Nova pastoral na Arquidiocese de Braga: reabertura de mais uma temporada do “Ar de Rock Laúndos”

ar.de.rock.laúndos.jpg

A Agência Ecclesia tem vindo a anunciar, de forma quase messiânica, a reabertura do “Ar de Rock Laúndos – Típico Espaço Paroquial”, que deverá acontecer durante o fim de semana em que se celebra o aniversário da 3ª Aparição de Fátima (a do Segredo).

De acordo com a agência de notícias dos bispos portugueses, o pároco local, Guilherme Peixoto, é quem “dá a vida” a este projeto pastoral da Paróquia de Laúndos, Póvoa de Varzim, na Arquidiocese de Brga. Para o sr. Padre Peixoto, que durante a noite acumula funções de DJ residente no Ar de Rock Laúndos, o projeto justifica-se porque “tudo anda à volta da alma”.

“É uma espécie de viagem que vamos fazendo ao longo da noite.”

(Pe. Guilherme Peixoto, in Ecclesia, 08/07/2019)

O sacerdote é o responsável pelo reportório de música eletrónica que embala a alma dos paroquianos nas noites de Laúndos. A sua “capacidade de leitura do público” dançante, diz o sacerdote, advém-lhe do “treino das homilias”.

 

Pe. Guilherme Peixoto na celebração da Solenidade de São Pedro e São Paulo de 2019:

 

Pe. Guilherme Peixoto em pleno ofício pastoral na Praça de Touros da Póvoa de Varzim:

 

Pe. Guilherme Peixoto no encerramento da Semana das Vocações:

 

Envolvimento das mulheres nas responsabilidades pastorais:

A tal “Igreja em saída”…

Basto 07/2019

21 thoughts on “Nova pastoral na Arquidiocese de Braga: reabertura de mais uma temporada do “Ar de Rock Laúndos”

  1. Já não tenho palavras que possam classificar semelhante ABERRAÇÃO!

    Por isso, mais uma vez, vou transcrever alguns enxertos da Obra de Maria Valtorta — O Evangelho como me foi Revelado— Jesus profetiza para a Igreja futura. (a nossa)

    … “Em verdade vos digo, que também será destruída a Terra, quando a desolação penetrar no novo Sacerdócio, conduzindo os Homens à apostasia, a fim de abraçarem as doutrinas do Inferno. Surgirá, então, o filho de Satanás e os Povos gemerão de dor e poucos ficarão fiéis ao Senhor….”
    … “AI, três vezes AI, se, para confortar os cristãos, não houver verdadeiros sacerdotes…”
    Em verdade, Eu vos digo, a última perseguição será horrenda, não por homens, mas pelo filho de Satanás e seus sequazes. Sacerdotes? Mais do que Sacerdotes deverão ser os da última hora, de tão feroz que vai ser a perseguição pelas hordas do Anticristo”… “Sacerdotes? Não, Anjos, agitando o turíbulo do incenso de suas virtudes, a fim de purificar o ar dos miasmas de Satanás. Anjos? mais do que Anjos. Eles deverão ser outros Cristos, ou Eu, para que os fiéis dos últimos tempos possam perseverar até ao fim. ISTO É O QUE DEVERÃO SER!!!

    É ISTO QUE VEMOS?!

    …. “Um sacerdote indigno, impuro, infiel, incrédulo, tíbio ou frio, extinto, luxurioso faz um mal dez vezes maior do que um fiel culpado pelos mesmos pecados, porque arrasta muitos outros para o pecado.
    O relaxamento no Sacerdócio, o acolhimento dado a IMPURAS DOUTRINAS, o egoísmo, a avidez, a concupiscência, junto com o Sacerdócio, desemboca no Decídio!….

    E muito mais, poderia ser transcrito! Contudo, penso que nestes poucos extractos já podemos constatar em que fase nos encontramos e de que lado estão ESSES SENHORES!!!

    Sempre defendi uma Igreja atraente para os jovens e afins… mas equilibrada, decente, longe do MUNDIALISMO PERVERSO E INDECOROSO!…
    A Igreja que deveria PRIMAR por denunciar os vícios mundanos, neste caso, faz-lhes PUBLICIDADE, com o devido proveito, através de danças sensuais, indecentes, vulgares e, não esquecendo, as bebidas alcoólicas!

    Apetece-me desabafar com uma frase Bíblica: … “FOGE DO MEIO DELES, MEU POVO!!!”

  2. É o caos. Ás vezes penso que já batemos no fundo.
    É só esperar o dia seguinte para constatar que o fundo parece não ter fim e desce mais e mais…fundo…
    Que horror de Sacerdote. Meus Deus

  3. E mais, quando via os vídeos aberrantes e paganizados de certas Celebrações na Internet, dava Graças a Deus, por essa moda não ter chegado a Portugal, pensando ser uma das BENESSES de Nossa Senhora…
    Infelizmente, enganei-me, e o que custou foi haver o primeiro…. para que a moda prolifere!!
    — Aguardemos! Pode não haver dinheiro, para os pobres, sem abrigo, que ficam em listas de espera durante anos, para arranjar um quarto, mas para FUTILIDADES, há SEMPRE!!!

  4. Basto, mais uma frase que nos faz pensar, de D.Jorge Ortiga de Braga:

    “A Igreja não é o “clube” daqueles que se apaixonam pelas coisas religiosas. A Igreja são todos aqueles que acolheram o convite do Senhor para fazer parte do seu grupo. Não fomos nós que O escolhemos, foi Cristo que nos escolheu e é Ele que nos envia em missão.”

  5. Que Deus me perdoe, mas quando oiço o D. Jorge Ortiga como um camaleão, que sempre se ADAPTA às situações , conforme lhe interessa… apetece-me dizer como o outro: … ” por que nó te callas?!”…

  6. De salientar que com a atividade de DJ, e a envolvência de toda a comunidade, pagamos a dívida que recebi quando cheguei a Laúndos, fizemos salas para a catequese, não existia uma única sala, restauramos a Igreja Matriz, e atualmente estamos a trabalhar para a construção da Sede do Agrupamento de Escuteiros, são as causas que nos unem.

    Já agora partilho alguns momentos na vida da fé das minhas paróquias, muito mais haveria a partilhar, mas claro a notícia é o padre DJ…

    Peregrinação Arciprestal o Santuário de Nossa Senhora da Saúde em Laúndos:

    Coros Infantis de Amorim e Laúndos:

    Pequenos Cantores de Amorim e Laúndos:

    Coro Manuel Giesteira:

    • Bem haja, senhor Padre Guilherme, pelo trabalho meritório que aqui refere enquanto sacerdote e que, evidentemente, não causa o menor escândalo na comunidade católica, antes pelo contrário. Agora, se me permite, e com o todo o respeito que me merece, a sua atividade de Dj é algo que não se coaduna minimamente com o seu ministério sacerdotal. Desculpe-me a frontalidade, senhor Padre, mas essa é a verdade.

      A notícia era de facto o “padre Dj”, como referiu no seu comentário. Quem a deu, e de um modo quase messiânico, foi a agência noticiosa dos bispos portugueses, o que, em si, é outra notícia tão absurda como a primeira, compreensível apenas no contexto da crise profunda que atravessa hoje a Igreja. Uma crise anunciada em Fátima e em outras aparições, como o senhor Padre certamente deve saber, talvez até bem melhor do que eu.

      Obrigado pelo seu comentário. Que Deus o abençoe e lhe dê o discernimento necessário ao exercício do seu importante ministério sacerdotal.

    • Parabéns, Sr. Padre Guilherme.
      Relativamente às actividades, mencionadas e apresentadas, aqui por V. Rvcia, nada a censurar. Continue sempre a promover o que edifica e santifica. Não perca nunca o foco, o ponto de referência que é Jesus Cristo.

      Quanto às outras comentadas, acima não têm classificação possível. Pura e simplesmente escandalosas, no contexto de Paróquia, envolvendo um Sacerdote. Completamente fora de questão, mesmo que, através de todo esse “trabalho” específico tivesse conseguido liquidar todas as dívidas do País. Não se justifique dessa forma porque fica ridículo, tão ridículo como a figura de V. Rvcia, nos vídeos. Me perdoe, dói ter que dizer tal coisa, mas é o que vejo como realidade e verdade. Prefira quem o critica porque o corrige e não, quem o bajula porque o corrompe.

  7. Senhor Pe. Guilherme, confesso que estou emocionada com a sua resposta, e acredito nas suas boas intenções.
    É ainda muito jovem e, talvez, fruto, das actuais modernices que teimam em” conspurcar” a Igreja de Jesus Cristo. Mas, “os fins não justificam os meios”… e Quem melhor que o Espírito Santo, para o ajudar a LIMAR aquilo que, aos olhos de Deus, possa ser perverso?!
    Deixe -se conduzir, somente, pelo EVANGELHO, porque é Jesus que o afirma e, mais uma vez cito, Maria Valtorta– O Evangelho como me foi Revelado– … ” Eu vos digo que, se fossem escritas todas as minhas acções, lições particulares, penitências e orações para Salvar uma alma, seriam necessárias as salas de uma das vossas Bibliotecas, e uma das maiores, para conter os livros que falassem de Mim.
    E também vos digo: ” SERIA MUITO MAIS ÚTIL, PARA VÓS, JOGAR NO FOGO, TANTA CIÊNCIA INÚTIL, POEIRENTA E VENENOSA, A FIM DE DAR LUGAR AOS MEUS LIVROS, FICANDO A SABER- SE MAIS SOBRE MIM, DEIXANDO-SE DE ADORAR AQUELA IMPRENSA, QUASE SEMPRE SUJA DE SENSUALIDADE OU HERESIA!!…

    E, agora, acrescento eu: o que mais me ESCANDALIZOU foram as bebidas, imitando as discotecas mundanas, e a postura VULGAR das bailarinas em palco, imitando as acompanhantes das Bandas Pimba…
    Como mulher Católica, e não SANTA, sinto-me envergonhada, por ser onde é!!

    E, parafraseando mais uma vez, Jesus na Obra já citada, escrevo o conceito que Jesus tem das actuais mulheres:… “Pretenderíeis que, porque vós, vinte séculos depois, e quando a perversidade da vida MATOU O GRANDE AMOR, que Eu vos desse uma MARIA DE NAZARÉ igual à árida e superficial mulher, como é a do vosso tempo?!
    — ” Maria, é o que é! Doce, pura, amorosa, Esposa de Deus, Mãe Virginal e não, doentiamente exaltada, ou glacialmente egoísta, como a mulher do vosso tempo!…
    Aqui, também, posso enterrar a carapuça, mas aprendamos a lição!!

    Senhor Pe., não leve a mal o que lhe escrevemos, mas é nosso dever, pelo menos, alertar: … “Deus não violenta a vontade do Homem e, se o Homem não quiser converter-se, inutilmente, os meios, que Deus lhe propõe, serão úteis… (palavras de Jesus)

  8. E, respondendo a D. Jorge Ortiga, não com palavras minhas, pois não tenho Sabedoria para tanto, cito novamente Jesus em –O Evangelho como me foi Revelado– … ” E, então, se verá, que nem todos os poderosos serão poderosos no Céu, e que nem todos “os escolhidos”, pelo Cristo, para terem a sorte de serem Seus Servos, terão sabido merecer ser escolhidos para a festa nupcial…”

    Igualmente, muitos considerados “os primeiros” serão ” os últimos”, ou nem os ” últimos serão!…”
    …” porque muitos escolhidos serão chamados, mas poucos terão sabido transformar sua escolha, em UMA VERDADEIRA GLÓRIA!”

    — ESFORCEMO-NOS, PARA PODERMOS ENTRAR PELA PORTA ESTREITA!!

    • Tudo orquestrado com “aparência de bem”. Sintomas muito característicos do “pernicioso”. Os incautos “pastores” do nosso tempo, mergulhados na mais densa escuridão, não têm mais nada que oferecer aos fiéis. Realmente o “Mal” costuma fazer muito “barulho”.

      Até agora, na minha Paróquia trabalhou-se de maneira diferente e bem mais discreta. Para explicar vou entrar em alguns detalhes:

      Tivemos necessidade de recuperar um edifício antigo. O Pároco de então, muito correcto (que veio a falecer de Alzheimer), rodeou-se de pessoas não muito íntegras, em quem ele confiava.
      Enganaram-no muito bem, a derrapagem foi fantástica, com resultados catastróficos: O edifício é um perfeito mamarracho, tendo mergulhado a Paróquia numa dívida, ao Banco insuportável.

      No entanto resolveu-se o problema de uma forma muito simples, onde todos os paroquianos colaboraram.

      Formaram-se equipas que periodicamente cozinhavam deliciosas papas de sarrabulho, feijoada e outras iguarias, elaboradas com ingredientes, alguns deles fornecidos. Aquilo era um “produto” rapidamente escoado que rendia bastante, a preços acessíveis. Uma “festa” muito conveniente às donas de casa, que tiravam folga nesses Domingos especiais.

      As dívidas saldaram-se, fizeram-se novas obras de reabilitação do referido edifício e de outras estruturas.
      Durante o período de Inverno, pelo menos uma das equipas continua a disponibilizar-se gratuitamente.

    • Eu não sei mais sobre este caso concreto do que o que nos é mostrado nestes pequenos excertos da comunicação social. Agora, eu não tenho o mínimo problema em afirmar que essas funções de animador de espaços/eventos de diversão noturna desempenhados por um pároco local são inapropriadas e até ridículas. A julgar pelos vídeos, o rei vai nu lá para os lados de Laúndos, pelo menos durante a noite. O padre faz uma figura triste, descredibiliza o ministério sacerdotal e o catolicismo em geral. E para falar a verdade, a sua justificação não serve…
      O que é que o sr. Pe. Guilherme está tentar a dizer-nos afinal? Que faz esse “sacrifício” de trabalhar como Dj durante a noite para conseguir resolver os problemas da paróquia? Não creio que seja isso, e ainda que o fosse, como dizia acima a Maria Martins, a nobreza das causas jamais justificaria este tipo de meios… Já que estamos no campo das coisas absurdas, talvez ninguém se tenha lembrado ainda de angariar dinheiro com a venda de substâncias psicotrópicas – muito associadas a estes eventos de música eletrónica – para ajudar as missões no Panamá ou em Moçambique… Valha-nos Deus!

      • A questão fundamental do «Ar de rock», «padre DJ» e outras actividades é se os fieis estão ou não a viver e a crescer nas virtudes sobrenaturais da Fé, Esperança e Caridade, se procuram viver uma vida cristã, abeirar-se dos sacramentos para que Deus lhes comunique a Sua Vida e assim recebam o perdão dos pecados e reconheçam Jesus como seu redentor e salvador, e com humildade procurem fazer a vontade de Deus, cumprir os mandamentos com esperança de um dia alcançarem o Céu.

        No comentário do sr.padre Guilherme Peixoto faz uma observação importante, indicando que «claro a notícia é o padre DJ». É essa a notícia porque é essa a mensagem que o mundo quer ouvir, pois confirma-o no seu pecado, no seu comodismo, não o chamando à conversão. Quantos não se convertem porque não vêem ali nada que os chame à conversão? Não vêem ali nada de diferente do que já fazem no mundo?

        O que indica D.Jorge Ortiga é que não está a resultar:
        http://diocese-braga.pt/noticia/1/21830

        “Somos cada vez menos sacerdotes e as actividades pastorais são mais diversificadas e complexas. É importante que ninguém ignore esta realidade.”

  9. Amiga, todos esses métodos têm sido usados noutras paróquias que eu conheço e para as quais também contribuí… “Grão a grão”, com a Bênção da Providência Divina, lá conseguiram pagar tudo! (sempre me ensinaram que as coisas de Deus são SUADAS!)
    Mas, que eu saiba, nunca tiveram a projecção e a bênção glamurosa, como esse senhor Pe. Guilherme, por parte da Arquidiocese!…
    Logo, cada um só pode dar aquilo que tem dentro de si! E, se o Arcebispo gosta e aplaude, “quem somos nós para o julgar?”

    Será, que esses IRMÃOS estão na Igreja , realmente, por Jesus Cristo e Sua Mensagem, ou “porque gostam das coisas (mundanas) que esta igreja lhes oferece?”

  10. E outra coisa tenho constatado nos discursos de D. Jorge Ortiga , transcritos no Jornal Diário do Minho, ultimamente.
    Apela muito à Solidariedade, ao Acolhimento em Missão e por aí afora.. e para que deixemos de ser POPULISTAS!
    O pior é que, nos contextos apresentados, a interpretação que eu faço é de que esse POPULISMO diz respeito aos que contrariam as actuais formas de procedimento da PRESENTE IGREJA! Aqueles que não se deixam contaminar pelo MODERNISMO PAGÃO e vão denunciando as incoerências!…
    E, segundo o meu entender, a nossa luta pode ser interpretada como HIPÓCRITA, PORQUE É POPULISTA e não SINCERA!!!

    MAS O QUE GANHAMOS NÓS, EM ESTAR NO CONTRA, SENÃO A CERTEZA DE ESTAR AO LADO DA VERDADE?!

    Pessoalmente, até gostaria que certas doutrinas pudessem ser mais flexíveis; não porque não entenda a profundidade desse perigo, mas porque tudo se tornaria mais fácil, para a vida de muitos que AMO e que TEIMAM em seguir o caminho mais perigoso! Dir-lhes-ia aquilo que gostam de ouvir e não O que Jesus nos EXIGE… Seria muito mais “PORREIRA”, desculpem lá o calão que não faz parte , de todo, da minha linguagem…mas lembrei-me de um senhor Pe. de quem gosto muito e que o costuma aplicar para as situações ditas LIGTH da nossa actual igreja: “Não queiram ser padres “porreiros!”…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s