#Regresso à velha tradição bolchevique_152

Catedral da Natividade de Cristo, em Severodonetsk, região de Luhansk, Ucrânia, volta a ser bombardeada. Após os bombardeamentos já aqui relatados nos meses de março e abril, de acordo com o serviço de informação da Igreja Ortodoxa Ucraniana, esta catedral sofreu múltiplos bombardeamentos entre os dias 20 de maio e 9 de junho, que danificaram brutalmente o edifício e áreas contíguas.

Fonte: news.church.ua

Anteriores bombardeamentos desta catedral aqui registados:

#Regresso à velha tradição bolchevique_96

#Regresso à velha tradição bolchevique_82

#Regresso à velha tradição bolchevique_28

#Regresso à velha tradição bolchevique_140

Dois monges e uma freira morreram em resultado dos mais recentes ataques russos a vários edifícios do Mosteiro de Svyatogorsk Lavra. Os monges encontravam-se nas usas celas, após a refeição, preparando-se para a vigília da Festa da Ascensão.

De acordo com a informação, outros três monges acabaram por morrer no hospital e dois estão gravemente feridos.

Fonte: news.church.ua

#Regresso à velha tradição bolchevique_138

Igreja da Mãe de Deus Alegria de Todos os que sofrem, do eremitério feminino do Mosteiro da Santa Dormição de Svyatogorsk Lavra, Donetsk, Ucrânia. Neste local, as irmãs abrigavam atualmente cerca de 20 refugiados da guerra.

Fonte: news.church.ua

#Regresso à velha tradição bolchevique_102

Estátua do Metropolita Inácio de Mariupol (1715-1786), um dos fundadores da cidade ucraniana de Mariupol, canonizado pela Igreja Ortodoxa. A estátua do santo localizava-se junto à Catedral de São Miguel Arcanjo, também bombardeada pelas forças putinistas.

Fonte: news.obozrevatel.com

#Regresso à velha tradição bolchevique_96

Catedral da Natividade de Cristo, em Severodonetsk, região de Luhansk, Ucrânia, novamente bombardeada a 17 de abril. O piso subterrâneo desta catedral tem servido de abrigo à população civil durante os bombaradeamentos.

Fonte: spzh.news

Anteriores bombardeamentos que esta catedral ortodoxa sofreu nas últimas semanas:

#Regresso à velha tradição bolchevique_82

#Regresso à velha tradição bolchevique_28

#Regresso à velha tradição bolchevique_93

Seminário Teológico Maior do Sagrado Coração de Jesus, da Igreja Católica Ucraniana, em Vorzel, região de Kiev, Ucrânia. A imagem de Nossa Senhora, que havia sido comprada pelo Seminário, em Fátima, por ocasião do Centenário das Aparições, parece ter sido atingida um tiro propositado. Entre as coisas roubadas, maioritariamente objetos religiosos, o clero local lamenta a perda de um cálice utilizado pelo Papa João Paulo II na celebração de uma missa durante a sua viagem apostólica à Ucrânia em 2001.

Fonte: kmc.media

#Regresso à velha tradição bolchevique_67

Padre Serhiy Chudynovych, da Igreja Ortodoxa Ucraniana, em Kherson, sequestrado por três homens que invadiram a igreja, apresentando-se como agentes policiais. A vítima, levada para parte incerta, já foi, entretanto, libertada.

Fonte: noticiasaominuto.com

#Regresso à velha tradição bolchevique_65

Catedral de São Nicolau, em Mariupol, Ucrânia. No dia 25 de fevereiro, um grupo de militares armados invade a catedral durante a realização de um batismo, agredindo o padre e outros funcionários, para roubar o dinheiro do cofre da igreja, levando ainda alimentos, utensílios domésticos e dois carros do clero.

Fonte: donetsk.church.ua

#Regresso à velha tradição bolchevique_27

Casa museu do Padre Zosima, um falecido ancião, clérigo perseguido pelo KGB durante o regime comunista soviético, referência espiritual para os cristãos ortodoxos e fundador do Santuário de Vasilyevsky, um dos grandes santuários do mundo ortodoxo.

Fonte: censor.net