Regresso de “La Voz del Desierto” preparados para a missão

la voz del desierto

Consideram-se um “grupo de música católica da diocese de Alcalá de Henares (Espanha)” composto por três sacerdotes e quatro leigos locais que apostaram numa “evangelização” diferente…

Através das nossas canções queremos evangelizar, ou seja, anunciar Jesus Cristo a todos.

(in página oficial de La Voz del Desierto – tradução livre)

A banda espanhola de “rock católico” La Voz del Desierto regressa com um novo disco e um videoclipe gravado nos EUA, preparando-se agora para uma digressão no Continente Americano.

Será isto a “nova evangelização”? Serão estes os novos missionários da Igreja Católica?

Basto 7/2018

“The Thirsting”, o rock “católico”

the.therstingFundada em Portland, nos EUA, The Thirsting assume-se como uma banda de “música católica de vanguarda” que “proclama abertamente as verdades da fé católica”. O seu primeiro álbum foi lançado em 2008 e, desde então, já lançou mais dois, em 2011 e 2017, respetivamente.

The Thirsting são um excelente exemplo de uma forma de atualizar a Nova Evangelização.”

(D. Walker Nickless, bispo da diocese de Sioux City, EUA; in página oficial dos The Thirsting – tradução livre)

Basto 6/2018

Padre “Elvis” publica livro

O sr. Pe. Marcos Roberto Pires, mais conhecido por Padre “Elvis”, lançou um livro. As celebrações religiosas deste sacerdote brasileiro têm fama de ser um enorme sucesso… Na base deste sucesso está uma nova pastoral que inclui uma espécie de rock litúrgico.

Deus dá dons para atrair os fiéis. Se minha estética ajuda, que as pessoas venham e encontrem a espiritualidade e a fé. Mas não é um show do Elvis.

(Pe. Marcos Pires in VejaSP, 12/12/2014)

Aha! Uhu! Se é para louvar eu fico louco!

(Refrão cantado em histeria e aos saltos na Missa de Cura e Libertação presidida pelo sr. Pe. Marcos Pires)

livro-padre-elvis

Talvez até seja um bom livro… Mas em relação àquelas missas, que Deus nos perdoe!

Basto 12/2016

Novo disco do sr. Pe. Victor Silva

Já saiu o primeiro videoclipe oficial do novo álbum “Faces” do sr. Pe. Victor Silva da diocese de Lamego. O disco foi produzido pelo músico Nuno Espinheira dos Blind Zero e contou com a participação dos brasileiros Rosa de Saron.

Título do tema do videoclipe: “Promessas”.

Basto 10/2016

As Irmãs Comunicadoras Eucarísticas do Pai Celestial

freiras colombianas
Rome Reports – TV News Agency

São uma congregação de freiras que vivem num convento de Cali, na Colômbia. À semelhança da Irmã Cristina Scuccia, praticam a “nova pastoral” através da música rock e pop, e também da dança, que partilham na Internet.

Surgió antes del Año de la Misericordia, pero no le dimos esa fuercita antes. Estaba ahí, en standby. Y surgió el Año Santo y creímos que era un regalo del Señor. Dijimos: ‘Hay que grabarlo’. Y fue lo último que se publicó en redes sociales.

(Ir. Jerut, in Rome Reports, em 01/07/2016)

A agência informativa Rome Reports, especializada em assuntos do Vaticano e da Igreja em geral, dá sempre um grande destaque a estes exemplos de inovadoras práticas pastorais que estão a crescer por todo o mundo. Ainda no passado mês de janeiro, mostrou outro exemplo de moderníssimas freiras, em “missão” na cidade de Lima, no Peru.

A América Latina, grande bastião do catolicismo a nível mundial, é particularmente sensível a esta nova pastoral, a qual está ainda longe de poder ser completamente avaliada ao nível dos seus frutos espirituais.

Em 2013, por altura da visita do Papa Francisco à maior nação católica do mundo, até os bispos deram um pezinho de dança, envolvidos pelo espírito celebrativo.

Basto 7/2016

Guardar

Boralá para Cracóvia

A pouco mais de um mês para a Jornada Mundial da Juventude, que será celebrada em Cracóvia, na Polónia, os jovens de todo mundo já iniciaram o caminho penitencial de preparação para a peregrinação que, este ano, terá como tema – como não podia deixar de ser – a Misericórdia de Deus.

A música oficial intitula-se “Bem-aventurados os misericordiosos” e já se multiplicou por dezenas de idiomas, pelo que se pretende que seja um valioso instrumento de busca da Misericórdia de Deus. Assim, para integrar todas as sensibilidades e, talvez, para atrair ao sacramento da Reconciliação todos aqueles que se sentiam excluídos da Igreja Católica, esta música “litúrgica” – admite-se aqui alguma imprecisão taxonómica – conheceu várias versões em diferentes estilos musicais, entre as quais:

 

Rock Alternativo

 

Electro House

Temos de admitir que este evento religioso acontece mesmo no pico da estação estival, portanto, tem de contar com a concorrência dos festivais de verão espalhados pela Europa.

Paralelamente ao hino oficial, numa lógica descentralização da Igreja, têm sido compostas outras músicas, não oficiais, adaptadas às necessidades pastorais regionais. Por exemplo, em Espanha, o srs. Padres Toño Casado e Damián, ambos solteiros, interpretam o tema “Hoje já sou Feliz”, inspirado numa lógica de “pastoral de rua” que chega às periferias.

Ao que se sabe, em Portugal ainda ninguém se lembrou de compor um tema adaptado às necessidades pastorais locais, ou então é porque estas ainda não foram completamente estudadas. Os nossos 10 milhões de habitantes cabiam quase todos, por exemplo, dentro de um quarteirão da cidade de São Paulo e, desses, os jovens são pouco mais de um milhão. Não obstante a sua exígua dimensão, a complexidade deste pequeno povo atlântico confunde até os antropólogos mais experientes. A solução musical perder-se-ia num vasto leque de possibilidades, podendo ir desde um melodioso arranjo neopastoral ao estilo do sr. Padre Victor Silva até à clássica onda Zé Cabra, sem excluir as tunas de Coimbra, os sempre jovens Xutos & Pontapés ou os Morangos com Açúcar. Há que admitir que não deve ser fácil chegar à juventude portuguesa.

Isto está a ficar bonito, está…

Basto 6/2016

Música Rock na Capela Sistina

 

capela sistina 1
Capela Sistina, Roma, domingo, 1 de maio de 2016

Aconteceu ontem, dia 1 de maio de 2016. The Edge, o guitarrista dos U2, tocou e cantou para médicos, investigadores e filantropos, na Capela Sistina, na Santa Sé. Um acontecimento inédito em centenas de anos de história de uma das mais importantes capelas da cristandade, ainda por cima, num domingo, dia do Senhor.

O músico interpretou quatro temas em versão acústica, com a ajuda de um coro de adolescentes irlandeses:

O guitarrista dedicou a última das canções acima referidas, que pode ser traduzida para “Continue em frente”, ao Papa Francisco, o Papa do povo que “tem feito um trabalho fantástico e pode continuar por muito tempo”.

Com Cristo crucificado sobre o altar da capela, a servir de cenário…

 

Basto 5/2016