Gen Verde em digressão pastoral por Portugal

gen.verde.jpgA banda Gen Verde, uma girls band de pop-rock “católico” nascida no seio do Movimento Focolares, inicia, esta semana, uma digressão em terras lusitanas para apresentar à juventude o seu novo projeto “From the Inside Outside”.

Ao todo, as Gen Verde organizarão seis retiros – chamemos-lhes  assim – onde, além dos concertos, serão dinamizados workshops de preparação dos jovens para a participação no próprio concerto, seguindo o propósito da fundadora do movimento católico onde a banda surgiu.

“[…] com o objetivo de elas, através da música, fazerem uma revolução. Uma revolução de amor em que, no fundo, através da música conseguiriam transmitir a ideia de que aquilo que é mais importante é este amor ao próximo e, através disso, criar um mundo mais unido onde a fraternidade universal fosse possível.”

(Madalena Sepúlveda Maia, Movimento Focolares; in Ecclesia, 23/04/2019)

O itinerário da girls band católica em Portugal passará por seis cidades portuguesas, começando no Minho e acabando no Algarve, e inclui uma atuação no Centro Pastoral Paulo VI, no Santuário de Fátima, no fim de semana anterior ao 13 de Maio.

Basto 04/2019

Freira Cristina lança-se nos concursos de dança

Depois da sua escandalosa participação nos mundanos concursos de talentos musicais e na gravação de covers de músicas impúdicas, a Ir. Cristina Scuccia regressa à televisão italiana, com a mesma indumentária de sucesso e com o mesmo registo ousado e apalhaçado, para participar no concurso de dança “Dançando com as Estrelas”. Na sua imbecilidade, a freira rebelde chega a sugerir que Santa Rita de Cássia faria o mesmo.

O novo apostolado da freira Cristina na televisão italiana mereceu o destaque do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura da Conferência Episcopal Portuguesa.

Basto 04/2019

Jornada Mundial da Juventude: baile pastoral em Chitré

Na diocese de Chitré, no Panamá, os peregrinos participaram num caloroso baile com a artista Sandra Sandoval, no âmbito da celebração da Jornada Mundial da Juventude. Até o padre subiu ao palco

Basto 01/2019

“Dança litúrgica” na Renânia do Norte-Vestfália

Para além dos ministros celebrantes e acólitos, imediatamente após o momento da consagração, entra também o lorpa.

Cidade de Münster, Renânia do Norte-Vestfália, Alemanha, no dia 13 de maio de 2018.

Fonte: One Peter Five, 22/05/2018.

A coreografia acima realizou-se na presença de vários importantes sacerdotes e bispos alemães, entre os quais o cardeal D. Reinhard Marx, Presidente da Conferência Episcopal Alemã e um dos homens mais influentes na Igreja Católica atual.

Basto 05/2018

A Alegria do Amor em Bobadela

Ninguém tem nada contra este tipo de espetáculos, até porque são uma boa alternativa de verão aos concertos de música pimba, mas tinha mesmo de ser dentro da Igreja?

O concelho de Loures tem espaços bem mais adequados a este tipo de iniciativas, mas mesmo que não tivesse, havia sempre a hipótese de uma tenda de eventos.

Basto 6/2017

Ainda Cracóvia: alguns registos videográficos

Já passaram alguns dias desde a conclusão da Jornada Mundial da Juventude 2016, na Polónia. Neste momento, muitos peregrinos publicaram já os seus vídeos dos momentos mais memoráveis vividos naquele encontro de oração. Alguns desses vídeos são verdadeiramente hilariantes.

 

Sacerdotes e fiéis incansáveis:

Seja dia, seja noite… De onde vem tanta energia?

 

As irmãs em ação, imparáveis:

 

Pastoral de rua:

Nota importante: o “Hallelujah” original de Leonard Cohen é uma música sacrílega.

 

Freiras em flash mob ao som de música brasileira:

Na cidade e no campo…

Estes, como outros e outros e mais outros, são apenas alguns exemplos de dinamismo e modernidade da Igreja Católica vividos na Polónia nas últimas semanas. Ninguém consegue ficar indiferente! Muitas outras coisas deverão continuar a aparecer nas redes sociais ao longo dos próximos dias.

A Polónia faz fronteira, a Leste, com vários países onde a maioria dos cristãos ortodoxos não se encontram em comunhão com o Papa nem com a Igreja Católica. Depois de verem estas coisas, que imagem terão eles dos seus irmãos católicos romanos quando afirmam que fora da Igreja Católica não há salvação? É pouco provável que estas iniciativas contribuam para convencê-los a abraçar a Fé Católica.

Basto 8/2016