Arquidiocese de Quito, no Equador, concede enterro cristão a 36 bebés vítimas de aborto

quito.jpg

No âmbito do projeto “Bebés ao Céu”, a Arquidiocese de Quito, com a colaboração do Serviço Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses do Equador, enterrou os restos mortais de 36 bebés assassinados por aborto encontrados em diversas localidades do país. A cerimónia, presidida pelo arcebispo de Quito, D. Fausto Trávez, realizou-se no dia 13 de março no cemitério Jardins de Santa Rosa, na capital do Equador, tendo sido a segunda em menos de um ano, depois de já terem feito o mesmo para com outras 51 vítimas em julho do ano passado.

Basto 3/2018