3 thoughts on “Santo Padre alerta para o perigo do relativismo mundano

  1. Estou estupefacta com estas palavras! Quem me dera poder acreditar nelas, porque, até hoje, a “ditadura do relativismo”, onde tem encontrado mais apoio?!
    Se o Papa Francisco tem sido aquele que mais tem defendido a Salvação sem mudança de atitude, sem arrependimento ou Conversão, porque Deus nos Ama e nos aceita como somos, independentemente, de sermos fiéis, ou não, à Sua Vontade, (Palavra) como posso acreditar no que está agora a defender?
    Só acolhe, no Vaticano, os que pensam como ele; não responde nem recebe quem defende os Valores Evangélicos, porque são rigoristas; como podemos, então, avaliar essas palavras?
    Se, pelo menos, ele recebesse e acolhesse a todos, como Jesus fazia, ainda dava para acreditar! Ainda podíamos pensar ou deduzir, que não fazia acepção de pessoas e que pretendia, assim, dar oportunidade a que todos se convertessem…
    Depois, quem faz vista grossa, aos “maiores pecados públicos”, dentro da Igreja, como: homossexualismo, adultério, nos recasamentos, sem nulidade, aceitação de deuses pagãos e profanações de espaços Sagrados?!…
    Temos mesmo que rezar por Ele! Muitas vezes, chego a pensar, que foi de tal maneira FORMATADO no RELATIVISMO, que já não o sente como tal! Confunde acolhimento e perdão, depois do ARREPENDIMENTO, com PERMISSIVIDADE!
    Às vezes, ele fala como algumas pessoas que eu conheço, e que eu acredito que estão bem intencionadas, tal é a ânsia de que todos se Salvem. Mas, a PORTA É ESTREITA, diz-nos Jesus, e ele ( Papa) é o Seu Maior Representante e, por isso, deve alertar-nos para isso, pois, corremos o risco, de nos perdermos Eternamente.
    Li algures, em algum lugar, que o Papa Francisco se ia converter; Deus queira, que isto seja já um “prenúncio”!

  2. AI AI, ESSA É BOA!
    O papa Francisco se ajuntaria com as esquerdas, vem nos admoestar sobre o mundanismo e logo elas são o proprio maldito mundanismo?
    Seria desequilibrio mental ou proposital, como teria proposto o superior dele, Pe Hans Kolvenbach que não o admitisse ao episcopado, mas parece que as escolhas pós V II e mais ainda hoje em dia são feitas pela maçonaria eclesiástica-MA de acordo com as ideologias a que pertencem os candidatos ao múnus episcopal, então, nesse caso valeria a preferencia da MA no melhor estilo ideológico, por certo!
    Se fosse um a um naturalmente relativista pastor ou a um dos obreiros idem deles protestantes, por ex, responderia a eles de serem aliados e da maçonaria e possuirem a ousadia de virem com esse max farisaísmo e hipocrisia – ou nos achando com cara de idiotas e otarios?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s