Diocese do Porto acusa D. Carlo Maria Viganò de apostasia por não aderir à nova doutrina do Papa Francisco

Num curto comunicado publicado recentemente na sua página oficial, a diocese do Porto acusa o arcebispo D. Carlo Maria Viganò, ex-núncio apostólico nos EUA, de infidelidade e apostasia por não aceitar a novíssima doutrina sobre o casamento e a família introduzida pelo Papa Francisco através da sua controversa exortação Amoris Laetitia que admite o divórcio e o recasamento. O comunicado, sem data e sem assinatura, intitula-se “Com Pedro e sob Pedro” – um título forte para este tempo de dois Pedros.

diocese do porto.jpg
In sítio oficial da diocese do Porto, sem data (imagem capturada no dia 05/09/2018).

Falando de apostasia, recordemos que, ainda há pouco tempo, o novo bispo do Porto, D. Manuel Linda, um “fã do Papa Francisco a 200%“, foi notícia internacional depois de se manifestar publicamente a favor da prática sexual entre os recasados que desejam ser uma verdadeira família. Não admira, portanto, que a diocese sediada na urbe invicta venha agora “demonstrar a plena adesão ao magistério e à pessoa do Papa Francisco”.

Basto 9/2018

9 thoughts on “Diocese do Porto acusa D. Carlo Maria Viganò de apostasia por não aderir à nova doutrina do Papa Francisco

  1. MEU DEUS! Isto está a ir mais depressa do que eu esperava…
    Não é Nossa Senhora que avisa, que os tempos presentes serão de VERDADEIRA CONFUSÃO, onde os bons serão perseguidos e acusados de hereges, enquanto os maus pastores serão apelidados de bons e de santos ?!
    Transcrevam essa Mensagem, por favor, pois foi neste blog que a li.

    Agora, temos que OBEDECER às heresias proclamadas, camufladamente, ou a JESUS CRISTO?! Aquilo que era apenas um “caminho”, um “processo” para a CONVERSÃO, depressa chegou a uma imposição?!… Nada que já não se previsse! Começaram com pezinhos de lã, mas já estão a mostrar as garras!…
    Preparemo-nos para a perseguição e para o embate final; infelizmente, pouco mais há a acrescentar…

    • Sinceramente, não sei a que mensagem a Maria se refere ou onde encontrá-la… Apesar de me esforçar por manter a casa arrumada, este pobre blogue cresceu imensamente mais do que algum dia imaginara.

      • Sr Basto. Esta semana falei com um cidadão, cuja mãe tem uma carta, da década de 1930, se não me engano. Ele vai me dar uma fotocópia dessa carta.
        Segundo me informou, essa carta foi enviada a todas as dioceses do mundo e continha instruções aos padres a respeito da Mensagem de Fátima, falando inclusive de uma futura missa que não seria agradável a Deus, entre outras coisas, como a decadência moral e apostasia de nossos dias.
        Lembrando que naquela época ainda não se havia sido divulgada a totalidade das visões.
        O Sr sabe de algo a respeito desta carta?

      • Marcelino, não me trate por senhor… Estou cheio de curiosidade em relação a esse documento. Quando tiver a carta consigo envie-me uma cópia para odogmadafe.blog@gmai.com, por favor.

        Lembro-me de ouvir o Pe. Malachi Martin referir numa das suas entrevistas uma carta que fora enviada a todas a dioceses do mundo com instruções de oração para mitigar os castigos previstos no segredo de Fátima. Se não me engano, o Pe. Martin acrescentou que apenas uma obscura diocese (ou paróquia?) da Polónia teria obedecido a essa instrução… Seria isso? O ano de 1930 parece-me, no entanto, bastante antigo…

  2. E mais, não foi D. Manuel Linda que escreveu aquele artigo que ridicularizava a Santa Missa em Latim? AÍ, não se preocupou de ser apóstata!… Brincou, denegriu uma Celebração Solene e LÍCITA, sem qualquer tipo de escrúpulo, com um humor ridículo e vulgar, impróprio do lugar que ocupa!
    Que saudades eu tenho dos tempos em que UM BISPO me inspirava Respeito, Reverência… não pelo posto, mas pela Santidade que exalava! (pelo menos, assim parecia) Ou melhor, pela Nobreza DAQUILO que representa; JESUS!
    Hoje, a VULGARIDADE instalou-se de tal forma que, às vezes, sinto vergonha de presenciar tanta falta de bom senso, revestida de simplicidade.

  3. Diante de DEUS, me ajoelho.

    Porém, diante dos Homens, eu fico de pé. Adoro a Deus…não ao ser Humano, seja ele quem for…nem mesmo ao Papa.

    Perante estes comentários de D. Manuel Linda não há muito a dizer. É o mesmo que discutir com as “Testemunhas de Jeová”.

    Este prelado já deu provas muito concretas de que não pensa ou não quer pensar. Sai logo a fazer juízos de valor. Nem sequer dá o benefício da dúvida a quem poderá estar com a razão?!… Para ele todos estão de má fé. É daqueles que “é mais papista que o Papa”, no pior sentido da expressão. Poderia, ao menos ficar caladinho como o “chefe”.

    Os rótulos, os argumentos são de uma pobreza de espírito que mete dó…Vêem como eles, em vez de ter caridade…contra-atacam?! Apenas protegem os gays…”quem sou eu para julgar”?

    Isto que este Bispo está a fazer também é “clericanismo”, partindo do princípio que o dever de sigilo é mais importante, a fim de proteger os “grandes” do que defender as vítimas. isto é que divide e cria cismas…é um liberal, “progressista”, na linha “modernista” que não adora a Deus mas ao Papa Francisco. Reparem que, em nenhum momento se refere a Jesus.

    O problema desta gente não é apenas a pedofilia…é serem homossexuais, depravados, devassos, até à podridão…e corruptos que usam o dinheiro da Igreja, ou para dar presentes caros aos “amantes” ou para pagar, depois indemnizações. (Não quero dizer que D. Manuel Linda o seja, por favor).

    D. Viganò já tinha visto toda esta miséria, no tempo de Bento XVI. E, porque não compactuou, será sempre apontado como um “apóstata”, desobediente.
    E nós, com medo de desobedecer aos hereges ficamos inertes?!
    Vamos ter que nos posicionar, na defesa da Fé e da Verdade, doa a quem doer.

    Caso contrário seremos sempre esse “pequeníssimo grupo organizado” com “testas de ferro”, “assassinos de carácter do Papa”, cheios de medo de assinar petições de apoio.

    Faço um novo apelo: Assinem e divulguem a petição online de oração e apoio a D. Viganò, por favor.

    Não queremos pedir a demissão de nenhum Papa. Apenas compreendemos o tremendo drama de alguém que, conhecendo os meandros, tem o gravíssimo dever de denunciar os crimes espantosos, dentro da Igreja.
    Depois dobremos os joelhos em Oração, pela Igreja Católica, façamos penitência por nós e pelos outros, tal como a Virgem Maria pediu em Fátima…

    Dói-me a alma, com todo este cenário. Já não se trata de uma “brecha”. São PORTAS e Portões Escancarados!!! O Inimigo RI à gargalhada.

    https://lifepetitions.com/petition/pledge-of-support-pray-for-archbishop-vigano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s