Bispo de Fátima teme pelo “futuro da casa comum europeia”

A poucos dias das eleições para o Parlamento Europeu – um oneroso organismo comunitário que, ao fim de quase 70 anos de funcionamento, ainda não é fácil perceber para que serve -, o cardeal D. António Marto teme pela estabilidade das democracias liberais que alicerçam o projeto de construção europeia. Um projeto que cresceu a partir de ideais maçónicos que levaram à erradicação dos valores cristãos e nacionais das nações europeias, abrindo as portas ao ensino laico, ao esvaziamento moral da sociedade, à pornografia generalizada, à prostituição das relações sociais, ao homossexualismo galopante, à promoção do aborto livre e gratuito, ao materialismo exacerbado, etc.

Tagle1
In Agência Ecclesia, 12 de maio de 2019.
Tagle2
Cardeal misericordista D. Luis Tagle com o Papa Francisco na viajem apostólica às Filipinas em janeiro de 2015.

Os temores do cardeal misericordista português prendem-se talvez com a emergência recente de alguns grupos minoritários no panorama político e social europeu que defendem, por exemplo, a regulação da imigração ilegal ou o fim do aborto livre e do casamento gay, entre outras obscenidades da esquerda globalista radical ditadas a partir de Bruxelas.

Há 70 anos, os bispos católicos, particularmente os portugueses, temiam o avanço do projeto da “casa comum” sobre a Europa a partir do Leste e rezavam a Nossa Senhora de Fátima para salvar a nação desse flagelo… O mundo dá cada volta!

Basto 05/2019

9 thoughts on “Bispo de Fátima teme pelo “futuro da casa comum europeia”

  1. Maria Ribeiro 17 de Maio de 2019 / 12:06

    É até bom que “esta gente” abra a boca e diga o que lhe vai na alma. Porque assim ficamos esclarecidos (apenas não vê quem não quer), sobre os seus reais interesses e preocupações.

    Por aqui confirmamos pela enésima vez que a “Peregrinação Anual”, e outras actividades, em Fátima não estão conformes à Mensagem, nem de longe nem de perto.

    Dá pena ver como este Santuário vem sendo utilizado. O “outro” retira do Facebook uma informação importante para os eleitores por falsa “prudência”. “Este”, aqui fala nos “movimentos populistas” que na visão tacanha dele comprometem a União Europeia, sem qualquer receio de “imprudência”.

    Será caso para perguntar, “que igrejola é esta”?! Para que serve?! Porque não se preocupou ele com o “casamento” Gay, com as políticas contrárias à vida, neste País miserável que sustenta mordomias aos deputados nacionais e europeus?!
    Porque não se preocupa ele com a conversão, com o Santo Rosário, com o pecado que ofende Nosso Senhor, com a Santificação das almas, com a Reparação aos Sagrados Corações?!…

    “Esta igreja” preocupa-se em agradar ao “mundo”, ao “sistema político internacional”. Em todo o caso já “alguém” demostrou que “esta igreja” se tornou herege. É uma luta constante entre o Reino de Deus e o “reino das trevas”.

    A Verdadeira Igreja de Jesus Cristo AQUELA que Nossa Senhora mencionou, em Fátima está amordaçada, tanto no Vaticano, como nas Dioceses. Por isso, sempre que descobrem uma “Vozinha discordante” tratam de a calar ou expulsar.

    O clero está completamente silenciado, uma facção por pura ignorância, outra por medo das suas carreiras eclesiásticas, outra é a que executa a autodestruição, porque é a parte infiltrada e, ainda um sector bastante significativo que pensa que a obediência deve existir a todo o custo, mesmo com o preço da “Perdição Eterna”.

    A quem nós católicos estamos entregues?! Tenho até receio de dizer…

    • Basto 17 de Maio de 2019 / 12:49

      É de facto interessante reparar na inversão completa do sentido da palavra “prudência”… Os bispos não se querem comprometer na discussão política para não terem de se chatear. Preferem ficar na sua zona de conforto, como gatos gordos senhores do seu sofá, e limitam-se a emitir, de vez em quando, um documento complexo que quase ninguém lê, apenas – digo eu – por descargo de consciência ou porque faz parte do Plano Anual de Atividades. Nas homilias falam de pássaros e flores, como diz o bom padre Alfonso Gálvez, e as coisa lá continuam a caminhar para o caos como se a Igreja não existisse.

      Hoje é sexta-feira e, se houvesse realmente vontade e empenho, a Igreja poderia fazer tremer o país na próxima segunda-feira, obrigando a Assembleia da República a revogar todas as leis iníquas em poucas horas. Bastaria vontade e empenho, e fé.

      É mais fácil esconder o crucifixo de baixo da lapela, aparecer discretamente nos eventos sociais e não criar grandes ondas. Se eu não os chatear muitos, talvez eles também não me chateiem – não sei se é isto, mas parece!

  2. maria martins 17 de Maio de 2019 / 15:36

    Mas, este “senhor” nunca enganou ninguém!
    Não é ele e mais os seus seguidores, que são os mentores da REVOLUÇÃO modernista, na Igreja, relativamente, ao ADULTÉRIO INSTITUCIONALIZADO?
    Reparem na maneira de ACUSAR, e vejam, como é a mesma do seu “mestre”…
    Será que a sua escolha, para Bispo de Leiria Fátima, foi inocente?
    Ouvi-o numa entrevista a dizer que se converteu a Fátima, há muito pouco tempo, mas será que se CONVERTEU mesmo?
    Aonde está, então, a coerência com a Sua Mensagem?!
    Umas vezes, são PRUDENTES com as afirmações Políticas, quando devem “dar a cara”, outras competem com os “Bloquistas” a ACUSAR os que são FIÉIS A JESUS CRISTO !
    A Catarina Martins que se cuide, pois, já tem, quem lhe queira usurpar o lugar!!!

  3. Maria Amélia 17 de Maio de 2019 / 16:43

    É isso mesmo.
    A Igreja poderia fazer TODA a diferença, caso Ela cumprisse a sua Missão. Mas não. Ficou completamente obsoleta e atrofiada. Por isso, cada vez mais pessoas perdem a Fé.

    Podiam, pelo menos ficar quietinhos para não danificarem o remanescente do rebanho…

  4. Marcelino Pachuczki 17 de Maio de 2019 / 17:03

    Este Dom Antonio Marto tem algum parentesco com os pastorinhos de Fátima? Ou apenas um sobrenome igual?

    • Basto 17 de Maio de 2019 / 17:26

      Não, penso que isso é mera coincidência. Ele é transmontano, de Chaves.

  5. Geraldo 17 de Maio de 2019 / 17:23

    CONFIRAM, DE IMEDIATO QUE ENCONTREI DE EMBUSTES, SEM MUITO PESQUISAR, SUTILMENTE CAMUFLADOS, SEM ME ESTENDER A MAIS, APENAS NESSES TRECHINHOS…
    … A poucos dias das eleições para o Parlamento Europeu – um oneroso organismo comunitário (esquerdista)que, ao fim de quase 70 anos de funcionamento, ainda não é fácil perceber para que serves(serve para beneficiar o Estado material-ateísta e anticatólico) -, o cardeal D. António Marto teme pela estabilidade das democracias liberais(antiesquerdistas) que alicerçam o projeto de construção europeia. Um projeto que cresceu a partir de ideais maçónicos(portanto, diabolistas) que levaram à erradicação dos valores cristãos e nacionais das nações europeias(abrindo as vias para chegada do anticristo), abrindo as portas ao ensino laico(disfarce de Estado ateu-militante), ao esvaziamento moral da sociedade(apostasia e alienação total da sociedade), à pornografia generalizada(animalizando os incautos), à prostituição das relações sociais(bem ao sabor da nova igreja “católica”, a inclusiva, a contemporanea, a macaqueada, a misericordiosista, desde a do papa Francisco), ao homossexualismo galopante(ideal dos ideologistas reinantes, hordas infernais ambulantes), à promoção do aborto livre e gratuito(meta da Serpente do Éden), ao materialismo exacerbado (relativizaçao geral das pessoas, dirigindo-as para o inferno), etc.
    Tagle1
    In Agência Ecclesia, 12 de maio de 2019.
    Tagle2
    Cardeal misericordista D. Luis Tagle com o Papa Francisco na viajem apostólica às Filipinas em janeiro de 2015(Num gesto de ambos, aparentemente usado por satanistas, dedos chifrados).
    Os temores do cardeal misericordista português prendem-se talvez com a emergência recente de alguns grupos minoritários no panorama político e social europeu que defendem, por exemplo, a regulação da imigração ilegal(como defesa do anti arquiinmigo Islão) ou fim do aborto livre e do casamento gay, entre outras obscenidades da esquerda globalista radical ditadas a partir de Bruxelas(Bruxelas nos recorda e reporta a ações cabíveis apenas a bruxos(as) e como sintonizou-se!).

  6. maria martins 23 de Maio de 2019 / 18:49

    OS FINS NÃO JUSTIFICAM OS MEIOS!!!!

    PAZ, PAZ, PAZ !!! QUE PAZ?!
    O Projecto Europeu é de Paz, com a DITADURA do laicismo?! Que fazem aos que não alinham e, em nome da TOLERÂNCIA, os acusam de homofóbicos, xenófobos e de tudo mais?!
    Quanto Intelectuais, Líderes Religiosos, Jornalistas já foram suprimidos da Internet, presos e perseguidos só porque defendem os seus Ideais, por esse mundo afora, e denunciam a VERDADE, sem VIOLÊNCIA?!? Aonde está a TOLERÂNCIA?! Só para os outros?! É como a definição de Comunista: “o que é meu, é meu, o que é teu, é NOSSO!!!…”
    Depois da segunda Guerra Mundial, o Projecto é esse mesmo: a DESTRUIÇÃO das NAÇÕES, das SOBERANIAS, das CULTURAS, das RELIGIÕES… para assim, ser mais fácil a ESCRAVATURA, ou melhor, a MASSIFICAÇÃO de toda a “CARNEIRADA” que, sem VALORES, nem Referências Morais e Religiosas, mais facilmente é DOMADA, submetendo-se à NOVA RELIGIÃO GLOBAL, onde o NOSSO DEUS, O DEUS DE JESUS CRISTO é, simplesmente, ANIQUILADO!!!
    Será que estes senhores (nossos superiores religiosos) não vêem o que estão a fazer à Sociedade e aos Princípios Cristãos?!
    Se querem ser prudentes, ou covardes, traidores de JESUS CRISTO, Pilatos do século XXI, que o sejam em tudo, mas que se CALEM e não DEFENDAM mais, quem está do lado OPOSTO! Não ENGANEM MAIS, os incautos e DEFENDAM A SUA FÉ até à MORTE!!
    NUNCA IMAGINEI QUE ESTIVÉSSEMOS TÃO MAL SERVIDOS DE LÍDERES!!!

    …”Pois quando vos disserem: Há Paz e Segurança, então, sobrevirá, repentinamente ,uma DESTRUIÇÃO….”– TESSALONICENSES – 5:3

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s