Mensagem do líder dos católicos ucranianos aos seus compatriotas

Amado povo da Ucrânia protegido por Deus!

Mais uma vez, o nosso país volta a estar em perigo!

O inimigo traiçoeiro, apesar dos seus próprios compromissos e garantias, quebrando as regras básicas do direito internacional, pisou o solo ucraniano como um agressor injusto, trazendo consigo morte e destruição.

A nossa Ucrânia, que o mundo justamente apelidou de “terras de sangrentas”, tantas vezes aspergida com o sangue de mártires e lutadores pela liberdade e independência do seu povo, chama-nos hoje a defender a nossa pátria, a nossa dignidade diante de Deus e dos homens, o nosso direito de existir e o direito de escolher o nosso futuro.

É nosso direito natural e dever sagrado defender a nossa terra e o nosso povo, o nosso estado e tudo o que nos é mais caro: família, língua, cultura, história e mundo espiritual! Somos uma nação pacífica que ama os filhos de todas as nações com amor cristão, independentemente da origem ou crença, nacionalidade ou identidade religiosa.

Não invadimos os outros e não ameaçamos ninguém, mas não temos o direito de dar o que é nosso a ninguém! Neste momento histórico, a voz da nossa consciência chama-nos a resistir juntos por um Estado Ucraniano livre, unido e independente!

A história do século passado ensina-nos que todos aqueles que iniciaram as guerras mundiais as perderam-nas e que os idólatras da guerra trouxeram apenas destruição e declínio para seus próprios estados e povos.

Acreditamos que neste momento histórico o Senhor está connosco! Ele, que tem nas mãos o destino do mundo inteiro e de cada pessoa em particular, está sempre do lado das vítimas de agressões injustas, dos sofredores e dos escravizados. É Ele quem proclama o Seu Santo Nome na história de cada nação, captura e derruba os poderosos deste mundo com o seu orgulho, os conquistadores com a ilusão da sua onipotência, os orgulhosos e insolentes com a sua autoconfiança. É Ele quem concede a vitória sobre o mal e a morte. A vitória da Ucrânia será a vitória do poder de Deus sobre a mesquinhez e a arrogância do homem! Assim foi, é e será!

A nossa Santa Igreja Mártir sempre esteve e sempre estará com o seu povo! Esta Igreja, que já sobreviveu à morte e à ressurreição, como o Corpo de Cristo Ressuscitado, sobre o qual a morte não tem poder, foi dada pelo Senhor ao seu povo nas águas batismais do rio Dniepre.

Desde então, a história do nosso povo e da sua Igreja, a história das suas lutas de libertação, a história da encarnação da Palavra de Deus e a manifestação do Seu Espírito de Verdade na nossa cultura ficaram entrelaçados para sempre. E neste momento dramático, a nossa Igreja, como mãe e professora, estará com os seus filhos, protegê-los-á e servi-los-á em nome de Deus! Em Deus está a nossa esperança e Dele virá a nossa vitória!

Hoje proclamamos solenemente: “Vamos entregar as nossas almas e os nossos corpos pela nossa liberdade!” Hoje rezamos com um só coração e uma só boca: “Grandioso Deus, Uno, protegei nossa amada Ucrânia.”

Santos justos, mártires e confessores da terra ucraniana, rogai e intercedei por nós diante de Deus!

A benção de Deus esteja sobre vós!

† Sviatoslav

Dado em Kiev

na Catedral Patriarcal da Ressurreição de Cristo,

24 de fevereiro de 2022 AD

In Página oficial da Igreja Greco-Católica Ucraniana, 24/02/2022 (tradução livre).

Mensagem publicada por D. Sviatoslav Shevchuk poucas horas depois do início da invasão russa.

Basto 02/2022