Arcebispo Viganò: o 3.º Segredo continua por publicar.

berg_viasacra_2020
Imagem que marca a Quaresma de 2020, no 7º ano do sinistro pontificado de Francisco. O Papa destacado e iluminado, acima de uma imagem ténue e sombria de Nosso Senhor Jesus Cristo crucificado. Fonte: Vatican News, 10/04/2020.

Numa entrevista publicada, no passado dia 21 de abril, no blogue Dies Irae, a qual merece ser lida na íntegra, o arcebispo D. Carlo Maria Viganò afirma que o 3º Segredo de Fátima continua até hoje por publicar. O ex-núncio apostólico nos EUA lembra que aqueles que tiveram a oportunidade de ler o manuscrito da Ir. Lúcia disseram que o segredo de Nossa Senhora referia-se à futura apostasia na Igreja.

“A terceira parte da mensagem que Nossa Senhora confiou aos pastorinhos de Fátima, para que eles a entregassem ao Santo Padre, permanece em segredo até hoje. Nossa Senhora pediu para ser revelada em 1960, mas João XXIII publicou, a 8 de Fevereiro daquele ano, um comunicado em que afirmava que a Igreja «não quer assumir a responsabilidade de garantir a veracidade das palavras que os três pastorinhos dizem que a Virgem Maria lhes dirigiu». Com este afastamento da mensagem da Rainha do Céu, deu-se início a uma operação de encobrimento, evidentemente porque o conteúdo da mensagem revelaria a terrível conspiração dos seus inimigos contra a Igreja de Cristo. Até há algumas décadas, pareceria inacreditável que pudéssemos ter chegado ao ponto de amordaçar também a Virgem Maria, mas nestes últimos anos temos também assistido a tentativas de censurar o próprio Evangelho, que é a Palavra do Seu divino Filho.

Em 2000, durante o Pontificado de João Paulo II, o Secretário de Estado, Cardeal Sodano, apresentou como Terceiro Segredo uma versão sua que, em relação a alguns elementos, apareceu claramente incompleta. Não admira que o novo Secretário de Estado, Cardeal Bertone, tenha procurado desviar a atenção sobre um evento do passado, a fim de fazer crer ao povo de Deus que as palavras da Virgem não tivessem nada que ver com a crise da Igreja e com o conluio entre modernistas e maçonaria realizado nos bastidores do Vaticano II. Antonio Socci, que investigou exaustivamente sobre o Terceiro Segredo, desmascarou este comportamento malicioso da parte do Cardeal Bertone. Por outro lado, foi o próprio Bertone a desacreditar fortemente e a censurar Nossa Senhora das Lágrimas de Civitavecchia, cuja mensagem concorda perfeitamente com o que Ela disse em Fátima.”

viganò

“Quem leu o Terceiro Segredo disse claramente que o seu conteúdo diz respeito à apostasia da Igreja, iniciada precisamente no princípio dos anos sessenta e que, hoje, chegou a uma fase tão evidente que pode ser reconhecida por observadores seculares. Esta insistência quase obsessiva sobre questões que a Igreja condenou sempre, como o relativismo e a indiferença religiosa, um falso ecumenismo, o ecologismo malthusiano, a homoeresia e o imigracionismo, encontrou na Declaração de Abu Dhabi o cumprimento de um plano concebido pelas seitas secretas desde há mais de dois séculos.”

O texto do Segredo de Fátima devia ter sido conhecido “por ordem expressa de Nossa Senhora”, em 1960, no início da década em que, à boleia de interpretações erráticas do Concílio Vaticano II, uma grande parte da hierarquia católica iniciou um caminho de afastamento da Verdade Cristã. Essa deriva herética atingiu o seu apogeu no pontificado de Francisco, um papa que, não obstante o seu epíteto de “o humilde”, não aceita a Verdade Cristã conforme a recebeu, querendo, a todo o custo, aperfeiçoá-la de acordo com os seus gostos e inclinações pessoais.

envelope
Momento em que o cardeal D. Tarcisio Bertone mostra um dos dois envelopes do 3º Segredo de Fátima, no programa “Porta a Porta” do canal italiano de televisão Rai Uno, em 2010.

D. Carlo Maria Viganò, cujo paradeiro, por razões de segurança pessoal, continua desconhecido, desde que denunciou o Vaticano pelo encobrimento dos abusos homossexuais do ex-cardeal Theodore Edgar McCarrick, faz, nesta entrevista, um forte apelo dirigido ao povo português:

“Sois um povo com uma grande responsabilidade.”

Na verdade, as únicas palavras de Nossa Senhora no 3º Segredo até agora publicadas referem-se especificamente a Portugal. Não as ignoremos…

Fotof-tr

Basto 04/2020

31 thoughts on “Arcebispo Viganò: o 3.º Segredo continua por publicar.

  1. AUTO DENUNCIAR-SE SERIA DESINTERESSANTE SE SERIA MODERNISTA?
    E O PAPA PAULO VI TERIA DITO QUE SEGUIRIA SEU ANTECESSOR?
    SEJA LÁ O QUE FOR, DEU NO QUE DEU… CULMINOU NO PAPA FRANCISCO ANTI IGREJA CATÓLICA!
    O papa João XXIII com aquele a “Igreja não condenará mais ninguém” atribuído a ele, aí estaria se denunciando ao admitir que a apostasia proviesse do 3º Segredo de Fátima, pois seria de tendencias modernistas, ainda mais dos altos escalões da maçonaria eclesiástica àquela época já bem instalada dentro do Vaticano, hoje repleta dessa ou quase ao todo nas mãos dela!
    Após a morte do papa Pio XII os inimigos da Igreja afloraram e passaram a ser ostensivos e atuantes sem mais receio!
    Assim, o papa Francisco com seu auto suposto e fraudulento “reformismo” passaria-nos a impressão de ser apenas um simplíssimo porta-voz desses anti cristos maçons em nosso meio, lendo ou repassando um script preelaborado por eles, sempre em desfavor da Igreja de 2 000 anos e tendencioso ao modernismo, inclusive com muitas tendencias rigorosamente anticristãs, como culminou no cultuar o demonio pachamamma em recente herético e sincretista episódio do falsario Sínodo da Amazonia, cujas intenções diferiam em muito de sua hipócrita propagandística!
    Os deuses dos gentios são demonios Sal 95,5!
    Se verdadeiras ou não, existem acusações que o papa João XXIII pertenceria outrora à maçonaria e logicamente seguiria seus ditames, devagarinho. gramscianamente e seu sucessor papa Paulo VI prometido seguir-lhe na trilha.
    Para encontrar possiveis sofismas, basta ler a alocução Gaudet Mater Ecclesia, feita por este papa para a abertura do Concílio Vaticano II, em 11 de outubro de 1962[5].
    “A alocução inaugural do Concílio Vaticano II constitui um ato de considerável relevância histórica, certamente o mais importante do pontificado de João XXIII, provavelmente um dos mais importantes da Igreja Católica na era contemporânea”, diz Giuseppe Alberigo, autor de um estudo particularmente interessante sobre esse discurso.
    Com efeito, num discurso de 35 minutos (10 páginas da Acta Apostolicae Sedis), João XXIII deu ao Concílio seu “verdadeiro estatuto”, definindo o seu espírito. As palavras do “Papa buono” são de uma inacreditável violência ao reprovar qualquer pessimismo e colocar na berlinda os homens (e os prelados) ligados ao passado da Igreja, definidos como “profetas da desventura”! Com sua alocução, “o Papa João lhes arrancava com um gesto forte o estandarte do Concílio e o confiava às tropas preparadas a se abrirem à novidade, a rejuvenescer a Igreja, a tentar um aggiornamento radical da evangelização e um diálogo aberto, sem prevenção, com o mundo.” O tom da alocução é realmente de uma violência surpreendente na afirmação da necessidade de virar a página do passado, ao aceitar totalmente a *“nova ordem” que estava se instaurando com as “novas condições e formas de vida introduzidas no mundo moderno” e “o admirável progresso das descobertas do gênio humano”, para estabelecer, entre a Igreja e o mundo, um diálogo que assegurasse a unidade de “toda a família cristã” e inclusive do “gênero humano”, unidade que pareceria “o grande mistério que Jesus Cristo, próximo ao Seu Sacrifício, pediu ao Pai numa ardente oração”.
    Eis aí “o ar fresco” desejado para a Igreja pelo Papa João XIII, ao abrir suas janelas, e depois as portas, a todos aqueles que dela se haviam separado, ou que seus predecessores haviam condenado: cismáticos orientais, protestantes, judeus, maçons, social-comunistas, liberais, sillonistas, modernistas… e síntese final ao que pareceria, redundou no desacreditado e fiel aos endiabrados martelo e foice, o papa Francisco, amigo dos mais radicais inimigos da Igreja Católica!
    Recordemos o pedido do soberbo e orgulhoso diabo com sua voz rosnenta à de Jesus, calma e simples, relatada ao papa Leão XIII de poder destruir a Igreja e Ele lho consentiu, embora em sua estrutura nada consiga, apenas arrebanhar membros sem suas graças e/ou sem séria vivencia católica!
    *HOJE PODERIA SER A NOVA ORDEM MUNDIAL, PRECONIZADA PELOS DIABÓLICOS CONSPIRADORES VÍNDICE E NUBIUS!

  2. Em 2015 li O Concilio Vaticano II – A Historia Nunca escrita do prof. Roberto De Mattei, em 2016 Pedro tu me amas? de Daniel Leroux, O Derradeiro Combate do Demonio do Pe. Paul Kramer e muitos outros livros.
    Não ha ninguém nesse mundo que me convença que esse concilio foi coisa boa.
    A fala de Dom Vigano não me surpreende, tudo isto já foi denunciado nos livros que li e em outros aos quais não tive acesso.

    Dom Vigano e a primeira voz de expressão a denunciar o acobertamento do Terceiro Segredo, antes dele havia apenas rumores e conjecturas!

  3. Mesmo que tenha sido contra a Vontade de Deus, presumo que os Papas que o puseram em prática foram ingénuos, até se aperceberem do enorme engodo em que tinham caído. E quando tentaram mudar-lhe o rumo, já era tarde demais, embora o tivessem tentado consertar. A intenção foi boa, só que não imaginaram que existia um PROJECTO MALIGNO por trás! E aqui se constata, que as Coisas de DEUS devem mesmo ser consideradas IMUTÁVEIS, porque já são PERFEITAS.
    O PIOR DOS ERROS, para mim, foi DESPREZAREM as Mensagens de Nossa Senhora, quando já tinham o exemplo de La Salette; e nem assim aprenderam!
    O próprio João Paulo II só lhe deu credibilidade, depois de ter sido baleado…
    Bento XVI também não acreditou, mas já assumiu, em Fátima, que lhe pegaram na mão e que a última parte não pertencia ao Passado; sendo assim, o pior ainda está para vir!

    • Cara Maria Martins, João Paulo II deu credibilidade a Mensagem de Fátima, mas nada fez para corrigir os erros do CVII, não deu interpretações infalíveis aos documentos ambíguos e falíveis.
      Daniel Leroux demonstra em seu livro (Pedro tu me amas?), lançado em 1987 que João Paulo II foi tao revolucionário quanto Francisco I.

      João Paulo II na verdade não tinha a fé perfeitamente ortodoxa e era adepto da Nova Teologia (assim como Bento XVI) e acreditava num ecumenismo sem conversão.Seus mentores intelectuais foram modernistas, alguns dos quais condenados pela Igreja (Rahner, Kung, Congar, etc…)

      Desde Paulo VI os papas são prisioneiros virtuais do Vaticano – como o papa Pio IX tinha sido em seu tempo – e seu campo de ação é muito limitado. Cardeais que acumularam poder de Secretariado de Estado, Congregação dos Ritos, Influência no Colégio Cardinalício, etc, isolaram o Papa, tornando sua movimentação muito restrita.Francisco, apoiado por essa mafia que isolou os outros papas tornou-se um ditador.

      João Paulo II para combater o contexto anti religioso e irracional crescente em escala global, tentou minimizar as diferenças entre as opiniões religiosas entre católicos e não católicos ao mesmo tempo que tentava manter as doutrinas reveladas e as práticas essenciais da Igreja. Usava seu carisma de ator para fazer crescer sua popularidade, para se manter ativo nos affairs da humanidade. Ele enfatizava para isto as coisas que unem todos os povos, católicos e não católicos, mas em vez de falar do evangelho falava a linguagem do mundo, promovendo o humanismo ao invés do cristianismo.

      João Paulo II era um homem de grande carisma, com fortes tendências emocionais, e tinha fincado profundamente em seu pensamento os erros modernistas. Ele se considera como nada mais do que um bispo muito importante entre quatro mil outros bispos importantes. E pensava não poder interferir com seus bispos em suas dioceses. Ele acreditava que eles (o papa e os bispos) são equivalentes em poder e jurisdição.

      João Paulo II abriu mão das chaves petrinas, compartilhando-a com os cardeais da cúria, pois ele acreditava no colegiado e fez do papado uma instituição colegial. João Paulo II seguia realmente o exemplo de Paulo VI e João XXIII. Os papas pós-concilio não mais apontam bispos, decidem se ensinamentos são heréticos ou quem vai se tornar cardeal sozinhos. Eles o faz junto com a cúria. (Colegiado de fato).

      João Paulo II (assim como Bento XVI) foi membro da comissão que esboçou a Gaudium et Spes (gnose) a encíclica que deu inicio e embasamento para o ecumenismo promovido pela Igreja atualmente. Ele pretendia incluir todas as religiões em seu ministério, mas sem nada da velha e usual insistência que todos se tornem católicos. Ele (e também Bento XVI e Francisco I) viajou o mundo inteiro ao encontro com povos e religiões porque ele acreditava nas semente de sabedoria que o Espirito Santo plantou na consciência dos povos, tribos clãs. Isto demonstra o quão de acordo com o ecumenismo modernista o papado está e o seu compromisso antes com o mundo e depois para com a ortodoxia da Igreja.

      Alem de tudo isso houve os escandalosos encontros de Assis, muito antes da pachamama.

      Não havia internet e celulares nos anos 80, portanto a informação não viajava tao depressa, Mas Daniel Leroux não deixa de colocara as fontes!

  4. Temos certamente uma grande responsabilidade!! Deus nos pedirá contas e, quem sabe até “entregar a vinha a outros vinicultores”?! Temos de primar pela Fidelidade, sem limites a Jesus e à infalibilidade da Sua Santa Palavra!

    Por outro lado temos um promessa, na qual devemos confiar. Jesus refere: “Quando o Filho do Homem vier encontrará Fé sobre a Terra?! E, passados vários séculos, Nossa Senhora vem e garante a três crianças simples que “Em Portugal se conservará sempre o Dogma da Fé”. É emocionante reflectir que Nossa Senhora utiliza a palavra “sempre”.

    Ora, Dogma é um ponto ou conjunto de pontos de Doutrina apresentados como certos e indiscutíveis, princípios indubitáveis, opinião firmada de preceitos e máximas…Convenhamos que é muito forte! Nossa Senhora não falou de ânimo leve…

    Pessoalmente, esta ideia me dá forças para lutar, confiar e enfrentar o que vier porque, aconteça o que acontecer, temos a garantia da vitória. Aliás a Vitória é sempre de Jesus. Contudo não há vitória sem Cruz…O que quer que soframos, entreguemos nas Mãos de Maria, com amor…

  5. Marcelino, não contesto, porque não tenho “bagagem” suficiente para o fazer. E isto, porque, até há bem pouco, sempre que um livro era editado, denunciando polémicas no Vaticano, eu REJEITAVA de imediato! Para mim, tudo era teorias da conspiração. Mas continuo a afirmar, e isto é meu que, apesar de tudo, Deus sempre foi amparando a Sua Igreja, como Jesus nos prometeu e Nossa Senhora, sempre avisou de que “o Santo Padre estava no meio de lobos!” E agora entendo, que o mal foi, realmente, terem aberto BRECHAS para que Satanás entrasse…até perderem o controlo, não descurando a VAIDADE INTELECTUAL, que se sobrepôs à ORAÇÃO, juntamente, com outros desvios.
    Também li, só recentemente, a REDACÇÃO do Concílio Vaticano II, por Bento XVI, na altura, Cardeal.
    E quanto ao Ecumenismo, o mal não esteve na aproximação, para evitar os ódios e a guerra; o mal esteve nas cedências e no DESPREZO pelos AVISOS DO CÉU!
    Jesus na Obra de–O Evangelho como me foi revelado– não condena o diálogo, nem as aproximações; pelo contrário!
    Ele diz: …”Aos mestres do espírito e directores das almas, digo que devem estudar diversos modos para Salvá-las, porque seria uma tolice USAR UM ÚNICO MÉTODO!
    O método usado para atrair à Perfeição um Justo, que já demonstra tendência para o Bem, é diferente do usado para um pecador e, ainda, mais diferente, para os pagãos que, mesmo não sendo POBRES materialmente, substituíram A VERDADE pelo Poder, pela Prepotência, pela Luxúria, pelo Ouro, pela Soberba, pelo “Saber”…E também, não pode ser usado o mesmo, para os novos prosélitos, aqueles que aceitaram o Ensinamentos cristãos, mas não têm uma cidadania Cristã, porque pertencem a igrejas separadas… Que NINGUÉM SEJA DESPREZADO! AMAI-OS e procurai reconduzi-las ao OVIL ÚNICO, para que o desejo do Pastor se cumpra!
    Mas, Jesus REFERE-SE AO MÉTODO, e não À ESSÊNCIA DA VERDADE! E, aqui, penso eu, é que SE ESTRAGOU TUDO, quando a IGREJA CATÓLICA começou a CEDER, a PERDER a IDENTIDADE, não EXIGINDO a CONVERSÃO, mas usando a FALSA MISERICÓRDIA ou a TOLERÂNCIA ERRADA, mudando a Doutrina.
    Penso que é AQUI, que Deus Se AFASTA, para entrar Satanás, porque os seus seguidores sabiam MUITO BEM ao que vinham!
    E, mais uma vez, eu friso, que foi nesse ponto “que entrou a TRAIÇÃO aos BEM INTENCIONADOS que, quando ACORDARAM, já era tarde demais!
    Relativamente ao Papa Francisco, acho que se encaixa no grupo dos “tolerantes” deturpados…

    Jesus ainda refere:…”Quantas coisas não constam no Evangelho, ou transparecem apenas por trás de espessas cortinas de silêncio, deixadas cair pelos Evangelistas, sobre certos episódios que, pela inquebrantável mentalidade dos Hebreus, eles não aprovavam! Credes vós, que sabeis tudo o que Eu fiz?
    Alguns objeterão: Não me consta que Jesus tenha tido contactos com os Romanos ou Gregos…”
    Em verdade vos digo, mesmo depois de terdes aceitado esta Obra sobre a Minha vida pública, não ficareis a saber tudo sobre Mim…

  6. E, para reforçar a “minha teoria”, sempre acreditei na Promessa de Jesus: “…mas as portas do Inferno não prevalecerão contra Ela…” até ver os Documentários sobre o “Vatileaks”, casualmente, na televisão. E como aí, não podia fugir, pois era uma filmagem REAL, com uma câmara oculta de um jornalista Italiano, que também tinha sido convidado a participar numa orgia, por prostituto amante dum Cardeal, além de ENOJADA, fiquei quase destruída, espiritualmente!
    E o que mais me horrorizou, tal como a esse jornalista, pois via-se isso no filme, era a BANALIZAÇÃO como encaravam esse SACRILÉGIO! Depois da ORGIA, simplesmente se paramentavam, na Sacristia, e Celebravam a Eucaristia, vendo-se no documentário, precisamente, a Elevação da Hóstia, na Consagração!… Perante isto, que mais se pode esperar, dessa gente? E este à parte foi feito, também, deste modo, pelo tal jornalista: ele sentiu o mesmo que eu! E a 1ª parte diz somente respeito à promiscuidade sexual, no Vaticano, mas, a outra refere-se aos escândalos Financeiros… Lembro-me de algo que me “chocou imenso” e me ajudou a ver, como o PAPA, actualmente, no Vaticano, é um fantoche quando, numa certa altura, Bento XVI desabafa: “Daquela porta para além, o Papa não manda nada!”
    E noutra parte, alguém refere que ele, Bento XVI, ficou chocadíssimo com as “tramóias” descobertas, do Cardeal Bertone, e muito alterado, o que não era normal nele, deu um murro na mesa e disse, num modo meio Italiano e meio Alemão: “BERTONE, NÃO!!–isto só prova que foi enganado–
    E, uma imagem me emocionou imenso, depois disso tudo: Bento XVI, muito acabrunhado, tristíssimo, penso que depois de todas essas revelações, sentado de olhar perdido, numa sala cheia de janelas, fixo no vazio… a tirar o lenço da mão, dum bolso, e a limpar os olhos…Se não estava a chorar, não entendo o que representava aquela imagem! E tudo isto, pouco antes da sua Renúncia.
    Daí, eu depreender, que ele é na verdade, uma Vítima, como todos os anteriores. E que só não o matam, porque a morte de João Paulo I, que tinha afirmado, antes de ser Eleito, que sabia de muita coisa… levantou muitas suspeitas! O MALIGNO ENTROU EM FORÇA, mas não quer dizer que, levianamente, pelos motivos que já referi, não o tenham ajudado…
    E porque se esconde Viganò? O que fizeram a Pell?
    Tudo isto são SINAIS que nos devem fazer pensar sem deixarmos de CONFIAR em Jesus. Ele nos diz na Sua Palavra “que ninguém sabe o dia nem a hora” mas que estivéssemos VIGILANTES, para assim, podermos ficar do LADO CERTO, acreditando que ” ESTÁ PRÓXIMA A NOSSA LIBERTAÇÃO!”
    REZEMOS!!!

  7. Vocês já viram esta notícia?

    A Virgem revelou o Terceiro Segredo a um padre francês?

    https://www.sinaisdoreino.com.br/?cat=1&id=11163

    É 1ª vez que estou lendo sobre essa suposta revelação do 3º Segredo de Fátima. É interessante que o texto fale da crise da Igreja devido ao Concílio Vaticano II, mas acredito que o 3º Segredo englobe muitos mais fatos, como catástrofes naturais, guerras, além da crise espiritual em que vivemos nos dias de hoje.

  8. Resumindo e concluindo, nunca vamos saber inteiramente a VERDADE!
    Mesmo acreditando, que as palavras de Bento XVI nos queiram ALERTAR para tudo o que se está a VISLUMBRAR na actual hierarquia da Igreja, ou até possamos analisar e reconhecer que houve, realmente, CULPA, desses “grandes intelectuais” ao não serem simples e humildes… nas suas interpretações, no que diz respeito às Profecias; os tais “doutores esquisitos” que torcerão sempre o nariz… segundo Jesus, em–O Evangelho como me foi revelado— mesmo quando não podem negar as EVIDÊNCIAS.
    E isso só reforça a TEORIA, que muitos defendem: TODOS OS PAPAS FORAM CULPADOS, depois do Vaticano II, porque NÃO ACREDITARAM NOS AVISOS DO CÉU!
    E por muito que EU GOSTE de S. João Paulo II, lembro-me muito bem de VER uma entrevista sua, em que alguém lhe perguntava sobre a 3ª parte do Segredo de Fátima, logo que ele assumiu o Pontificado, e ele ter respondido, com aquele ar “malandro” que lhe era característico: “Segredos, segredos, não faltam segredos…” Ele só acreditou, quando foi baleado e, no hospital, pediu tudo o que se referia a Fátima!
    Mas, reitero que, embora BEM INTENCIONADOS, agiram LEVIANAMENTE, reforçando-nos a certeza de que DEUS É IMUTÁVEL! NUNCA deveriam ter facilitado NAS CEDÊNCIAS!
    E outra imagem, que vale o que vale, mas a mim, me impressionou muito, foi quando na sua última vinda a Fátima para agradecer a Nossa Senhora ter sido salvo, depois do atentado, ele, João Paulo II, muito RECOLHIDO e com um certo ar de COMPROMETIMENTO rezou, repetindo três vezes:” OBRIGADO PAI, PORQUE REVELASTE ESTAS COISAS AOS PEQUENINOS E AS NEGASTE AOS SÁBIOS!”
    E, agora, esta última declaração de Bento XVI sobre o aborto e a homossexualidade darem PODER ao ANTICRISTO, para mim, é mais uma tentativa para nos ALERTAR que, afinal, ELE, Anticristo, ESTÁ AÍ!…

  9. Quando falamos na mensagem de Fátima, penso que ela sempre nos remete ao comunismo. Nesse sentido gostaria de partilhar um comentário de um padre canadense, comentário este que achei interessante, pois faz uma crítica ao caráter anticristão do comunismo.

    Vídeo

    https://youtu.be/Soxbm6SbfQQ

    • Já foram destacados 3500 soldados da GNR para o cerco a Fátima. Isto enquanto o Governo decide de que forma irá autorizar a tradicinal festa do Partido Comunista na Quinta da Atalaia……

      • Me desculpe a minha falta de conhecimento, mas o que significa GNR?

        Quando será essa festa comunista? (Não que eu queira ir rsrs)

        Por falar em Partido Comunista, como está a situação política em Portugal?

        Pelo que você comentou, parece que está havendo uma fortalecimento ou renascimento da Esquerda em Portugal. Seria uma impressão enganosa minha?

      • Guarda Nacional Republicana é uma força militar mas que, na prática, funciona essencialmente como uma força policial civil.

        Sobre a festa comunista, é uma espécie de Rock in Rio mas mais popular e com comícios comunistas pelo meio. E creio que com mais droga também…

        Não sei se a esquerda está mais forte em Portugal. Esquerda e direita em Portugal não são substancialmente muito diferentes…

      • Me desculpe a pergunta. É que eu pensei que não encontraria resposta na internet, mas fazendo uma pesquisa descobri que GNR significa Guarda Nacional Republicana.

        Brasil e Portugal estão próximos pela língua portuguesa, mas o Brasil acabou ficando um pouco distante da realidade portuguesa.

      • Só por curiosidade, GNR é também o nome de uma banda rock do norte de Portugal, mais precisamente do Porto. É a banda que toca o tema que a RTP colocou no encerramento do telejornal do dia 14 de abril, depois de um jornalista idiota, num outro canal de televisão, ter referido que uma das razões para haver mais casos de coronavírus no Norte era a falta de educação da sua população.

      • Basto, obrigado pela resposta e me desculpe pelo comentário precipitado. Eu não tinha visto antes a sua resposta.

        Quando você diz que Esquerda e Direita em Portugal “não são substancialmente muito diferentes”, isso me faz pensar na situação do Brasil mais ou menos 10 anos atrás quando não existia um movimento conservador no Brasil.

  10. “…cumprimento de um plano concebido pelas seitas secretas desde há mais de dois séculos.”

    Tais como,

    (1) a Maçonaria, fundada em 1717, pelo Império Britânico – https://www.forumdefesa.com/forum/index.php?topic=9302.msg326732#msg326732 – e

    (2) a sociedade (agora satânica) dos Illuminati, criada em 1776 (ao que parece, originalmente criada pelos jesuítas, mas que fugiu do seu controlo, para o de aqueles que tentava controlar – https://twitter.com/EstulinDaniel/status/964159758910439424).

    O arcebispo Viganò toca em todos os pontos certos, que estão a ser usados para erodir os princípios cristãos. E, de facto, até “observadores seculares” como eu conseguem claramente ver o que se passa.

    No entanto, não sei até que ponto é que terá ele recebido informação credível sobre o Terceiro Segredo (e terão sido, uma vez mais, traidores dentro do Vaticano os responsáveis por isso). Pois, (eu sou um leigo neste assunto de Fátima, mas) a única informação fidedigna que tenho, fala apenas sobre a “consagração da Rússia”:

    https://twitter.com/search?q=fatima%20from%3Aestulindaniel&src=typed_query&f=live

    (Não é que um dos dois possíveis assuntos exclua necessariamente o outro… Mas, acho estranho que as duas diferentes fontes que menciono não falem também do que a outra diz…)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s