Adolescente trava parada gay na Polónia com um crucifixo

São imagens que correram o mundo. Um adolescente de 15 anos enfrentou a primeira marcha do Orgulho Gay da cidade de Plock, na Polónia, que decorreu no passado dia 20 de julho, empunhando um crucifixo e um rosário. De acordo com a informação que circula nas redes sociais, o rapaz diz que se inspirou no heroísmo demonstrado pelo padre mártir polaco Ignacy Jan Skorupka frente os invasores comunistas soviéticos.

Entre outros ataques à fé cristã e depravações morais características deste tipo de eventos homossexualistas, os participantes na marcha ostentavam uma versão blasfema do ícone de Nossa Senhora de Częstochowa, a padroeira da Polónia.

Basto 08/2019

As “brutais noivas de Cristo”

Numa época em que a Igreja Católica parece cada vez mais transformada numa gigantesca ONG onde vale tudo por uma “boa causa”, um grupo de freiras da ordem das Irmãs Capuchinhas do Sagrado de Jesus, da cidade polaca de Minsk Mazowiecki, produziu este vídeo, que pretende ser viral, para angariar dinheiro para um orfanato.

O título do vídeo é qualquer coisa como “Brutais noivas de Cristo lutam umas contra as outra por uma boa causa”.

Uma verdadeira brutalidade.

Basto 3/2018