Roma despoja-se das relíquias de Pedro

Em nome da sua cultura del encuentro, o Papa Francisco, por iniciativa pessoal, ofereceu as relíquias de São Pedro, objeto de veneração de valor ímpar e insubstituível para a Igreja Católica, ao Patriarca de Constantinopla. As relíquias do primeiro pontífice, martirizado em Roma, estão agora longe da Santa Sé, na posse de cismáticos que não reconhecem o Bispo de Roma como o legítimo sucessor de Pedro nem aceitam a doutrina católica como a verdadeira.

Basto 07/2019