George Weigel (!) denuncia o vandalismo romano

paglia

Por Christopher A. Ferrara

Na noite em que o Cardeal Jorge Mario Bergoglio foi eleito Papa, eu encontrava-me com o Pe. Gruner a gravar um programa de televisão num estúdio da periferia de Roma, durante o qual não tinha mais do que elogios para oferecer ao novo Pontífice. Tão pouco que eu sabia. Nesse momento, eu não podia prever que este pontificado iria revelar-se muito pior do que esta terrível previsão antecipada, publicada no próprio dia da eleição de Bergoglio.

Tão mau é o atual pontificado que, por comparação, até faz o pontificado de João Paulo II, marcado pela novidade, parecer firmemente tradicional. De facto, o legado de João Paulo II de um corpo sólido (por mais prolixo que possa ser) de teologia moral está sendo agora sistematicamente desmembrado pelos colaboradores do atual Papa ou, mais propriamente, pelos seus capangas.

Se a palavra capangas parece muito forte, consideremos esta reportagem do LifeSiteNews, que descreve como precisamente o biógrafo de João Paulo II, George Weigel – que não é um tradicionalista – denunciou a “violência e força bruta” com que o grão-chanceler do Instituto João Paulo II para o Matrimónio e Família, o Arcebispo D. Vincenzo Paglia, escolhido a dedo por Francisco, está a destruir o Instituto.

O LifeSiteNews baseia-se num “duro artigo” que Weigel escreveu para o The Catholic World Report no qual denuncia como o “grosseiro vandalismo intelectual” com que Paglia “perentória e sistematicamente despe [o Instituto] da sua principal faculdade” ao mesmo tempo que “os seus principais cursos de teologia moral fundamental foram encerrados”.

Pior ainda, “os académicos conhecidos por se oporem aos ensinamentos da Humanae Vitae sobre os meios legítimos de regulação da fertilidade e aos ensinamentos da Veritatis Splendor a respeito dos atos intrinsecamente maus estão a ser nomeados para ensinar no reconfigurado Instituto…”.

A avaliação de Weigel relativamente aos resultados até agora obtidos é clara : “Dezasseis séculos depois do primeiro saque vândalo de Roma, eles estão de volta, mas desta vez o cabecilha dos vândalos usa um barrete de arcebispo”.

E quem é afinal o Arcebispo Vincenzo Paglia? Como observa Weigel, ele não apresenta “qualificações evidentes” para o cargo. De facto, a sua única reivindicação de fama – ou melhor, infâmia – é que ele “encomendou um fresco homoerótico para a abside da catedral de Terni-Narni-Amelia”, no qual ele próprio aparece retratado seminu. Tal como acontece com os outros capangas que Francisco elevou ao poder para realizar os seus desejos, Paglia – afirma Weigel – “está a agir precisamente como aqueles que manipularam os Sínodos de 2014, 2015 e 2018, ou seja, outra cabala de clérigos ambiciosos (e, francamente, pouco brilhantes) que viram os seus argumentos sucessivamente derrotados e depois tentaram compensar com brutalidade e ameaças”.

Nunca se esperaria que um “normalista” como Weigel emitisse uma avaliação de Roma como sede de corrupção diabólica, mas aqui está: “Assim é a atmosfera romana neste momento: sulfurosa, febril e extremamente sórdido, com mais do que um sopro de pânico. Não é assim que se comportam as pessoas que acreditam estar firmemente no comando e que provavelmente continuarão”. Por outras palavras, o atual pontificado está a ser administrado por bandidos eclesiásticos que acreditam que somente a força bruta pode manter o seu domínio do poder. Portanto: capangas, de facto.

Ainda sim, como observa esperançosamente Weigel: “como João Paulo II sabia, a verdade vencerá sempre, por mais tempo que demore, porque o erro não tem vida e é estupidificante”. É precisamente assim. Entretanto, porém, como o Pe. Gruner nunca deixou de avisar os fiéis, o bem de inúmeras almas está a ser ameaçado pelos “lobos vorazes” de que o próprio Nosso Senhor nos avisou, esses “falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos vorazes” (Mateus 7, 15).

Nestas circunstâncias verdadeiramente sem paralelo na história da Igreja, humanamente falando, a verdade não prevalecerá pelos seus próprios méritos (essa é a assunção ingénua da modernidade denunciada como loucura pelos grandes Papas pré-conciliares). Pelo contrário, o triunfo da verdade numa Igreja em crise exigirá a mais extraordinária ajuda do alto, em que o Senhor da História, agindo por intercessão de Sua Mãe Santíssima, porá um fim a esta loucura. Na Igreja, como no mundo, o triunfo da verdade envolverá o Triunfo do Coração Imaculado de Maria.

A edição original deste texto foi publicada pelo Fatima Center a 1 de agosto de 2019. Tradução: odogmadafe.wordpress.com

Nota da edição: o conteúdo do texto acima é da inteira responsabilidade do seu autor, salvo algum eventual erro de tradução. A presente edição destina-se exclusivamente à sua divulgação. Sempre que possível, o texto deve ser lido na sua edição original.

Basto 08/2019

6 thoughts on “George Weigel (!) denuncia o vandalismo romano

  1. Só pelo mural homoerótico, esse senhor Arcebispo Vicenzo Paglia fica logo retratado… levando-nos a concluir, que pouco melhor há para o classificar relativamente às suas convicções!
    Quanto ao Papa Francisco escolhê-lo como pessoa da sua confiança: “Diz-me com quem andas, dir-te-ei, quem és!

    Acho que agora, não há pílula azul que aguente!

  2. O papa Francisco teria dito que PASSAREI PARA A HISTORIA COMO SENDO O PAPA QUE DIVIDIU A IGREJA, porém, muito mais que isso, teria havido divulgações que muito pior tem existido clamores dos conservadores que paulatinamente “fragmenta-a, estilhaça-a, sendo que a futura farsa do “Sínodo da Amazonia” que se realizará no mês de outubro próximo já estaria com as decisões a serem tomadas visando o objetivo de criar uma nova igreja, macaqueada, em nada se diferenciando de uma seita relativista protestante qualquer!
    No entanto, um circo-teatro bem antes seria muito interessante – as esquerdas adotam muito esse esquema para coletar simpatia dos mais incautos e funciona eficientemente, dessa forma os comunistas sabem muito bem de cooptar os cristãos mais despreparados!
    Dessa forma, esse futuro evento não passaria de um acontecimento contando inclusive com pleno apoio das esquerdas, o quanto basta para ser denunciado, como muito prejudicial para a Igreja de 2000 anos com sua rígida doutrina, mas sendo sua autêntica e confiáveis ensinamentos!
    O papa Eugênio IV, texto infalível, proclamado no ano de 1441 A. “A Santa Igreja Romana firmemente crê, professa e prega que todos fora da Igreja Católica, não apenas pagãos, mas também judeus, hereges e cismáticos, não podem tomar parte na vida eterna, mas irão para o fogo eterno ‘que foi preparado para o demônio e seus anjos’ a não ser que se unam a Ela antes da morte[…]”.
    Será que estamos mesmo diante de escritos proféticos atribuídos e divulgados de S Francisco de Assis, bastante conhecidos e divulgados?
    … “*Alguns pregadores manterão silêncio sobre a verdade, e outros a calcarão aos pés e a negarão. A santidade de vida será desprezada até pelos que exteriormente a professam, pois naqueles dias Nosso Senhor Jesus Cristo lhes mandará não um verdadeiro pastor, mas um destruidor”.
    Referente ao acima, aplicar-se aqui também o contido no **2 Te 2 3-12, como exemplo, aquele contestado e paradigmático ensinamento do papa Francisco, da A laetititia, dentre mais similares?
    “Ninguém poderá ser condenado para sempre, porque esta não é a lógica do Evangelho” etc.
    … **”Ninguém de modo algum vos engane. Porque primeiro deve vir a apostasia, e deve manifestar-se o homem da iniqüidade, o filho da perdição, o adversário, aquele que se levanta contra tudo o que é divino e sagrado, a ponto de tomar lugar no templo de Deus, e apresentar-se como se fosse Deus. Não vos lembrais de que vos dizia estas coisas, quando estava ainda convosco? Agora, sabeis perfeitamente que algo o detém, de modo que ele só se manifestará a seu tempo. Porque o mistério da iniqüidade já está em ação, apenas esperando o desaparecimento daquele que o detém. Então o tal ímpio se manifestará. Mas o Senhor Jesus o destruirá com o sopro de sua boca e o aniquilará com o resplendor da sua vinda. A manifestação do ímpio será acompanhada, graças ao poder de Satanás, de toda a sorte de portentos, sinais e prodígios enganadores. Ele usará de todas as seduções do mal com aqueles que se perdem, por não terem cultivado o amor à verdade que os teria podido salvar. Por isso, Deus lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro. Desse modo, serão julgados e condenados todos os que não deram crédito à verdade, mas consentiram no mal”.
    * https://odogmadafe.wordpress.com/category/profecia-de-sao-francisco-de-assis/
    ** 2 Tes 2 3-12.

  3. Relativamente, ao que acabo de ler, só posso concluir que chegámos onde chegámos, pela fraqueza, ambiguidade e MEDO, daqueles “que deveriam falar, ENERGICAMENTE, mas não falaram ou foram “NINS,” enquanto Jesus pregou: “Sim, sim; não, não!”– porque tudo que vem, para além disso, vem do demónio…
    Jesus diz em “O Evangelho como me foi Revelado”— “A vida Cristã é um perpétuo heroísmo, porque é uma perpétua luta contra o mundo, o demónio e a carne. Eu não vos obrigo a Servir-Me; Eu vos deixo livres. Mas HIPÓCRITAS é que não vos quero. Ou co/Migo, ou contra Mim! Vós não Me podeis enganar e Eu não admito alianças com o inimigo. Se preferis a Mim, não podeis ficar pensando em Mim como Amigo e com o demónio, também. Ou ele , ou Eu; ESCOLHEI !”

    ….” Também, hoje, passados vinte séculos, a contradição estará entre aqueles, para os quais Eu Me Revelo. Eu sou Sinal de Contradição, mais uma vez. Mas não Eu, por Mim mesmo.
    Os bons, os de Boa Vontade, terão as reacções boas dos pastores e dos humildes.Os outros terão as reacções dos escribas, dos fariseus, saduceus e dos sacerdotes , daquele tempo. CADA UM DÁ O QUE TEM!”

    “O Bom, que entra em contacto com o Maus, desencadeia , neles, uma efervescência de MAIOR MALDADE!!”

    Não é isto que se está a passar, hoje?!
    Os Pilatos do Séc. XX, como Jesus afirma, sempre lavaram as mãos, sem CONDENAR ABERTAMENTE O MAL; os dos tais “se” e mas”… para não se exporem! Agora, somos ENGOLIDOS por eles, porque Deus não Abençoa AMBIGUIDADES e onde não está o Poder de Deus, está o poder das trevas, até quando Ele, Deus, o permitir!

  4. E mais, Jesus refere-se na Obra “O Evangelho como me foi Revelado”– Maria Valtorta– a Pilatos como sendo um homem fraco e não um bom homem! E afirma, que passados vinte séculos ainda existem Pilatos, bem mais perigosos, porque, depois de tantos séculos de Cristianismo, já não se compreende tanta OMISSÂO, reiterando que os de hoje, merecem menos PERDÃO do que o próprio Pilatos!
    Noutra Passagem, relativa ao divórcio, tão compreendido pelos actuais, apela a que “a parte podre seja afastada, antes que contamine toda a Igreja!”….
    Tal como São Tomás de Aquino, tão citado pelos “nossos modernistas”, afirma: …”Os hereges merecem , não somente SER EXCOMUNGADOS da Igreja como excluídos do mundo, pela morte. É muito mais grave corromper a Fé, que é a VIDA da ALMA, do que falsificar o dinheiro, o qual apenas serve, à VIDA TEMPORAL!”….
    E para terminar vou ADAPTAR um Pensamento de George Orwell — Livro–1984–

    ” Um Povo, que elege (ou protege, neste caso) corruptos, renegados, impostores, ladrões e traidores, não é VÍTIMA; é CÚMPLICE!!!”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s