Portugal jurou confessar e defender eternamente a doutrina da Imaculada Conceição, dois séculos antes da sua definição dogmática.

“E da mesma maneira prometemos e juramos […] confessar e defender sempre (até dar a vida sendo necessário) que a Virgem Maria Mãe de Deus foi concebida sem pecado original, esperando com grande confiança que por meio desta Senhora (Deus) nos ampare e defenda de nossos inimigos para glória de Cristo nosso Deus, exaltação da nossa Santa Fé Católica Romana, conversão das gentes e redução dos hereges.”

El-Rei Dom João IV, Lisboa, 25 de março de 1646; in Veritatis, 08/12/2020.

Os painéis acima, que pertencem à fachada exterior da Igreja de Nossa Senhora do Amparo, em Válega, Ovar, invocam a definição dogmática Papa Pio IX na sua bula Ineffabilis Deus, em 8 de dezembro de 1854.

Basto 12/2020

3 thoughts on “Portugal jurou confessar e defender eternamente a doutrina da Imaculada Conceição, dois séculos antes da sua definição dogmática.

  1. Longe…parecem ir os tempos, em que, em Portugal, se respirava Sobrenaturalidade e, mesmo pequenino, este “canteirinho à beira mar plantado” não se cansava de dar bons exemplos por esse mundo afora…tal como esse, que o Basto acabou de postar.
    Talvez por isso, Nossa Senhora nutra, por ele, uma certa Predileção e nos preserve de cairmos em APOSTASIA TOTAL.
    Que Ela nos cubra com o Seu manto e nos perdoe tantas e tantas “traições”, fazendo jus ao que prometeu em Fátima: “Em Portugal, conservar-se-á sempre o Dogma da Fé!”
    Às vezes, interrogo-me: porquê? Sempre os primeiros a aprovar tudo que é iníquo…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s