Cuidado com estes “crucifixos”

Desde 2013 para cá, o chamado “crucifixo” de Vedele tem vindo a ganhar uma popularidade notável. Um pouco por todo o lado, padres, bispos e cardeais trocaram os seus tradicionais crucifixos pela “cruz do bom pastor”, em sinal de admiração e respeito pelo Santo Padre.

vedele

Acabou por tornar-se num dos objetos religiosos mais populares de sempre em toda a Cristandade. Até os rosários passaram a incluir esta medalha cruciforme no final das suas contas.

Gostos não se discutem, mas independentemente da sensibilidade estética de cada um, recomendam-se alguns cuidados no momento da aquisição de uma destas “cruzes”. É que algumas delas, que até reclamam ser as originais, incluem pormenores gráficos verdadeiramente macabros.

medalha-cruciforme

Nestes tempos de “desorientação diabólica”, temos de estar sempre muito atentos a todos os pormenores porque anda muita gente a tentar enganar-nos.

Basto 2/2017