Santo Padre explica como a aprovação do adultério faz parte da “grande tradição moral da Igreja”

Num encontro que teve com um grupo de jesuítas asiáticos, durante a sua recente viagem apostólica à Tailândia e Japão, o Papa Francisco foi questionado sobre o procedimento a ter para com aqueles católicos que se casaram pela Igreja e posteriormente divorciaram-se e uniram-se civilmente as outras pessoas, ou seja, que se encontram em situação de adultério permanente. A resposta do Santo Padre foi clara, deve ser-lhes aplicada a solução prevista no Capítulo VIII da controversa exortação Amoris Laetitia.

tradição moral da Igreja1
In Vatican News, 05/12/2019.

De acordo com essa novíssima solução, inédita em 2000 anos de Civilização Cristã, após um processo de “discernimento”, os adúlteros que se encontrarem firmemente obstinados na sua atual situação de adultério poderão obter absolvição sacramental e receber a Sagrada Comunhão “segundo o Magistério da Igreja”, recorrendo às palavras do Santo Padre.

tradição moral da Igreja.jpg
María Clemencia Rodríguez de Santos agradece ao Santo Padre a bênção dada, em 2017, à sua relação adúltera com o Juan Manuel Santos, na altura, Presidente da Colômbia.

A prudência, de acordo com o Papa Francisco, pode ser uma coisa daqueles que têm “São Pilatos” como “padroeiro”.

Basto 01/2020

16 thoughts on “Santo Padre explica como a aprovação do adultério faz parte da “grande tradição moral da Igreja”

  1. Jesus, na Obra de Maria Valtorta, “O Evangelho, como me foi revelado”, chama Pilatos deste século, precisamente àqueles, que não defendem a VERDADE, e se escondem em atitudes dúbias. Afirma ainda, de que esses não são bons, mas fracos, tal como Pilatos foi…. Neste caso, “misericordistas”!
    Ora, se a VERDADE é o Evangelho, onde Jesus reitera a indissolubilidade do Matrimónio em qualquer circunstância, como podem ser apelidados de “Pilatos” aqueles que A defendem e lutam por Ela sem restrições?!
    De dia para dia, o Papa Francisco está cada vez mais “seguro” da sua tarefa: confundir e “substituir”, para não dizer, negar, Jesus Cristo!
    Quem são os cegos, que teimam em não querer ver?!
    Mas, apesar de AMAR Bento XVI, continuo a culpá-lo de ter sido um dos que quase boicotou ESSA CÉLEBRE OBRA, por mim, citada em cima, onde Jesus Se esforçou, mais uma vez, por nos ABRIR OS OLHOS!! Quem A puder ler, aconselho-A de coração. O Próprio Jesus A mandou escrever para que não fossemos enganados, nos tempos actuais… E Ela acabou de ser escrita em 1947…
    Apesar de conhecer relativamente bem, a Pala de Deus, muitas vezes penso, que se não A tivesse lido — O Evangelho, como me foi revelado– teria ficado confusa, e talvez fosse no ENGODO do Papa Francisco e seus seguidores!

    • Por favor me ajudem, fui casado por 24 anos, sacramentalmente por 20, e minha ex esposa me traiu por 02 vezes, ( teve um caso com 02 homens por 1 anos e meio cada) no ultimo foi com o marido de minha irmã… e diz até hoje que ama ele. hoje estou a um ano com uma mulher que é da igreja e juntos vamos a missa todos os domingos… e minha ex ficou quase 8 anos sem comungar, acredito que estava a me trair.

      • Eu já me aconselhei com um Sacerdote piedoso, que me orientou a entrar com o pedido de nulidade. comecei no inicio do ano passado, mas não consegui terminar ainda.

    • Nesse caso, vai precisar de alguma paciência, Celso, e esperar com confiança no bom juízo das autoridades eclesiásticas.

      Se é mesmo como o Celso diz, a infidelidade não foi sua, foi dela e de uma gravidade muito grande. Humilhante.

      • Ainda tem o agravante que ela nunca quis se casar na igreja… porém foi ela quem rezou pela minha conversão a igreja.. sempre vou as Missas e hoje ainda mais piedosamente… amos a leitura de livros de Santos e amo muito a nossa Santa Igreja Católica Apostólica Romana. Esta pessoa com quem estou agora vejo como um presente… peço a Deus que tenha piedade de mim e a sua Misericórdia me sustente…

  2. Sou sincera, esta eu não entendi, mesmo! Qual será essa “ligação com a grande tradição moral da Igreja”?!
    A que se refere o Santo Padre?

  3. Eu penso que o Papa está a ironizar a “tradição” da Igreja, de não aceitar, nunca, até agora, o “recasamento” abençoado. Ele interpreta essa atitude, como a maneira mais fácil de resolver o problema, em vez de considerá-la como uma atitude de Fidelidade à Palavra de Deus, ao Evangelho, a Jesus Cristo.
    E, no meio de tudo isto, pois também eu sinto muita Compaixão pelos casamentos dramáticos, para não dizer trágicos, que, infelizmente, cada vez são mais vulgares, haja alguém, que ESCOLHIDO (?), para ser OUTRO Jesus na Terra, banalize o Sacramento, em vez de “pôr travão” neste cancro, que está a dizimar a Família! Mas como a Conversão “é crime”, segundo ele, cada um pode optar por aquilo que bem entender, apesar das NULIDADES já terem sido muito mais agilizadas… podendo até resistir ao Espírito Santo, nesses discernimentos.
    E o que me assusta, é que esses casais ficam com a permissão de viver em adultério explícito, sem qualquer constrangimento de consciência, sendo-lhes negada, assim, a possibilidade de se ARREPENDEREM E IMPLORAR, ao menos, MISERICÓRDIA, tal como São João Paulo II tinha referido:- “E aos os casais novamente casados, que por qualquer motivo continuem nessa UNIÃO, peço-lhes que confiem na Misericórdia de Deus e não se afastem da Igreja, MAS NÃO COMUNGUEM!!!”
    Um Santo, como ele, sabia bem, que não podia MUDAR, ou NEGAR JESUS CRISTO, porque a Sua Palavra é IMUTÁVEL…

  4. ¡Santa Catalina de Siena le dijo a un papa, sé un hombre, te repito Papa Francisco, asume que eres de la izquierda-comunista y deja de aparecer como Papa Apostólico Católico Romano de 2000 años!

      • Achei melhor para o papa Francisco como enviei pois seus comportamentos não se diferem em nada dos martelo e foice! Quantos bispos já lhe disseram isso. cardeais, mesmo em geral nas redes o chamando de comunista? S Francisco de Assis previu um papa enviado pelo Senhor Deus, não um pastor, mas um destruidor?
        Também, e os pecados do papa Francisco x a Santa Igreja católica de 2000, Col 18,1, são públicos e notorios – apenas não os vê os que não quiserem ou acompanham o Vaticano, inclusive permitindo o papa Francisco a presença de tantos mais maus elementos a seu lado como D Claudio Hummes, Pe James Martin etc., etc., pois o primeiro até me bloqueou no seu site!!
        A Arquidiocese de BHorizonte sob D Walmor pres. da CNBB é social-comunista pois nada fez contra o falsario Sínodo da Amazonia e participou, apoiado apenas pelas esquerdas!
        Muito ao contrario, o prestigiou, assim como D Joaquim Mol, dela, noutra ocasião, num carro do PT-CUT falando em nome dos 5 bispos de BHorizonte num comicio do vermelho PT! Confira o abaixo em pouco mais de 4 minutos, Basto!

  5. Interessante de notar é a forma como é apresentada a ideia de «casuística».
    A ideia do Papa Francisco sobre a «casuística» é indicar a regra geral e dizer isto pode-se fazer, isto não se pode. Por exemplo:
    “reduziram a Amoris laetitia a uma estéril casuística do ‘se pode, não se pode’”
    https://www.vaticannews.va/pt/vaticano/news/2018-06/editorial-familia-misterio-amor.html

    e como alternativa dá o método da «amoris» de um caminho de discernimento caso a caso.

    Contudo penso que a «casuística» é precisamente a alternativa que é dada:
    “Casuistry is the “[s]tudy of cases of conscience and a method of solving conflicts of obligations by applying general principles of ethics, religion, and moral theology to particular and concrete cases of human conduct.”
    https://en.wikipedia.org/wiki/Casuistry

  6. ” A Deus o que é de Deus e a César o que é de César!”
    Segundo o Papa Francisco, todo o Cristão deve ser político, porque a Política trabalha para o Bem Comum! Mas que espécie de Política? Aquela que ainda divide mais as pessoas?
    Se em vez de se preocuparem com os Partidos Políticos, apostassem mais na Conversão dos corações, onde reside todo o tipo de sentimentos capazes de Salvar ou destruir o irmão, se importassem mais em Salvar Almas, através do Conhecimento de Jesus Cristo e da Sua Palavra, garantiriam a Presença de Deus no coração do Homem e, de certeza, que as desigualdades, os ódios, as lutas Partidárias, fratricidas… desapareceriam e dariam lugar ao respeito, à aceitação natural das diferenças, ao diálogo, e o Reino de Deus depressa seria implementado na Terra. Foi para isso que foram ESCOLHIDOS e não para SEMEAR ainda mais a DIVISÃO!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s