Sacerdote de Lousada foi pai duas vezes em 13 meses

O pároco de Covas, Sousela e Nespereira, no concelho de Lousada, de acordo com a informação publicada pelo JN, assumiu a paternidade de duas crianças com cerca de um ano de diferença etária e mães diferentes.

O caso acima ganha um particular interesse mediático no momento em que se realizam os trabalhos preparatórios do Sínodo para a Amazónia, que decorrerá entre 6 e 27 de outubro. Muitos católicos temem pelo fim do celibato sacerdotal na Igreja Católica Latina após um eventual procedimento sinodal similar ao utilizado durante o chamado Sínodo da Família para a legitimação pastoral do recasamento civil entre divorciados e a abertura da Sagrada Comunhão a adúlteros não arrependidos.

Basto 06/2019

16 thoughts on “Sacerdote de Lousada foi pai duas vezes em 13 meses

  1. Segundo o que se noticiou, o Bispo nunca admitirá uma vida dupla. Depreende-se, porém, que será repreendido, mas podendo continuar como Sacerdote… Contudo, este caso roça a leviandade: duas mulheres diferentes, num ano?!

    Nos tempos que correm e numa Igreja completamente “laicizada e hedonista” é difícil dar uma opinião aceitável, porque a maioria dos clérigos e até dos leigos deixou de acreditar na beleza e no verdadeiro sentido do Celibato!
    Mesmo, tratando-se de uma escolha, em favor da DISPONIBILIDADE E POR AMOR AO REINO DE DEUS, só pode ser concretizada com sucesso, estando numa COMUNHÃO, a todos os níveis, com Jesus Cristo.
    Ora, se essa ENTREGA não for profunda e coerente, é impossível qualquer sacerdote aguentar a solidão e vencer as variadas tentações que, acredito, são muitas! Daí, não poderem descurar a ORAÇÃO como Nossa Senhora lhes pede! E, mesmo assim, estar vigilantes, porque a “oferta” é muita!

    • Eu vivo bastante perto da área em questão mas não conheço nem o padre nem as paróquias. Há dias, porém, quando soube pela primeira vez desta notícia, uma residente local dizia-me, em defesa do sacerdote, que era o único do concelho com coragem para assumir os seus filhos. Segundo ela, há mais e as pessoas sabem disso… Eu não faço a menor ideia.

  2. Infelizmente, também já ouvi comentários, sobre outros casos idênticos, em que o Bispo aceitou a situação, desde que prometessem não recair. Continuo a dizer: manter-se fiéis, só com muita, muita e muita oração e uma vida de Santidade, tal como Nossa Senhora lhes aconselha! Caso contrário, nunca conseguirão ser castos e outro Jesus na Terra; estarão sempre divididos!

      • Coitado “que má onda”… “serpente” mesmo, das venenosas. Uma mulher decente não teria esta atitude. Qual a intenção desta cobra? Um e outro são culpados desta anedota.
        Se não fosse tão sério até dava para rir… Como não hão-de, depois dar a Comunhão aos” recasados”?! Então, se não há Inferno…

        Quanto ao caso da Madeira, o Padre Giselo, eu conheço-o pessoalmente. Era, em si, um bom Sacerdote que lutava pela Santidade. Pelo que me apercebi, não era nada “moderninho”. Enfim, “em bom pano cai a nódoa”. Sinceramente, não estou a ver o Padre Giselo a assediar ninguém…

        Por isso que eu acho que as mulheres deviam afastar-se o mais possível dos Padres…Pouca confiança, muito respeito…Conversar, apenas o estritamente necessário, nada de conversinhas banais, ou mundanas.
        Nós sabemos que muitas mulheres, cultivam pelos Sacerdotes um “amor” estranho que, em muitos casos é uma espécie de “amor platónico”. Agora, como não há vergonha, tudo lhes é facilitado e mergulham numa tentativa de tirar o Padre do seu caminho…
        Imaginem, quando houver diaconisas ou sacerdotisas?!…

        No entanto, a súbita divulgação destas notícias poderá significar algo oculto: Levar as pessoas a concordar com a remoção do Celibato Sacerdotal. Porque convenhamos, escândalos destes não são, de todo novos na história da Igreja.

    • Não sabia desse caso do padre brasileiro de Porteirinhas, se não me engano no noroeste de Minas Gerais. Como se diz aqui no Brasil, há padre e padres, quer dizer há vários tipos de padres. Há aqueles que se esforçam por viver o celibato e há aqueles que, infelizmente, não levam a sério o celibato. Mas acredito que muitos caem na tentação por fraqueza, visto que as mulheres anda muito “assanhadas”; tempos de liberação sexual muito forte. O mundo mudou muito desde a revolução sexual de 60.

      • Pois, metade do problema está nessas tais mulheres muito assanhadas, uma espécie cada vez mais abundante e a quem os votos sacerdotais de alguém não lhes suscitam o mínimo de respeito ou de temor. Talvez isso até funcione como fator de atração…

  3. Esta ultrapassa tudo e envergonha qualquer um!
    Para além do conteúdo, a entrevista concedida pelo dito padre, à Comunicação Social, é deveras condenável! Não se reconhece, nele, o mínimo de constrangimento ou arrependimento, chegando a GOZAR com a situação, feito marialva!… Gaba-se, também, da foto ter sido tirada, por “uma menina muito bonita e jeitosa”!
    E, depois, ainda diz, que apenas sente saudades de presidir à Eucaristia e que se for afastado, vai, de mochila às costas, pregar o Evangelho! COM QUE ESPÍRITO?!! O do MUNDO?!
    Como pode sentir isso, se não demonstra qualquer arrependimento, pelo que fez?! É que, neste caso, nem me parece que seja um caso pontual de fragilidade humana, mas sim, de pura promiscuidade, premeditada e assumida!!

    SINAIS DOS TEMPOS!!

  4. Depois de ler vários Artigos sobre a postura do Vaticano, em relação a este tema, cada vez fico mais perplexa, com a LIGEIREZA com que o assunto é debatido; e o que me escandaliza mais, nem é a FALHA do sacerdote, que por fragilidade ou leviandade, tenha caído, mas sim, as justificações: Primeiro as pessoas e depois a Instituição! Como? Porque não pensam nisso, antes de cometer o acto?! Será que não sabem, que há consequências e, possivelmente, uma criança que, mesmo perfilhada, fica órfã de PAI, para todos os efeitos?! E com que MORAL ficam esses “senhores padres”, para aconselhar os outros?! PERFILHA-SE, e pronto; está tudo resolvido! Já não basta, os MILHÕES de crianças, para aí DEIXADAS pelos progenitores que trocam de mulher por qualquer motivo? Já não basta, as crianças que nascem de todo o tipo de procriação adúltera, independente… e sei lá que mais?!
    O PROBLEMA é bem mais profundo! Todos sabemos, que não se pode agradar a dois senhores ao mesmo tempo (ao mundo e a Deus)…
    Se,realmente, vivessem, uma vida de Santidade mergulhada na oração, mesmo com sofrimento, acabariam por se sentir felizes pelo CAMINHO QUE ABRAÇARAM e, em vez de BANALIZAR ou NIVELAR POR BAIXO, sentir-se-iam ALMAS PREDILECTAS e ABENÇOADAS! Amas MÍSTICAS, verdadeiros CANAIS DE GRAÇA, para o mundo, e a quem Deus nada negaria para CONVERTER E AJUDAR os outros, e os MILAGRES PROLIFERARIAM: OS SINAIS DO REINO! Não é isso, que constatamos, na vida dos Santos?!
    Agora, com um (?) pé no mundo e outro(?) em Deus, receio que em vez de Graça, atraiam a Maldição!…
    Só assim se compreende o DESCALABRO ESCANDALOSO com que, todos os dias, somos bombardeados!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s