Frases que nos fazem pensar: Papa Francisco (3)

angry.pope.jpg “Tantas vezes perdemos a paciência; também eu, e peço desculpas pelo mau exemplo de ontem.”

 

(Francisco I, Papa reinante da Santa Igreja Católica Apostólica Romana desde o dia 13 de março de 2013)

Contexto da frase:

Frase proferida momentos antes da oração do Angelus do dia 1 de janeiro de 2020, reportando-se ao incidente da noite anterior na Praça de São Pedro.

Basto 01/2020

16 thoughts on “Frases que nos fazem pensar: Papa Francisco (3)

    • Essa agressão que Bento XVI sofreu foi bem perigosa! Poderia ter se machucado gravemente. Olhando para o pontificado de Bento XVI, vemos que Bento XVI teve um pontificado bastante atribulado.

    • De fato, o papa é um latino de sangue quente, afinal é descendente de italianos. Permita-me acrescentar algo a mais.
      Aqui onde vivo a população é ainda em grande maioria descendente de alemães, poloneses e italianos.
      Além do sangue quente é proverbial por aqui também o orgulho (ou talvez a melhor palavra seja teimosia) dos italianos.
      Cresci ouvindo histórias de que italianos quando ofendidos não perdoam facilmente, preferem guardar ódio até a morte, considerando o perdão uma fraqueza ou auto-humilhação.
      Na cidade de Ascurra está a única igreja no Brasil dedicada a Santo Ambrósio de Milão. Conta-se por lá que no início do século XX, quando a Santa Sé enviou missionários ao Brasil, franciscanos alemães foram enviados a esta cidade. Mas o ódio dos italianos para com os alemães era tanto que estes se postaram com foices a frente da igreja para impedir os franciscanos de entrar. A Santa Sé teve que se curvar a vontade popular enviando salesianos italianos não só para Ascurra como também para outras cidades fundadas por estes imigrantes!

      • Obrigado pelo feedback, Marcelino!

        Eu sou mineiro, do interior de Minas Gerais. No meu estado, não teve imigração italiana. Mas eu tive a graça de conhecer alguns missionários italianos em minha cidade. Um dos padres italianos que conheci às vezes contava alguma história para ilustrar como os italianos são de sangue quente. Achei interessante o seu comentário. Aproveitando o gancho desse assunto, os espanhóis também são conhecidos por ter sangue quente. Vejamos, por exemplo, os países de colonização espanhola na nossa América Latina, como nossos “hermanos” são também esquentadinhos.

  1. Para mim, isso só teria justificação em caso de agressão; fora disso, acho que revela o seu verdadeiro íntimo que é tudo, menos amistoso ou conciliador. E mais, ele não é apanhado de surpresa nestas situações; ele já sabe para o que vai!
    No meio de toda esta polémica, não é a falta de paciência que me escandaliza, mas sim, o contexto em que aconteceu; será que não teve a ver com o pedido desesperado da senhora?!
    Desculpem-me os Brasileiros, mas “adoro” as vossas expressões e, no domingo, ri com vontade, coisa que já não o fazia há tempos, quando vi, noutro site, o segundo vídeo com o seguinte comentário: Será que o Papa Francisco tem “índole de TAPA? Ou é apenas, mal educado?!

  2. E quanto às diferentes frases proferidas, em circunstâncias diferentes, mas relacionadas com o mesmo tema– a postura do Papa Francisco na Igreja– por alguns Bispos e Cardeais de Renome, só demonstram a CONFUSÃO e a INSTABILIDADE que ele, Papa, tem criado, ao mesmo tempo que dá origem a um medo disfarçado de “fidelidade”, porque já ninguém tem a certeza do que é LÍCITO fazer!…
    Obedecer, sabendo para onde se caminha? Denunciar e criar mais confusão? Calar, tornando-se omisso?!
    Que Deus tenha MISERICÓRDIA e abrevie os Tempos Futuros, que nada de bom auguram!

  3. Perder a cabeça é humano, mas neste caso,acho muito despropositado, porque o Papa sabe que as pessoas estão ali, para o APOIAR e não para o agredir… E o pedido, depois traduzido, daquela senhora, merecia mais um abraço reconfortante de CONFIANÇA, do que aquilo que se viu. Pela sua postura, ela reverencia-se demais, fazendo até o Sinal da Cruz!
    Atendendo à situação desastrosa da Igreja Católica na China, podemos depreender que o Papa desconfiou de algo que não lhe agradou… e isso é que está mal. Ainda hoje, vem uma entrevista no “FIGARO”, com o Cardeal Zen, Chinês, onde ele afirma que o Papa Francisco não só deu permissão ao Governo Chinês para nomear os Bispos, como EXIGE que estes lhe OBEDEÇAM!
    Por aqui, tirem as vossas conclusões!
    E mais, esse Jornal é LAICO, ATEU, e também não concorda!!

    • Prezada Maria Martins, não estou justificando a atitude do Papa. Apenas quis dizer que, devido ao temperamento dele, ele deveria evitar com maior cuidados esses contatos com o povo, pois mais cedo ou mais tarde, isso pode fazê-lo escorregar numa atitude de irritação ou ira.

      No mais, concordo com a senhora, quando diz que a senhora chinesa foi piedosa ao fazer o sinal da cruz. Depois que traduziram o que ela disse, ficou claro que ela estava ansiosa para dizer algo importante ao Papa Francisco, mas infelizmente as circunstâncias não lhe foram favoráveis.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s