27 thoughts on “Ex-agente KGB Vladimir Putin completa 20 anos na liderança política da Rússia

  1. Alex 10 de Agosto de 2019 / 13:21

    Vou fazer um comentário repetido, mas, nos meus poucos conhecimentos, não sei o que poderia dizer a mais. Mas, enfim, Putin é praticamente o czar da Rússia moderna. 👑

    • Samanta 10 de Agosto de 2019 / 17:43

      E sendo o Vladimir (que significa “senhor da paz” ou “senhor do mundo”) Putin o czar da Rússia, será ele que governará a todos quando “a Rússia tomar posse do mundo inteiro”, como disse a vidente Mari Loli de Garabandal ou então outro ficará com esse posto?

      • Basto 10 de Agosto de 2019 / 21:28

        Isso é, na minha opinião, uma forte possibilidade… Putin é um jogador no tabuleiro do xadrez mundial e gosta de jogar para ganhar, recorrendo se possível aos piores aliados e às estratégias mais baixas, como temos visto ao longo dos últimos 20 anos.

  2. maria martins 10 de Agosto de 2019 / 17:25

    Pessoalmente, não defendo, nem aprecio nenhum político. Porém, depois de ter visto alguns vídeos sobre Putin, não sei se adulterados ou não, a maioria do Povo Russo apoia-o, pois, é um Povo cansado de ser martirizado, por toda a instabilidade Política por que passou e, sobretudo, pela perda da Dignidade e do Respeito, durante o Governo de Boris Yeltsin.
    Nesses vídeos, que ainda devem estar na Internet, vêem-se situações degradantes, que humilham o Povo Russo, mesmo além fronteiras, transmitidas algumas, nas nossas televisões!
    Para grandes males, grandes remédios!… Quer gostemos ou não, uma Potência, como a Rússia, tem que ser governada por alguém de Força!…
    Não aprovo de maneira nenhuma os seus métodos, mas ninguém se convença que os métodos Americanos são melhores e mesmo os Europeus (é só verificar o que fazem àqueles que denunciam a verdade, ou são contra a corrente); segundo o que nos é dado analisar, ainda são piores, porque são mais subtis, fingidos, hipócritas… ou acreditam mesmo, que a América, seja ela que facção for, está isenta de culpa de todo o terrorismo que invadiu ou continua a invadir o mundo?
    Bem intencionado ou não, neste momento, apenas oiço o Putin e o Governo Chinês a ALERTAR para o perigo duma nova guerra mundial, avisando os Estados Unidos de que todos PERDEREMOS!
    Putin afirma, que NUNCA lhe dará início, mas que está PRONTO para se defender!

    E quanto a Profecias, lembro-me de ter lido, algures, sobre La Salette, que a Pérsia desapareceria…
    Ora, a Pérsia é hoje o Irão! Afinal, quem tem andado “às turras”, com o Irão?! … E sempre pelo mesmo motivo, por mais que queiram disfarçar: PETRÓLEO!
    Acho que o melhor é relaxar e continuarmos a rezar, porque quando vier veio, e somente nos resta pedir a Deus que não nos encontre desprevenidos!

  3. Basto 11 de Agosto de 2019 / 0:48

    Obrigado pela sua opinião, Maria, da qual evidentemente discordo por completo, caso contrário já teria encerrado este blogue. Não consigo, de modo algum, ver o atual regime de Putin como o profetizado triunfo do Imaculado Coração de Maria. Para falar a verdade até acho isso algo blasfemo.

  4. maria martins 11 de Agosto de 2019 / 1:22

    Basto, sempre que se fala em Conversão da Rússia, fico muito curiosa porque ainda não entendi muito bem se já aconteceu ou não. No meu entender, sim!
    Pesquisei e encontrei um Artigo seu que fala assim: “Quando se começa a falar dos tempos soviéticos, alguns idealizam-nos, outros demonizam-nos. Contudo, nessa época havia algo que gerou esses tempos que podemos aceitar claramente, incorporando-os na nossa filosofia de vida.
    E aqueles jovens Comunistas que uniram plantações, construíram a principal linha ferroviária, sem receberem qualquer recompensa ou privilégio em retorno?
    Isso é trabalho em equipa, o sentido de querer fazer algo de bom pelo País. (Patriarca Kirill 26/11/2015) ”

    Segundo o Artigo, pareceu-me subentender, que estas palavras do Patriarca revelam saudades do Comunismo. (?)
    Na verdade, para mim, ele somente está a dizer que houve coisas boas no Comunismo como: a partilha, a solidariedade, a fraternidade… que podem e devem ser trazidas para a actual Situação Política, porque, sendo ela, agora, de Cariz Cristão, já Comunga desse Ideal, uma vez que foi Jesus Quem nos deu, em primeira mão, Esse Mandamento, obrigando-se a ficar sob a alçada de Deus, que lhe dá Dimensão Sobrenatural.

    Já ouvi relatos em Documentários da C. N., por padres conhecedores do assunto, devidamente documentados, em como a Consagração do Mundo a Nossa Senhora teve influência directa na Queda do Muro de Berlim e na Perestroika, assim como, a Consagração da Rússia.
    Acredito, que algo de Muito Sublime aconteceu e que a Rússia já não é o TAL PERIGO para a Humanidade. Pelo menos, já não persegue literalmente a Religião. A Sua Conversão, agora, está na adesão de cada um ou não! Pelo menos, já podem escolher.
    Tenho mais medo da Europa, de uma certa facção Americana… do que da Rússia, nesse campo.
    Esses sim, estão numa luta subtil, contra tudo que é Sagrado ou Valores Tradicionais! E já sabemos muito bem, o que pretendem e vão conseguir!

  5. maria martins 11 de Agosto de 2019 / 7:59

    Mas isso, não quer dizer que essa Profecia de Nossa Senhora tenha sido realmente cumprida na totalidade!
    Para mim, essa Profecia refere-se ao mundo inteiro. Ela, a Nova Eva, será A que calcará definitivamente a cabeça do Dragão Infernal, que sempre esteve instalado no mundo, e que será reconduzido e acorrentado no Inferno, com todos os seus seguidores, pois ele é o principal causador de toda a má sedução para o pecado com toda a mentira, ao ponto de levar as Religiões afastadas, a menosprezá-La ou a odiá-La , tal como temos vindo a assistir!
    Mas, a verdadeira Unidade, e não o”globalismo”, será feita por Jesus Cristo, na Sua Segunda Vinda, com a Separação do trigo e do joio.
    Então, haverá um só Rebanho e um só Pastor e a Igreja será Restaurada por Ele, com a ajuda de S. Pedro e de S. Paulo. Essa Igreja será para os mais pobres: fiel, pobre e humilde, tal como a PRIMEIRA instituída e haverá um tempo de Verdadeira Paz, onde o Evangelho será Pregado a todos os Povos… e só depois, será o FIM.
    Isto eu li, nas Profecias de Nossa Senhora do Escorial que em nada contradizem todas as outras que já conhecemos, somente as descodifica melhor dado que as de Fátima, nos foram veladas na maioria dos seus pormenores…

    • Basto 11 de Agosto de 2019 / 9:31

      Não Maria, Nossa Senhora em Fátima referiu especificamente a Rússia: “o Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, que se converterá; e será concedido ao mundo algum tempo de paz”. Hoje, os católicos na Rússia são uma minoria residual e não estão autorizados a crescer, não podem fazer proselitismo, apelar à conversão dos ortodoxos.

      Esta referência específica à Rússia, inusitada e insistente, é algo que atesta a veracidade das aparições de Fátima. A palavra Rússia era desconhecida por três crianças pobres e iletradas. A Rússia ainda não tinha iniciado sequer a revolução comunista.

    • Basto 11 de Agosto de 2019 / 10:42

      Conheço mal o fenómeno do Escorial, mas não acredito que alguma mensagem de Nossa Senhora em qualquer outra aparição venha contradizer aquilo que Ela própria disse em Fátima. A Maria ponha momentaneamente de lado a sua simpatia por Vladimir Putin e pergunte-se:

      Como é que uma nação que REJEITA o dogma da Imaculada Conceição, considerando-o heresia, foi convertida por meio do Imaculado Coração de Maria?

      Como é que uma nação que REJEITA a primazia e a infalibilidade do Vigário de Cristo pode estar convertida?

      Como é que uma nação que tem elevadíssimas taxas de aborto, divórcio, alcoolismo, exportação de pornografia ou exportação de armas pode estar convertida?

      Como é que uma nação que investe, todos os anos, milhões e milhões em armamento, apesar dos elevados níveis de pobreza da população, pode estar convertida?

      Como é que uma nação que continua a ostentar as bandeiras comunistas nas paradas militares pode estar convertida?

      Como é que uma nação que invadiu e ocupou partes da Ucrânia e fez o que fez na Chechénia e na Geórgia pode estar convertida?

      Como é que a nação que possui o maior arsenal nuclear do mundo e, ao invés de se desfazer dele, continua orgulhosamente a investir em armas de destruição maciça, pode estar convertida?

      Como é que uma nação que não autoriza a entrada do Santo Padre no seu território pode estar convertida?

      Como é que uma nação onde se envenenam os opositores políticos do regime pode estar convertida?

      Como é que uma nação cujo regime político escolhe como aliados estratégicos a Síria, o Irão, a China, a Venezuela, etc., por estar convertida?

      Etc, etc, etc… Está convertida a quê? O verbo “converter” é um verbo transitivo. Um cancro quando não é completamente curado, de pouco servem os enganadores sinais de melhoria momentâneos.

      Maria, eu percebo até certo ponto o seu otimismo e admiração por Putin, dada a nossa desilusão – e nisto eu concordo consigo – com o estado a que chegou o mundo ocidental. Sinto até alguma inveja, uma vez que a Maria já encontrou um líder que aprova (pelo menos até certo ponto), ou seja, já viu um caminho, já tem uma esperança, enquanto eu continua à procura e sem ver a mínima luz ao fundo do túnel.

      Recuso entrar nessa lógica binária de “como não gosto deste, vou simpatizar com o seu opositor” ou “como são ambos maus, vou escolher aquele que, neste momento, me parece o menos mau”… Ou então, à nossa escala, como “não gosto do PS, vou votar no PSD” ou “este governante é corrupto como os outros mas vou votar nele porque este sempre faz alguma coisa”…

      Mas de uma coisa pode ter a certeza, Maria, com mais ou menos simpatia pelo putinismo, as suas opiniões serão sempre aqui respeitadas. A diversidade de opiniões é sempre enriquecedora. Espero até, apesar do meu cepticismo e pessimismo, que a Maria esteja certa e eu enganado porque, muito sinceramente, preferia que estivéssemos já no profetizado “tempo de paz” do que à beira dos, também profetizados, “castigos” de Deus que serão realizados, em grande parte, por ação da Rússia.

      • Maria Ribeiro 11 de Agosto de 2019 / 16:17

        O Basto, questiona uma série de posições/situações, no cenário russo espiritual, argumentando-as com 10 perguntas básicas (haveria muitas mais), às quais, por mim respondo: “Não está…não está…não está convertida…” (bem gostaria de dizer o contrário).
        Respondo sem medo de falhar porque não é necessário entender de estratégia geopolítica para perceber a falta de conversão. Digo até que bastaria a primeira interrogação e ficaria o assunto devidamente esclarecido.

        É um facto que, de acordo com os vários cenários a que assistimos no Mundo Ocidental, incluindo a Hierarquia da Igreja, Putin parece o “Salvador da Pátria”. Mas é aí, precisamente que está o perigo… Vladimir Putin tem vindo a ser muito apreciado pelos mais conservadores. Tudo isso são estratégias de domínio espiritual e moral, também. Porém eu digo que nem por sombras gostaria de ser um russo ou ter que viver na Rússia… Pelo menos, por enquanto posso exercer a minha Fé, e dar a minha opinião, com liberdade…digo eu?

        Relativamente ao que acontece na Igreja Católica, bem como na política europeia, hoje, é consequência, ainda da dita “Revolução” que está longe de acabar. A ideia é “destruir” para construir. O que não alcançaram, através das armas vão conseguir com o pensamento dominante, na destruição de valores e engenharia social…

        Coloco uma crítica de D. Lefebvre, à Igreja que, se não fosse tão séria, diria que se trata de “uma espécie de ironia profética”? Reparem na data e confrontem com o que acontece, actualmente:
        “…Temos que obedecer, mesmo, com perigo de nos tornarmos protestantes, marxistas, ateus, budistas, indiferentes, pouco importa! temos que obedecer através das negações dos sacerdotes, da inoperância dos Bispos, (salvo para condenar àqueles que querem conservar a Fé), através do matrimónio dos consagrados a Deus, da comunhão aos divorciados, da inter-comunhão com os hereges, etc. Temos que obedecer!…” (Em 13 de outubro de 1974, no aniversário das aparições de Fátima.
        Marcel Lefebvre).

        É a dita “autodemilição da Igreja pela via da obediência”, como afirmava num dos posts anteriores.

        Então, Por um lado, A Igreja está agonizante.
        Por outro, constatamos que os pilares da Cultura Ocidental (A Filosofia Grega, o Direito Romano e a Espiritualidade Judaico/Cristã) estão francamente fragilizados. Destruídos estes pilares, a referida Cultura, rapidamente desmorona e os abutres aparecerão…
        Isto para dizer que “alguém”, “algures” se aproveitará da autodemolição da Igreja, e da Cultura Ocidental, por “algum” tempo para reinar. Será a Rússia, juntamente com a China? será o Islão?, será a ONU? Será a NOM? Serão as quatro? Não sei… Que existem forças ocultas infiltradas, na Igreja, existem, nem os mais cépticos poderão negar…

        • Basto 11 de Agosto de 2019 / 15:57

          Mais uma vez, subscrevo completamente.

  6. maria martins 11 de Agosto de 2019 / 12:48

    Basto, mas acha por acaso que , actualmente, a maioria dos Católicos estão realmente Convertidos, fieis e satisfazem Nossa Senhora, podendo vangloriar- se de serem mais cumpridores ou mais perfeitos, do que quaisquer outros Cristãos?!
    Pelo contrário, vejo mais LUTA pelos ideais Cristãos, naqueles que se afastaram da Igreja Católica, do que na maioria dos ditos Católicos e dos nossos líderes, chegando aqueles a denunciar as heresias da nossa actual hierarquia. E já vi um vídeo de um Patriarca Ortodoxo de nome Elias, muito velhinho, a dizer que o Papa Francisco deveria ser excomungado, pelas heresias que aprova!
    E depois, julgo eu, é a minha visão das coisas, como Deus não se mete em Política, a Conversão refere-se ao POVO RUSSO, tão perseguido e injustiçado desde sempre!
    Os Czares também tiveram muita culpa, em toda essa revolta do Povo, apesar de Crentes, porque o exploravam miseravelmente não fazendo jus ao que diziam acreditar.
    Eu acho, mais uma vez, segundo a minha análise, toda essa incoerência é que provocou a insatisfação e a Revolta do Povo que deu no que deu. E quando Nossa Senhora apelou à Conversão, porque se não a Rússia espalharia os seu erros, acho que também passava por aí, pela mudança de atitude…

    …”Quantos e quantos Pilatos tem este vigésimo século! Onde estão os heróis do Cristianismo, que diziam sim constantemente à Verdade e pela Verdade, e não, constantemente à Mentira? Onde estão os heróis que sabem enfrentar o perigo e os acontecimentos, com uma Fortaleza de aço e com serena prontidão e não com adiamentos , para que o Bem logo seja feito, e o Mal logo seja evitado sem “mas” nem “se”?…
    Pilatos foi um fraco, um falso homem de Bem, mas é mais digno de perdão do que vós que tendes vinte séculos de Cristianismo, como base da vossa Fé”…
    …” A Justiça é uma emanação de Deus. Eu premeio aqueles que agem com rectidão. Eu defendo quem Me defende. Eu Amo quem Me Ama. Eu socorro quem Me socorre.Eu Sou sempre Aquele que disse: “Quem der um copo de água em Meu Nome, terá recompensa”. .. –“O Evangelho como me foi Revelado”.–

    Tudo aquilo que escrevo é somente consequência dos meus raciocínios, porque, confesso, não sei muito sobre este tema. Apenas o que vou pesquisando, ou segundo algumas leituras que vou fazendo.

    • Basto 11 de Agosto de 2019 / 13:58

      Não sei se percebi bem a sua questão, Maria. Os católicos professam a única religião verdadeira e fundada pelo próprio Deus! Desta forma, quem professa religiões falsas ou cismáticas é que necessita de se converter ao catolicismo.

      Mas, seguindo o raciocínio da nossa conversa e as referências à “nação russa”, penso que a sua questão se referia concretamente às nações historicamente católicas. Nesse caso penso que a minha resposta é fácil de perceber em quase todas as páginas deste blogue! Não conheço ninguém em Portugal que, desde janeiro de 2016 até esta parte, tenha denunciado tantos casos de apostasia, laicismo, secularismo, indiferença religiosa, ódio cristão e outras anomalias das nações tradicionalmente católicas quanto eu, portanto eu não enfio a carapuça de ser favorável a esta Nova Ordem Mundial dos países ocidentais porque ela não me serve! Agora se me perguntarem porque é que não simpatizo então com o putinismo, a resposta é simples e clara, e é porque esse me convence ainda menos. Não consigo ver no putinismo uma alternativa para os nossos males, de modo algum. Mal por mal, eu ainda preferiria continuar a viver em qualquer uma das democracias ocidentais, com todos os seus defeitos e barbaridades, do que na Rússia do déspota Vladimir Putin.

      • Samanta 12 de Agosto de 2019 / 0:26

        Basto, eu creio que o Papa Francisco pode fazer finalmente a consagração da Rússia como Nossa Senhora pediu, mas quando já for tarde demais. Afinal, Jesus disse para a Irmã Lúcia que assim como o rei da França, farão a consagração, porém já será tarde. E é dito que o tal rei fez o ato pedido quando já estava preso durante a revolução francesa, por isso acho que o Papa pode fazê-la no último minuto, mas então já será tarde demais, como disse Nosso Senhor.

        Não sei se já falei, mas há uma profecia da vidente Marie Julie Jahenny que fala de um Papa que no último momento vai mudar sua política e fará um apelo solene para que se volte a ensinar a tradição de sempre da Igreja, contudo, alguns bispos farão uma assembleia e dirão que não o obedecerão e depois disso começará a revolução vermelha no mundo. Creio que Deus pode intervir e se manifestar de alguma maneira para o Papa, o fazendo mudar sua política, assim como o Papa Leão XIII deve uma visão:

        E penso que em relação a Rússia, não somos pessimistas, mas REALISTAS.

        Achei intrigante uma entrevista de poucos anos atrás, na qual o Alexander Dugin, que dizem que tem forte influência sobre Putin, disse que o Vladimir salvou a Rússia e que por isso ele está além das leis daquele país, dando a entender que poderia ele ficar no poder o quanto quisesse. O Dugin vê o Putin como um salvador.

        • Basto 12 de Agosto de 2019 / 1:20

          Com toda a sinceridade, eu não creio que Francisco a faça, de modo algum. Para falar a verdade, o futuro de Francisco é algo que me intriga profundamente, assim como o futuro da Igreja pós-Francisco.

    • Basto 11 de Agosto de 2019 / 14:26

      Continuo no entanto convencido de que a conversão do mundo será operada a partir da Rússia, mas só depois da sua conversão à Fé Católica por intervenção divina, quando essa intervenção for finalmente invocada pelo Santo Padre em conjunto com todos os bispos do mundo, num ato solene e inequívoco de consagração dessa nação ao Imaculado Coração de Maria. Até lá, oxalá me engane, mas talvez ainda nos falte ver a parte pior.

      Já agora, se quiser um palpite meu, não acredito que isso possa vir a acontecer com o Papa Bento XVI e muito menos com Francisco I. Eu apostaria no próximo Papa, que talvez venha a ser um Papa eslavo e até talvez mesmo de rito oriental. É apenas um simples palpite pessoal que me tem acompanhado desde há algum tempo e que não vale mais do que um mero palpite pessoal…

  7. maria martins 11 de Agosto de 2019 / 13:34

    Já aqui repeti que NÃO NUTRO SIMPATIA ESPECIAL por nenhum Político, mas ABOMINO a HIPOCRISIA Por isso, não suporto os FALSOS CORDEIROS que, refugiando-se na fama de bons e filhos da Verdadeira Igreja, ENGANAM tudo e todos com os seus “nins”, para ficar de bem com todos.
    Não defendo as práticas de Putin, mas ainda me causa mais náuseas, toda a hipocrisia da maioria dos actuais Católicos: Dantes, havia os de fim de semana (os que iam só à Missa, para cumprir o Preceito), hoje, há os não praticantes, que ainda se riem dos que procuram ser coerentes e buscam a Força nos Sacramentos, nos quais já não acreditam.
    Desculpem , mas vou citar mais uma Passagem em que Jesus diz:… ” Será que Deus aprova as escapatórias que Israel introduziu em sua Obediência, para não ter muito que sacrificar, em sua concupiscência?”…

    E, relativamente à Rússia, não são também essas mesmas leis que estão em cima da mesa, na maioria dos nossos Partidos Políticos, para não falar da actual Igreja…
    Enquanto, no meu entender, a Rússia está a acordar de um pesadelo e, talvez, procurando a Luz, os nossos estão a MERGULHAR, conscientemente e por opção própria, NAS TREVAS, renegando as suas origens e obrigando-nos a mergulhar também.
    Na Rússia, não há Casamento, nem exibicionismo gay, está a ser feita uma tentativa para reverter a lei do aborto, aprovada pelo Comunismo, há Liberdade Religiosa para a prática das diferentes Religiões, defende-se a Pátria,, o sentimento Nacional.. e outras que, com certeza, ainda surgirão…

    No Escorial, Nossa Senhora somente faz referência à actual situação da Sociedade e ao relaxamento da actual Igreja, consequência de um abandono da oração, pelos Sacerdotes e Consagrados, e do laicismo exacerbado que nos está a dominar.
    Apela à Conversão, à Oração e à Preparação para a reviravolta, que existirá na Igreja, depois dos três dias e das três noites de trevas, feita pelo Próprio Jesus, na Sua Segunda Vinda!

  8. maria martins 11 de Agosto de 2019 / 19:30

    E agora que já arejei um bocadinho, vou tentar sintetizar tudo o que sinto, relativamente, a este tema, exprimindo o que me vai na alma com simplicidade, tentando expor o que penso OU, SÓ O QUE EU SINTO!
    Para mim, “o que eu acho”, a Conversão passa pela Redenção dos corações como nos diz Jesus, indo portanto, muito para além , do que é a União das Igrejas.
    Claro que o GRANDE OBJECTIVO é esse mesmo: “Que haja um só Rebanho e um só Pastor, JESUS CRISTO”. Sendo A Única Verdadeira, a CATÓLICA:
    Mas, neste caso, a Conversão do Povo Russo passa pelo regresso ao Cristianismo, mesmo mutilado, como nos diz Jesus, porque não está ligado à Videira que nutre, que é o Seu Corpo Místico, na Sua Igreja, mas que, mesmo assim, sendo sempre imperfeitos, podem fazer o Bem!
    …”Converter é muito delicado e difícil, diz-nos Ele. Os orgulhos, os desprezos, as aversões, os zelos exagerados podem tornar impossível o bom êxito da Missão. É preciso usar de Bondade, Benignidade Paciência, Condescendência, Caridade, para os que ainda estão nas trevas”…
    ” E tu, Pedro, quando quiseres fechar o coração e a Igreja a alguém de outra Fé, lembra-te de que não foste tu que Me consolou, na Minha Paixão, mas a pecadora que soube ficar co/Migo ao pé da Cruz!”…( Maria Madalena)
    …”Lembrai-vos dos Profetas que profetizavam a vocação dos gentios. Achais que são mais pecadores do que vós?. Muitas vezes são melhores porque, não tendo uma Religião Santa, sabem ser Justos”….
    …”Justos não faltarão em nenhuma Religião. Deus observa as obras dos homens e as suas palavras e, se o seu coração Lhe obedece, porque os haveria de desprezar?”…
    E muito mais haveria para transcrever. Ora, por tudo isto, eu atrevo-me a afirmar de que a Rússia, “talvez”, já tenha sido Convertida. Pelo menos, está no Processo de Retorno. E, depois, há quem afirme de que a Irmã Lúcia confirmou que Nossa Senhora tinha aceitado a Consagração, como Verdadeira.
    Quanto à Unificação das Igrejas, isso, penso eu, trata-se de outro Assunto! Aí sim, acredito que somente
    a Segunda Vinda de Jesus Converterá a todos, e a todos UNIRÁ A SI, os Bons!
    Até mesmo os Judeus O reconhecerão como o MESSIAS!

    Desculpem a minha teimosia, mas esta é a tese em que credito, sem querer MAGOAR ou MENOSPREZAR NINGUÉM, até porque, tudo não passa de DEDUÇÕES MINHAS, baseado no que tenho lido.

    • Basto 11 de Agosto de 2019 / 20:53

      A sua opinião não magoa nem menospreza ninguém, Maria, pelo contrário, tirando o pormenor do Putin (que é sempre um tema controverso), a sua opinião é a opinião oficial do Vaticano e, com ele, da maioria dos católicos. Quem está fora da caixa, neste assunto, somos nós.

  9. maria martins 12 de Agosto de 2019 / 6:27

    Pois, para mim é uma novidade. Cheguei a este raciocínio, somente, pelo que tenho observado, lido e meditado.
    Relativamente ao Vaticano, neste momento, acho que BARALHAM tudo, porque sendo difícil a Conversão com todas as virtudes que Jesus aconselha, nunca em tempo algum, Ele (Jesus) fala em Inclusão ou em baixar a fasquia… apenas nos pede Paciência, Tolerância, Amor, até, CONVENCERMOS os irmãos, que ainda estão nas trevas como Jesus afirma, de que estamos certos.
    Porém, também nos pede que sejamos Santos e Perfeitos e aqui, com os Seus, é muito exigente, não só para servirmos de Exemplo, mas também, para atrairmos as Bênçãos de Deus para todos, porque é Ele Quem Converte.
    Segundo isto, não me parece que o Vaticano aja assim, neste momento; mas antes, aceita tudo, sem SEQUER tentar mudar consciências, ou pior, diz-lhes que estão bem e que continuem como estão, porque Deus os Ama assim e que” todas as Religiões são Verdadeiras”!
    Uma coisa é ser Tolerante e Compreensivo sem baixar os braços, esperando o Tempo de Deus, outra é ser Permissivo, acomodado ou mesmo traidor.

  10. Basto 14 de Agosto de 2019 / 0:15

    “Os últimos Csares” (2019) – Excelente série documental no Netflix, apenas 6 episódios.

    • Alex 14 de Agosto de 2019 / 13:13

      Interessante do ponto de vista histórico! Mas a história da família real russa parece ser bem triste e atribulada. 😧😧😧

      Quanto a Rasputin é uma figura bem sinistra, para não dizer outra coisa… Dizem que ele era satanista! Isso é verdade???

      • Basto 14 de Agosto de 2019 / 20:03

        Satanista penso que não, diabólico talvez.

  11. Alex 23 de Janeiro de 2020 / 16:03

    Vejam!

    Está previsto que Putin renuncie em 2024!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s