar-se da Igreja renunciando a “confirmar os irmãos na fé” (Lc 22, 32) e mantendo apenas o poder temporal, procurando destruir a Igreja ou excomungando a Igreja (entre outras possibilidades). Esta hipótese era estudada juntamente com a hipótese do “papa herético” (neste caso, para além das especulações teológicas, existem também alguns exemplos históricos).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s