Santo Padre critica o “legalismo” no cumprimento dos Mandamentos da Lei de Deus

Na Audiência Geral desta quarta-feira, 20 de junho, o Papa Francisco questionou a natureza da relação de Deus com o Homem para voltar a criticar o “legalismo” na Igreja Católica no que concerne ao cumprimento dos Mandamentos. Desta vez recorreu a uma passagem do livro dos Génesis.

E o Senhor Deus deu esta ordem ao homem: «Podes comer do fruto de todas as árvores do jardim; mas não comas o da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque, no dia em que o comeres, certamente morrerás.» (Gn 2, 16-17)

O mundo não tem necessidade de legalismo, mas de cuidado. Precisa de cristãos com coração de filhos. Há necessidade de cristãos com coração de filhos: não vos esqueçais disto!

(Papa Francisco na Audiência Geral de 20 de junho de 2018; in sítio oficial do Vaticano, 20/06/2018)

Pois, mas o “coração de filhos”, por sua vez, deve ser um coração de obediência ao Pai. Um Pai que deseja o melhor para os Seus filhos, neste caso, a sua salvação.

Basto 6/2018