Padre afastado por pedir oração pela conversão dos judeus

[IMG]

Aconteceu na Igreja St. Stanislaus Kostka, em Adams, Diocese de Springfield, no Estado de Massachusetts, EUA. Quando um dos paroquianos viu no boletim semanal da paróquia que a intenção da Missa de Natal seria pela conversão dos judeus, para que aceitem Jesus como o Messias, queixou-se, o que culminou na substituição do sacerdote antes da referida celebração.

Mark Dupont, porta-voz da diocese, disse que a intenção que apareceu no fim de semana passado foi considerada “incompatível” com o ensino católico “e nosso relacionamento com o povo judeu”.

“Assim que o bispo foi informado deste anúncio, ordenou que fosse alterado, e foi mesmo”, disse Dupont por email, em resposta às questões colocadas. “Reconhecemos e afirmamos que o povo judeu é o escolhido de Deus, o povo a quem o Senhor nosso Deus falou primeiro”, disse Dupont. “Nós estamos com eles como irmãos e irmãs no nosso Deus comum.”

In The Berkshire Eagle, 22 de dezembro de 2021 (tradução livre).

São João Evangelista discordaria, com certeza.

Basto 01/2022