Nova pastoral no Patriarcado de Lisboa: “neo pop art” na Igreja de São Mamede

Entre os dias 19 de julho e 1 de setembro, está patente na Igreja Paroquial de São Mamede, em Lisboa, uma exposição pop art, da artista plástica Rueffa, intitulada “Welcome”.

A artista plástica Rueffa preparou uma exposição improvável. No primeiro piso da Igreja de São Mamede espalhou um universo de personagens icónicas da cultura mundial como Lucio Fontana, Maria Callas, Marilyn Monroe, Blondie, Beethoven, Mozart, Ray Charles ou Michael Jackson, sempre com o estilo que caracteriza como “neo pop art”.

In Time Out, 22/07/2019.

A paróquia de São Mamede, para além de ter cedido o espaço para a exposição, fez uso pastoral das obras expostas, tentando, talvez, como vemos abaixo, sensibilizar os fiéis para a estupidez espiritual…

 

A inquietude de Marta

pop.part.são.mamede.

 

O amor de… Blondie

pop.part.são.mamede...jpg

 

A rede e os peixes

pop.part.são.mamede.jpg

Na verdade, e hoje cada vez mais, a redes de pesca também acabam por apanhar algum lixo.

Basto 08/2019

Patriarcado de Lisboa retira apelo ao voto nos partidos pró-vida

A página facebook do Patriarcado de Lisboa, depois de ter publicado uma tabela em forma de checklist, que comparava os partidos portugueses concorrentes ao Parlamento Europeu no que diz respeito a algumas posições ideológicas anti-cristãs, acabou por retirá-la, admitindo tratar-se de “uma imprudência”. A amizade com o mundo não pode ser posta em causa.

patriarcado.de.lisboa1.jpg
Página facebook do Patriarcado de Lisboa; in DN, 15/05/2019.

A tabela tinha sido elaborada pela Federação Portuguesa pela Vida para ajudar os eleitores a diferenciar melhor algumas posições ideológicas assumidas e defendidas pelas forças partidárias que se apresentam às eleições para o Parlamento Europeu. É uma tabela bastante objetiva e de fácil leitura, que em nada belisca os “dogmas” da democracia.

patriarcado.de.lisboa2
In Federação Portuguesa pela Vida, página acedida em 16/05/2019.

É a tal igreja “neutral” a que se referia Frédéric Martel…

Basto 05/2019

A nova Igreja Amoris Laetitia: adultério como fonte de graça e caminho de santificação pessoal

Sabemos agora que a Paróquia de Santa Isabel, no Patriarcado de Lisboa, pôs em prática a nova doutrina do Papa Francisco sobre o Matrimónio anteriormente à publicação da controversa exortação apostólica Amoris Laetitia. A informação é da agência de notícias da Conferência Episcopal Portuguesa.

Conceitos-chave: nova união fora do Sacramento do Matrimónio, nova Igreja, Igreja inteligente, Igreja […] a mudar… E ainda, como não podia deixar de ser, discernimento, [nova] misericórdia e Papa Francisco.

Jesus disse: «Quem se divorciar da sua mulher e casar com outra, comete adultério contra a primeira. E se a mulher se divorciar do seu marido e casar com outro, comete adultério.» (Mc 10, 11-12)

Basto 04/2019