Santo Padre condena os católicos que rezam a “oração do papagaio”

Na sua homilia do dia 4 de abril, na capela da Casa de Santa Marta, na presença do Presidente da República Italiana, Francisco condenou os católicos que rezam a “oração do papagaio”, numa alusão à repetição de pai-nossos e ave-marias.

oração.do.papagaio
In Vatican News, 04/0472019.

De uma forma bastante confusa, o Santo Padre explicou que, na oração, é preciso ter a coragem de lutar com Deus para que Jesus interceda por nós junto do Pai.

Às vezes, quando vemos as pessoas que lutam com o Senhor para ter alguma coisa, pensamos que o fazem como se estivessem lutando com Deus, para chegar ao que pedem. […] É preciso muita coragem para rezar assim.

[…] E quando eu rezo, seja com a persuasão, seja com o mercantilizar, seja gaguejando, seja discutindo com o Senhor, mas é Ele que toma a minha oração e a apresenta ao Pai.

(Papa Francisco, in Vatican News, 04/04/2019)

Basto 04/2019