Nova pastoral da moda e alta-costura sacrílega

sacrilégio.jpg

A Igreja Católica associou-se institucionalmente à edição Met Gala de 2018, um evento anual  promovido pelo Museu Metropolitano de Arte, em Nova Iorque. O tema deste ano era “Corpos celestes: Moda e a Imaginação Católica”, ou seja, o mote ideal para dar asas à imaginação satânica.

O evento recebeu o apoio institucional da Igreja Católica, através do Cardeal D. Timothy Dolan, arcebispo de Nova Iorque, e do nosso conhecido ativista gay Pe. James Martin SJ (aliás, isto tinha bastante a ver com ele, com o seu colorido mercado “pastoral”).

pe.j.m.jpg
Pe. James Martin SJ reproduz na sua conta de Twitter os elogios que recebeu de um dos convidados da Met Gala 2018.

 

“Na imaginação católica, a verdade, a bondade e a beleza de Deus refletem-se em todo o lado, até na moda.”

(Cardeal Dolan na conferência de imprensa da Met Gala 2018, in Crux, 09/05/2018 – tradução livre)

View this post on Instagram

I want to praise Cardinal Timothy Dolan, and, at the same time, offer a final image from the #MetGala fundraiser since there's so been so much interest: (Left to right) Mr. and Mrs. Stephen Schwartzman, benefactors to both the Metropolitan Museum and the Archdiocese of New York's schools program, Cardinal Dolan, Donatella Versace, Amal Clooney and Anna Wintour pose in the Met's Great Hall. I was so impressed by Cardinal Dolan on Monday night. At the press conference in the morning, he gave a lovely welcome to the media and talked about truth, beauty and goodness in art and fashion, and, most of all, how the three come together definitively in Jesus Christ. Later that night, at the Gala, he introduced the Sistine Chapel Choir and spoke with people from many different worlds–fashion, business, politics, entertainment. He was also exceedingly gracious to me (and funny, too, though I won't repeat his remarks!) Most impressive of all, he greeted every busboy, waiter and dishwasher we passed. For many people, he was the church that night, and in him we had a gifted and thoughtful ambassador. #MetGala2018

A post shared by James Martin SJ (@jamesmartinsj) on

 

As pérolas e os porcos

«Não deis as coisas santas aos cães nem lanceis as vossas pérolas aos porcos, para não acontecer que as pisem aos pés e, acometendo-vos, vos despedacem.»(Mt 7, 6)

O evento contou com o alto patrocínio do Vaticano, que emprestou mais de meia centena de peças para serem expostas no museu durante a gala sacrílega. O próprio presidente do Pontifício Conselho para a Cultura no Vaticano, cardeal D. Gianfranco Ravasi, mostrou o seu empenho nesta aberração cultural.

 

O que é que a Igreja tem a ver com a “mundanidade” da moda e do espetáculo?

Esta foi a questão lançada pelo Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura da Conferência Episcopal Portuguesa, que deu um grande realce ao evento.

Aqui fica a nossa resposta: Absolutamente nada!

Basto 5/2018