#Regresso à velha tradição bolchevique_236

Mosteiro católico dos Padres Paulinos, em Mariupol, na Ucrânia, com as janelas quebradas pelo impacto das explosões. Os padres e alguns paroquianos tiveram de fugir para o mosteiro da paróquia de São Nicolau, em Kamianets-Podilskyi, durante o processo de “desnazificação” putinista da cidade mártir ucraniana. O edifício da congregação católica foi saqueado e ocupado ilegalmente pela administração putinista da cidade da chamada “República Popular de Donestk”. Desconhece-se atualmente o que se passa neste edifício da Igreja Católica, uma vez que se localiza numa zona ocupada pelas forças russas.

Fonte: credo.pro

#Regresso à velha tradição bolchevique_235

Mosteiro de Vasylovsky, próximo de Volnovakha, região de Donetsk. Neste último ataque ao mosteiro, realizado 9 de novembro, uma freira, Eupraxia, foi ferida por fragmentos de projéteis.

Fonte: news.church.ua

Anteriores ataques a este mosteiro:

#Regresso à velha tradição bolchevique_216

#Regresso à velha tradição bolchevique_195

#Regresso à velha tradição bolchevique_95

#Regresso à velha tradição bolchevique_27

#Regresso à velha tradição bolchevique_231

Vadim, monge noviço ortodoxo de Lyadiv Usiknovinsky, em Mogilev-Podilskyi, região de Vinnytsia, Ucrânia, morreu em resultado de um ataque de mísseis dos invasores russos que atingiu o seu mosteiro.

Fonte: moh-pod.church.ua