Papa Francisco visita o Santíssimo Sacramento na Catedral de Maputo

adoração.moçambique

Catedral Metropolitana de Nossa Senhora da Conceição, Maputo, Moçambique, no encontro com os bispos, sacerdotes, consagrados, seminaristas, catequistas e animadores pastorais.

Fonte: Vatican News, 05/09/2019.

Basto 09/2019

Momento de adoração eucarística no Corpus Christi de 2019

Corpus.Christi.2019

Paróquia de Santa Maria Consoladora, em Casal Bertone, Roma, na celebração da Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo deste ano.

Fonte: Vatican News, 23/06/2019.

Basto 06/2019

Momento de adoração eucarística na JMJ, no Panamá

adoração eucarística.jpg

Vigília com os jovens no âmbito da Jornada Mundial da Juventude, Campo São João Paulo II, Metro Park, Cidade do Panamá, dia 26 de janeiro de 2019; in Tele VID, 26/01/2019.

Basto 02/2019

Nova pastoral no Brasil: “adoração eucarística” na Arquidiocese de Sorocaba

 

Paróquia de São Geraldo Magela, Arquidiocese de Sorocaba, São Paulo, Brasil.

Fonte: página facebook da Livraria Caritatem, 01/04/2018, via imaculadamaria.com.br.

Basto 4/2018

Santo Padre, em Fátima, não se ajoelha perante o Santíssimo Sacramento

No dia 13 de maio de 2017, quando se cumpriam exatamente 100 anos depois da primeira aparição de Fátima, o Santo Padre repetiu o seu conhecido costume de não se ajoelhar perante a Sagrada Eucaristia.

O momento de adoração ao Santíssimo Sacramento exposto no altar do recinto do Santuário de Fátima aconteceu imediatamente após a procissão eucarística da tradicional bênção dos doentes.

papa.em.adoração.fátima.depois1
Momento de adoração Eucarística, Fátima, 13/05/2017 (vista superior) – Imagens RTP

 

papa.em.adoração.fátima.depois3
Momento de Adoração Eucarística, Fátima, 13/05/2017 (vista do recinto) – Imagens RTP

 

marcelo.em.adoração
Momento de Adoração Eucarística, Fátima, 13/05/2017 (Presidente da República) – Imagens RTP

As imagens acima foram capturadas durante a transmissão televisiva no momento depois de um sacerdote ter pedido a todos os presentes para, se puderem, ajoelharem-se.

genuflexório
Genuflexório evitado pelo Santo Padre em Fátima no dia 13 de maio de 2017

Basto 5/2017

Papa Francisco propõe novo exercício espiritual

Quando a multidão que recebera o Santo Padre em estado de histeria coletiva, na Sala Paulo VI, estava já confortavelmente sentada, Francisco propôs um “novo exercício espiritual”.

Vale a pena ver também o vídeo abaixo, apesar de não estar traduzido, porque permite captar melhor o entusiasmo, a auto-confiança e a convicção do Santo Padre à medida que avança no “novo exercício espiritual”.

Em 1916, na Loca do Cabeço, em Fátima, os pastorinhos aprenderam com o Anjo um exercício espiritual radicalmente diferente ao nível do nosso posicionamento perante Deus.

Ao chegar junto de nós, disse:
– Não temais! Sou o Anjo da Paz. Orai comigo.
E ajoelhando em terra, curvou a fronte até ao chão e fez-nos repetir três vezes estas palavras:
Meu Deus! Eu creio, adoro, espero e amo-Vos. Peço-Vos perdão para os que não creem, não adoram, não esperam e não Vos amam.
Depois, erguendo-se, disse:

– Orai assim. Os Corações de Jesus e Maria estão atentos à voz das vossas súplicas.

As suas palavras gravaram-se de tal forma na nossa mente, que jamais nos esqueceram. E, desde aí, passávamos largo tempo assim prostrados repetindo-as, às vezes, até cair cansados.

(Ir. Lúcia do Imaculado Coração de Maria, IV Memória, 1941)

Que Deus nos ama já nós sabemos, a questão fundamental, aqui, é como corresponder ao Seu amor. Optar por permanecer amarrados ao pecado porque Ele nos ama de qualquer modo, ou porque achamos que Ele é só Misericórdia, seria equivalente chamar injusto a Deus. Temos portanto de tentar corresponder a esse grande amor com Fé, com orações e com ações. Através da verdadeira reconciliação com Ele.

A nossa posição perante o amor de Deus é aqui fundamental, até mesmo em termos físicos. Ajoelhar-se perante Deus para O adorar, quando Ele está fisicamente presente na Sagrada Eucaristia, é uma postura de humildade verdadeira e de veneração. É uma pena que o Santo Padre tenha grandes dificuldades em fazê-lo porque, desse modo, daria uma grande lição sobre o amor de Deus a toda a humanidade.

Basto 2/2017