Ativista gay da Companhia de Jesus propõe retiros para adolescentes LGBTQ

Pe. James Martin SJ, o conhecido ativista LGBT nomeado pelo Papa Francisco como consultor da Santa Sé para as comunicações e como pregador do homossexualismo católico no Encontro Mundial de Famílias 2018, em Dublin, propõe dois retiros nos EUA para adolescentes lésbicas, gays, bissexuais e transexuais. Um desses retiros terá lugar numa casa dos Jesuítas, na Atalanta, e o outro será numa casa dos Franciscanos, no Norte da Califórnia.

james martin.jpg
In Twitter de James Martin SJ, 08/09/2019.

James Martin, como se sente autorizado e apoiado, continua a promover abertamente o homossexualismo, agora até durante o Santo Sacrifício da Missa.

Basto 09/2019

Adolescente trava parada gay na Polónia com um crucifixo

São imagens que correram o mundo. Um adolescente de 15 anos enfrentou a primeira marcha do Orgulho Gay da cidade de Plock, na Polónia, que decorreu no passado dia 20 de julho, empunhando um crucifixo e um rosário. De acordo com a informação que circula nas redes sociais, o rapaz diz que se inspirou no heroísmo demonstrado pelo padre mártir polaco Ignacy Jan Skorupka frente os invasores comunistas soviéticos.

Entre outros ataques à fé cristã e depravações morais características deste tipo de eventos homossexualistas, os participantes na marcha ostentavam uma versão blasfema do ícone de Nossa Senhora de Częstochowa, a padroeira da Polónia.

Basto 08/2019

O Orgulho Gay da Disneyland Paris

magical.pride.jpgA Disneyland Paris, um dos maiores parques de diversões da Europa, visitado anualmente por milhões de crianças de todo o mundo, celebrou, no dia 1 de junho, a Magical Pride Party 2019, onde incluiu uma versão mais modesta das perversas marchas do Orgulho Gay e toda uma vasta gama de merchandising associado ao movimento extremista LGBT.

Basto 06/2019

Frases que nos fazem pensar: Pe. Fernando Calado Rodrigues

pe.fernando.calado.rodrigues“Em vez de ter medo que se lhe cole o rótulo de “gay friendly”, ou “LGBTIQ friendly”, Bragança deveria estar atenta aos benefícios de ser considerada uma cidade acolhedora em todas as dimensões, incluindo todos os que vivem a sua sexualidade com as mais diversas orientações, desde que respeitadores da sensibilidade dos outros.”

(Pe. Fernando Calado Rodrigues, pároco nas paróquias da cidade de Bragança e articulista do Jornal de Notícias)

Contexto da frase:

A frase faz parte de um artigo de apoio à realização da 1ª Marcha do Orgulho Gay em Bragança, a qual viria a realizar-se no dia 19 de maio de 2018. O artigo de opinião, intitulado “Bragança gay friendly“, é assinado pelo Pe. Fernando Calado Rodrigues no Jornal de Notícias, publicação onde o referido sacerdote escreve regularmente; in Jornal de Notícias, 30/04/2018.

lgbt.bragança
Ativistas gay junto à Sé Velha de Bragança; in SIC Notícias, 19/05/2018.

Recomenda-se ainda, do mesmo autor, a leitura do artigo “Não há vida como a vida de padre!”, publicado hoje no Jornal de Notícias, em que o sacerdote lamenta o facto de “muitas vezes” se ter preocupado “mais em aplicar a lei e as normas da Igreja do que em «acompanhar, discernir e integrar a fragilidade», como o Papa propõe na Amoris Lætitia“.

Basto 6/2018

Portugal orgulhosamente gay, de Faro a Bragança

Agora até em Bragança, mesmo debaixo das varandas das avós… A reportagem da SIC Notícias pode ser vista aqui.

Basto 5/2018