Papa Francisco elogia os 50 anos de ministério LGBT da Ir. Jeannine Gramick, em carta manuscrita

O titulo acima foi retirado de um artigo da revista da America, uma publicação dos Jesuítas nos EUA. A revista da Sociedade de Jesus destaca o facto de o Santo Padre ter enviado uma carta manuscrita de reconhecimento à religiosa cofundadora da New Ways Ministry, organização pseudocristã de apoio às vocações para as diversas formas de homossexualismo, numa altura em que a freira celebra 50 anos de ativismo LGBT.

10 de dezembro de 2021
Irmã Jeannine Gramick, SL

Querida irmã,

Muito obrigado pela sua carta. Fiquei feliz em receber a notícia do seu 50.º aniversário.

A sua carta lembrou-me “o estilo” de Deus… Deus tem o seu próprio estilo para se comunicar connosco. E poderíamos resumir esse estilo em três palavras: proximidade, compaixão, ternura.

E estou a pensar nos seus 50 anos de ministério, que foram 50 anos com este “estilo de Deus”, 50 anos de proximidade, de compaixão e de ternura.

Você não teve medo da “proximidade” e, ao aproximar-se, fê-lo “sofrendo com” [compaixão] e sem condenar ninguém, mas com a “ternura” de uma irmã e de uma mãe.

Obrigado, Irmã Jeannine, por toda a sua proximidade, compaixão e ternura.

Eu rezo por si. Por favor, não se esqueça de rezar por mim. Cumprimentos ao Yayo (Obdulio).

Que Jesus a abençoe e a Virgem Santa a proteja.

Fraternalmente,
Francisco

In America – The Jesuit Review, 7 de janeiro de 2022 (tradução livre).

E este é o “Yayo (Obdulio)” com o seu namorado de 19 anos de idade:

Basto 01/2022