“LGBT” passa a fazer parte do glossário do Vaticano

joshua.McElwee.jpg

Joshua McElwee, coautor do livro A Pope Francis Lexicon observou na sua conta Twitter que o Instrumentum Laboris para o chamado Sínodo dos Jovens inaugura a utilização do acrónimo “LGBT” em documentos oficiais do Vaticano.

joshua.McElwee2
Twitter de Joshua McElwee, 19/06/2018 (tradução livre).

 

197. Por exemplo, no SI [seminário internacional sobre a situação dos jovens no mundo, de 11 a 15 de setembro de 2017], alguns especialistas têm apontado como o fenómeno da migração pode tornar-se uma oportunidade para um diálogo intercultural e para a renovação de comunidades cristãs em risco de involução. Alguns jovens LGBT, através de várias contribuições feitas à Secretaria do Sínodo, desejam “beneficiar de maior proximidade” e experimentar um maior cuidado da Igreja, ao mesmo tempo que algumas CEs [Conferências Episcopais] questionam o que propor “aos jovens que em vez de formarem casais heterossexuais decidem formar casais homossexuais e, acima de tudo, desejam estar perto da Igreja “.

(Excerto do Instrumentum Laboris para a XV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos; in Boletim da Sala de Imprensa do Vaticano, 19/06/2018 – tradução livre)

O Pe. James Martin SJ, ativista gay e consultor do Vaticano para as comunicações, não poderia ter ficado mais feliz com esta evolução ideológica no léxico da Igreja Católica Romana.

joshua.McElwee3
Twitter do Pe. James Martin SJ, 19/06/2018 (tradução livre).

LGBT é um acrónimo frequentemente utilizado nos meios homossexualistas para referir um grupo social emergente que inclui “lésbicas, gays, bissexuais e transexuais” militantes da ideologia gay. Encontra-se, no entanto, já algo desatualizado, uma vez que tem vindo a ser substituído por outros mais recentes e expansivos, como LGBTI, LGBTQ e LGBTQ+, à medida que vai incluindo cada vez mais sensibilidades heterofóbicas. E se alguém pensa que isto ficará por aqui, está bem enganado… No ano passado, por exemplo, no Canadá, os professores do Ensino Básico foram obrigados a frequentar uma ação de formação sobre “LGGBDTTTIQQAAPP”.

Basto 6/2018

4 thoughts on ““LGBT” passa a fazer parte do glossário do Vaticano

  1. Talvez tenha razão! É ridículo, mesmo. Porém façamos a nossa parte! Enviei para os meus contactos! Depois confiemos e rezemos! A Esperança é a última a morrer!
    De vez em quando verifico as petições pro-vida e pela Verdadeira Fé! Se for da Vontade de Deus, Ele fará o restante!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s