Kyrios Emmanuel, uma presença quase certa na Jornada Mundial da Juventude, em Lisboa

A banda argentina de rock católico dedicada à “nova evangelização” fez parte dos programas das últimas edições da Jornada Mundial da Juventude e espera marcar presença também, em 2022, na capital portuguesa.

O evento católico precisará de reunir alguns nomes grandes em Portugal, dada a forte concorrência do Meo Sudoeste e de outros festivais de verão.

 

“Nova evangelização” nos EUA, 2019:

Basto 07/2019

Gen Verde em digressão pastoral por Portugal

gen.verde.jpgA banda Gen Verde, uma girls band de pop-rock “católico” nascida no seio do Movimento Focolares, inicia, esta semana, uma digressão em terras lusitanas para apresentar à juventude o seu novo projeto “From the Inside Outside”.

Ao todo, as Gen Verde organizarão seis retiros – chamemos-lhes  assim – onde, além dos concertos, serão dinamizados workshops de preparação dos jovens para a participação no próprio concerto, seguindo o propósito da fundadora do movimento católico onde a banda surgiu.

“[…] com o objetivo de elas, através da música, fazerem uma revolução. Uma revolução de amor em que, no fundo, através da música conseguiriam transmitir a ideia de que aquilo que é mais importante é este amor ao próximo e, através disso, criar um mundo mais unido onde a fraternidade universal fosse possível.”

(Madalena Sepúlveda Maia, Movimento Focolares; in Ecclesia, 23/04/2019)

O itinerário da girls band católica em Portugal passará por seis cidades portuguesas, começando no Minho e acabando no Algarve, e inclui uma atuação no Centro Pastoral Paulo VI, no Santuário de Fátima, no fim de semana anterior ao 13 de Maio.

Basto 04/2019

Ir. Cristina regressa aos palcos da televisão com um hino LGBT

A religiosa Cristina Scuccia, que descobrira há poucos anos a sua vocação para o escândalo num concurso de talentos da televisão italiana, partiu em “missão” rumo aos EUA para provocar escândalo na televisão americana. Na sua recente participação no The World’s Best, do canal de televisão CBS, a freira rebelde concorreu com uma interpretação do tema “Born this way” da cantora satânica Lady Gaga.

A música “Born this way”, que quer dizer “nascido(a) deste jeito”, foi mundialmente adotada pela comunidade gay como um hino LGBT.

Basto 03/2019

Ainda a JMJ do Panamá: hino oficial interpretado pelo Pe. Jason Gouveia

O Pe. Jason Gouveia, o precursor da nova pastoral Brassika, também gravou uma versão do hino oficial da Jornada Mundial da Juventude 2019. Trata-se de uma interpretação em ritmo raeggaton, produzida com o apoio do Dj Roony Moura, para fazer abanar o capacete em qualquer discoteca mais ou menos católica.

O clero português quer mostrar que está preparado para receber a JMJ de 2022.

Basto 03/2019

Regresso de “La Voz del Desierto” preparados para a missão

la voz del desierto

Consideram-se um “grupo de música católica da diocese de Alcalá de Henares (Espanha)” composto por três sacerdotes e quatro leigos locais que apostaram numa “evangelização” diferente…

Através das nossas canções queremos evangelizar, ou seja, anunciar Jesus Cristo a todos.

(in página oficial de La Voz del Desierto – tradução livre)

A banda espanhola de “rock católico” La Voz del Desierto regressa com um novo disco e um videoclipe gravado nos EUA, preparando-se agora para uma digressão no Continente Americano.

Será isto a “nova evangelização”? Serão estes os novos missionários da Igreja Católica?

Basto 7/2018

“The Thirsting”, o rock “católico”

the.therstingFundada em Portland, nos EUA, The Thirsting assume-se como uma banda de “música católica de vanguarda” que “proclama abertamente as verdades da fé católica”. O seu primeiro álbum foi lançado em 2008 e, desde então, já lançou mais dois, em 2011 e 2017, respetivamente.

The Thirsting são um excelente exemplo de uma forma de atualizar a Nova Evangelização.”

(D. Walker Nickless, bispo da diocese de Sioux City, EUA; in página oficial dos The Thirsting – tradução livre)

Basto 6/2018

A Alegria do Amor em Bobadela

Ninguém tem nada contra este tipo de espetáculos, até porque são uma boa alternativa de verão aos concertos de música pimba, mas tinha mesmo de ser dentro da Igreja?

O concelho de Loures tem espaços bem mais adequados a este tipo de iniciativas, mas mesmo que não tivesse, havia sempre a hipótese de uma tenda de eventos.

Basto 6/2017

Hino oficial da visita do Papa a Fátima – um “hino pop” para um “Papa pop”

cartaz.papa.fátima
Cartaz oficial da vista papal a Fátima (nota-se logo à primeira vista uma ausência de elementos gráficos que possam ferir sensibilidades, algo a que, infelizmente, já nos vamos habituando)

O Santuário de Fátima divulgou ontem o hino oficial para a visita do Papa Francisco a Fátima, publicando um videoclipe produzido pela Agência Ecclesia. Intitula-se “Deus em mim”. A letra é do Pe. José Tolentino Mendonça, a música de João Gil e as vozes pertencem ao grupo Vocal Emotion.

Fiquei muito contente quando me disseram que construísse uma letra em torno de um refrão estabelecido, que tem a ver com a proposta do centenário e com a visita do Papa Francisco: “Com Maria, peregrino da esperança e da paz”. Essas seriam as palavras centrais.

Eu só teria de contar como é que se chega a elas; como é que dos múltiplos caminhos, pertenças e procuras (ou não-pertenças ou não procuras) descobrimos, no fundo do coração, que uma das experiências mais vitais que Fátima proporciona é a possibilidade de nos descobrirmos peregrinos.

(Pe. José Tolentino de Mendonça in Agência Eccleisa, 12/03/2017)

Esta música não é só para as pessoas de Igreja, como se costumam denominar, mas é para toda a gente. É para crentes, é para não crentes, é para pessoas que gostem de música – que eu acho que abrange todos e todas as culturas.

Não somos propriamente um grupo de pessoas que estão juntas por razões católicas, mas pela música.

(João Eiró, membro dos Vocal Emotion, in Rádio Renascença, 12/03/2017)

Um “hino pop”, como lhe chamou a emissora católica portuguesa, para receber um “Papa pop”, como é considerado pelo mundo.

capa.papa.rolling.stone
Capa da revista Rolling Stone de fevereiro de 2014 (revista de cultura rock)

 

capa.papa.rolling.stone2
Rádio Vaticano, 09/03/2017 (destaque dado à recente capa da edição italiana da revista Rolling Stone)

No exemplar, que está nas bancas nesta quinta-feira, a Rolling Stone destaca que o Papa que veio do sul do mundo “conquistou a todos os jovens com suas palavras de atenção pelos últimos e pelos mais pobres, com seus gestos próximos das pessoas comuns, com sua atitude decididamente popular. É pop!

A revista assinala ainda que o Papa está “de acordo com nossos tempos”.

(in Rádo Vaticano, 09/03/2017)

O Santuário de Fátima divulgou, também ontem, a página oficial da viagem do Papa a Fátima: papa2017.fatima.pt.

Basto 3/2017

Quando chega dezembro na Argentina

No ano passado, por esta altura, foi publicado na Argentina um videoclipe para assinalar a celebração do Natal Cristão e a celebração judaica do ChanucáOs seus personagens não são atores cómicos, são o rabino Marcelo Polakoff e o bispo argentino D. Pedro Javier Torres.

O que une afinal a Solenidade do Nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo ao Chanucá judaico?

“O que levanta uma diferença entre o judaísmo e o cristianismo tem a ver não com a figura de Jesus no sentido histórico, mas com a ideia de Jesus como um messias. Compartilhamos a ideia de Jesus, mas diferimos na ideia de Cristo.”

(Rabino Marcelo Polakoff in BBC Mundo a 24/12/2010)

Significado da palavra “Cristo”: Ungido, o Ungido de Deus; o Messias; o Redentor; o Salvador.

No entanto, hoje, isso é como se fosse um mero pormenor sem importância. Festa é festa! E porque não associar a festa do Nascimento do Messias à festa daqueles que há dois milénios que O rejeitam?

O videoclipe da dança do bispo argentino faz lembrar um outro vídeo publicado poucas semanas depois… Não deve ser por acaso. A convergência de estilos pastorais é visível até na preferência pelo sinistro crucifixo de Vedele.

buscam-a-deus-de-diversos-modos
Vídeo do Papa de janeiro de 2016

Jesus respondeu-lhe: «Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém pode ir até ao Pai senão por mim. (Jo 14, 6)

Enfim, são opiniões diferentes…

O que significará a palavra “evangelizar” para os atuais responsáveis pela Igreja Católica? Será apenas confraternizar, dançar e cantar? Se as religiões são todas a mesma coisa, por que razão nasceu o Messias? Serão o judeus redimidos pelo Chanucá? É claro que não!

Este ano, chegados a dezembro, os mesmos protagonistas gravaram um novo videoclipe do género do anterior, o qual se inicia com uma acutilante piada de mau gosto.

Rezemos pela conversão dos judeus e também pela conversão dos católicos a Jesus Cristo, o Deus Verdadeiro.

Basto 12/2016

Padre “Elvis” publica livro

O sr. Pe. Marcos Roberto Pires, mais conhecido por Padre “Elvis”, lançou um livro. As celebrações religiosas deste sacerdote brasileiro têm fama de ser um enorme sucesso… Na base deste sucesso está uma nova pastoral que inclui uma espécie de rock litúrgico.

Deus dá dons para atrair os fiéis. Se minha estética ajuda, que as pessoas venham e encontrem a espiritualidade e a fé. Mas não é um show do Elvis.

(Pe. Marcos Pires in VejaSP, 12/12/2014)

Aha! Uhu! Se é para louvar eu fico louco!

(Refrão cantado em histeria e aos saltos na Missa de Cura e Libertação presidida pelo sr. Pe. Marcos Pires)

livro-padre-elvis

Talvez até seja um bom livro… Mas em relação àquelas missas, que Deus nos perdoe!

Basto 12/2016

Entre o Céu e a Terra

Depois do enorme sucesso que o musical “O dia em que o Sol bailou” teve no passado mês de maio, um espetáculo encomendado pelo Santuário de Fátima à Vortice Dance Company, a administração do Santuário de Fátima decidiu voltar a apostar neste nicho pastoral.

o-dia-em-que-o-sol-bailou
O dia em que o Sol bailou (musical de maio de 2016) – Santuário de Fátima

Desta vez, a produção do espetáculo foi delegada à Elenco Produções que o apresentou ao público no fim de semana seguinte à peregrinação aniversária de outubro, no Centro Pastoral Paulo VI, no Santuário de Fátima. A emissora católica portuguesa descreveu-o como algo “entre o heavy metal e um Ave Maria”.

entre-o-ceu-e-a-terra-2
Entre o Céu e a Terra (musical de outubro de 2016) – Youtube

 

O “longo, mas prazeroso” processo de criação contou com ações de formação promovidas pelo Santuário e um acompanhamento por parte de uma equipa de Fátima, que se mostrou “muito disponível” para contar algumas histórias, bem como apontar para referências musicais que acabaram por influenciar o espetáculo, aclarou.

O musical, criado com total liberdade, “fala de qualquer um e de histórias que todos conhecem”, realçou João Ribeiro, afirmando que “a fé” é o elo de ligação entre as histórias, apesar de essa mesma fé não ser necessariamente “em Deus”.

(in SIC Notícias 11/102016)

entre-o-ceu-e-a-terra-3
Entre o Céu e a Terra (musical de outubro de 2016) – RTP

 

“[…] assumindo-se como o musical oficial da Celebração do Centenário das Aparições, o espetáculo que agora chega ao grande público resulta do desafio lançado pelo Santuário à Elenco Produções, ainda em 2014, de pensar as Aparições sob um olhar contemporâneo, promovendo a Mensagem de Fátima e apresentando uma abordagem artística única deste acontecimento que marcou o século XX”.

(da “nota de imprensa” do Santuário de Fátima in Expresso, 19/09/2016)

Não conhecemos o orçamento desta excentricidade, mas sabemos que estas coisas não são nada baratas. Esperemos que tenha valido a pena!

Basto 11/2016

Nova pastoral “rap”

Há cada vez mais sacerdotes católicos que recorrem aos ritmos hip-hop para evangelizar. Pregam mensagens religiosas através dos ritmos e do estilo rap.

Sr. Pe. Joshua Johnson (EUA):

 

Sr. Pe. Claude Burns, mais conhecido por Pe. Pontifex (EUA):

 

Sr. Pe. Stan Fortuna (EUA):

 

Sr. Pe. Jakub Bartczak (Polónia):

 

Ou o, já nosso conhecido, sr. Pe. Daniel Pajuelo (Espanha):

 

Não se pretende aqui por em causa a dedicação ou as boas intenções de cada um dos sacerdotes acima citados, mas será esta a forma mais adequada de exercer o ministério sacerdotal? Até onde terá a Igreja Católica de mudar para interessar aos seus fiéis?

 

Basto 10/2016

Novo disco do sr. Pe. Victor Silva

Já saiu o primeiro videoclipe oficial do novo álbum “Faces” do sr. Pe. Victor Silva da diocese de Lamego. O disco foi produzido pelo músico Nuno Espinheira dos Blind Zero e contou com a participação dos brasileiros Rosa de Saron.

Título do tema do videoclipe: “Promessas”.

Basto 10/2016

Nova pastoral Brassika: “No Ritmo do Céu”

no-ritmo-do-ceu
Capa do novo disco do Sr. Padre Gouveia “No Ritmo do Céu”; in Ecclesia, 28/09/2016)

O jovem sacerdote açoriano Jason Gouveia, da diocese de Angra de Heroísmo, acaba de editar um novo disco intitulado “No Ritmo do Céu”, dando forma ao seu novo conceito pastoral “Brassika”. Este trabalho discográfico será apresentado no Rio de Janeiro, no dia 4 de outubro, com Missa de Ação de Graças e Adoração.

“Trata-se de um trabalho distinto pois pretende colocar em prática um conceito novo. Brassika é a marca da evangelização. Um anúncio do Kerygma, numa alegria contagiante, para colocar o povo em movimento.”

(Pe. Jason Gouveia in Agência Ecclesia, 28/09/2016)

Mas o que é afinal a Brassika?

BRASSIKA é um projeto fitness desenvolvido pelo Pe. Jason Gouveia. Que pretende abranger TODOS os aspetos do ser humano (corpo, mente e espírito). Num simples treino, você é envolvido num ambiente de muita animação, em que é convidado a sair deste mundo e experimentar o amor de Deus. Faz repousar a mente dos problemas do seu dia-a-dia e é convidado a olhar para a sua vida com otimismo. As músicas com ritmo acelerado lhe faz treinar para o Céu. Pois já dizia St. Agostinho e também o Pe. Leo que: “Quem não sabe dançar não vai pro Céu.”

Por meio da dança, não irá notar a sua atividade física. Por meio da alegria começará a curar o seu psicológico e ter uma outra atitude perante a vida. E por meio das músicas será evangelizado e evangelizador porque também irá modificar os seus espaços e ambientes onde realiza o seu exercício.

(In padrejason.com)

A nova abordagem pastoral “Brassika” propõe muitos benefícios corporais e espirituais aos fiéis católicos.

Benefícios da Brassika:

  • Queima calorias (600-1000);
  • Tonifica os músculos;
  • Melhora a articulação;
  • Fortalece o coração e os pulmões;
  • Muito divertido e alegre;
  • Liberta o stress e a ansiedade;
  • Melhora o estado de ânimo e a auto-estima;
  • É anunciado o kerigma;
  • Aumenta a Fé;
  • Somos evangelizados e evangelizadores;
  • É para todas a idades;
  • Faz-te sentir feliz.

(In padrejason.com)

O álbum “No Ritmo do Céu” é bastante diferente do anterior, “Cristo Reina”. O estilo mais conservador dos ritmos slow rock e música ligeira dão agora lugar a uma espécie de “zumba cristão” ou “zumba católico”. É também interessante ver como se ultrapassou também, e de forma engenhosa, a questão das diferenças de sotaque entre o Português Europeu e o Sul-americano, num projeto pastoral verdadeiramente de ambições internacionais…

Letra e excerto musical do primeiro tema do álbum:

“Solta o teu Corpo”

(de Paulinho Sá)

Solta o teu corpo, ergue os teus braços,
gira para um lado, gira para o outro.

Com todo meu corpo, eu vou louvar-Te, vou louvar-Te, vou louvar-Te.
Com toda a minha vida, eu vou louvar-Te, vou louvar-Te, vou louvar-Te.

Quando começo a dançar sinto vontade de Te amar mais Deus, muito mais Deus.
Ouço Tua voz solta pelo ar, vem o desejo de ser mais Teu, muito mais Teu.

O Santo Espirito, Ele se move em mim, mais alegria, amor de verdade, mais movimento, mais liberdade.

(In padrejason.com)

O próprio Papa Francisco já recebeu um exemplar deste novo trabalho do sr. Pe. Gouveia, portanto não se admirem se ouvirem os novos ritmos da ‘música sacra’ em português na Casa de Santa Marta.

Sr. Pe. Gouveia em Rabo de Peixe (Ilha de São Miguel):

Basto 09/2016

As noites da catedral de Colónia

Nas noites de 18, 19 e 20 de agosto, a Catedral de Colónia, na Alemanha, foi palco de um espetáculo tipo “trance”, uma espécie de combinação psicadélica entre o lazer e a música electro techno. A animação “pastoral” do SilentMOD – Kölner Dom esteve a cargo da experiente dupla de DJs Blank & Jones.

Diz-se por aí que a festa não ficou barata à arquidiocese local…

Basto 8/2016

Ainda Cracóvia: alguns registos videográficos

Já passaram alguns dias desde a conclusão da Jornada Mundial da Juventude 2016, na Polónia. Neste momento, muitos peregrinos publicaram já os seus vídeos dos momentos mais memoráveis vividos naquele encontro de oração. Alguns desses vídeos são verdadeiramente hilariantes.

 

Sacerdotes e fiéis incansáveis:

Seja dia, seja noite… De onde vem tanta energia?

 

As irmãs em ação, imparáveis:

 

Pastoral de rua:

Nota importante: o “Hallelujah” original de Leonard Cohen é uma música sacrílega.

 

Freiras em flash mob ao som de música brasileira:

Na cidade e no campo…

Estes, como outros e outros e mais outros, são apenas alguns exemplos de dinamismo e modernidade da Igreja Católica vividos na Polónia nas últimas semanas. Ninguém consegue ficar indiferente! Muitas outras coisas deverão continuar a aparecer nas redes sociais ao longo dos próximos dias.

A Polónia faz fronteira, a Leste, com vários países onde a maioria dos cristãos ortodoxos não se encontram em comunhão com o Papa nem com a Igreja Católica. Depois de verem estas coisas, que imagem terão eles dos seus irmãos católicos romanos quando afirmam que fora da Igreja Católica não há salvação? É pouco provável que estas iniciativas contribuam para convencê-los a abraçar a Fé Católica.

Basto 8/2016

Via Sacra da juventude em Cracóvia

A Via Sacra da Jornada Mundial da Juventude, em Cracóvia, realizou-se no passado dia 29 de julho com coreografias muito… peculiares!

via sacra JMJ

O tema, como não podia deixar de ser, foi a misericórdia.

Que Deus tenha misericórdia de nós.

Basto 8/2016

Cantou “como uma virgem” na Polónia

A freira Cristina Scuccia canta “como uma virgem, tocada pela primeira vez” no festival promovido pelos Missionários Oblatos de Maria Imaculada, em Wroclaw, integrado nas celebrações mundiais da juventude na Polónia. Foi um ato de satanismo puro e descarado!

Foi um evento todo ele cheio de “misericórdia” e espiritualidade neopastoral, conforme as imagens demonstram. Milhares de jovens de todo o mundo unidos em profunda “oração”.

Em Cracóvia, epicentro da Jornada Mundial da Juventude, a espiritualidade foi semelhante, contando também com os momentos de “catequese” da Ir. Succia.

É difícil dizer se a freira está mesmo possessa, mas seria interessante ouvir a opinião do Pe. Grabriele Amorth, que sempre entende mais destas coisas do que nós.

Os nossos irmãos do outro lado do Atlântico que se preparem porque ela já domina a língua de Camões e está à espera de uma oportunidade para partir em missão para o Brasil.

Ao que isto chegou!

 

Basto 8/2016

As Irmãs Comunicadoras Eucarísticas do Pai Celestial

freiras colombianas
Rome Reports – TV News Agency

São uma congregação de freiras que vivem num convento de Cali, na Colômbia. À semelhança da Irmã Cristina Scuccia, praticam a “nova pastoral” através da música rock e pop, e também da dança, que partilham na Internet.

Surgió antes del Año de la Misericordia, pero no le dimos esa fuercita antes. Estaba ahí, en standby. Y surgió el Año Santo y creímos que era un regalo del Señor. Dijimos: ‘Hay que grabarlo’. Y fue lo último que se publicó en redes sociales.

(Ir. Jerut, in Rome Reports, em 01/07/2016)

A agência informativa Rome Reports, especializada em assuntos do Vaticano e da Igreja em geral, dá sempre um grande destaque a estes exemplos de inovadoras práticas pastorais que estão a crescer por todo o mundo. Ainda no passado mês de janeiro, mostrou outro exemplo de moderníssimas freiras, em “missão” na cidade de Lima, no Peru.

A América Latina, grande bastião do catolicismo a nível mundial, é particularmente sensível a esta nova pastoral, a qual está ainda longe de poder ser completamente avaliada ao nível dos seus frutos espirituais.

Em 2013, por altura da visita do Papa Francisco à maior nação católica do mundo, até os bispos deram um pezinho de dança, envolvidos pelo espírito celebrativo.

Basto 7/2016

Guardar

Ir. Cristina canta a bordo do grande barco que se afunda

titanic
www.starticket.ch

A irmã Cristina Scuccia, uma freira conhecida pelos seus comportamentos escandalosos que lembram mais uma possessão demoníaca do que a regra da Ordem de Santa Úrsula, será figura de cartaz no musical “Titanic”. Ao longo de um mês, durante este verão, ela cantará a bordo do grande barco que se afunda junto ao Lago de Lugano, na zona fronteiriça entre a Suíça e a Itália. Simbologia satânica é coisa que não falta nos Alpes por estes dias.

Quando chegar o outono, a monja retomará o seu trabalho “pastoral” no musical “Sister Act”.

sister act

Sobre o elevado sucesso dos musicais verificado no meio LGBT, a freira confessa o seguinte:

Eu concordo com a frase do Papa Francisco sobre o perdão a pedir aos homossexuais: a Igreja é uma mãe que tem de aceitar e não rejeitar.

(in Gazzeta di Parma, 19/06/2016 – tradução livre)

A irmã Cristina, apesar de não cantar mal, conseguiu todo o seu sucesso artístico à custa da utilização sacrílega do hábito e de outros símbolos religiosos no mundo musical profano. A sua popularidade assenta numa imagem de freira rebelde, fortemente cultivada em palco, desde o seu primeiro momento de participação no concurso “The Voice – Italia”, em 2014.

 

Desde então, nunca mais parou de fazer figuras tristes um pouco por todo o lado, sendo, por vezes, utilizada como mero objeto de propaganda anticatólica.

 

Como Uma Virgem

 

 

Versão do original “Like a Virgin” da cantora Madonna.

Basto 6/2016

Boralá para Cracóvia

A pouco mais de um mês para a Jornada Mundial da Juventude, que será celebrada em Cracóvia, na Polónia, os jovens de todo mundo já iniciaram o caminho penitencial de preparação para a peregrinação que, este ano, terá como tema – como não podia deixar de ser – a Misericórdia de Deus.

A música oficial intitula-se “Bem-aventurados os misericordiosos” e já se multiplicou por dezenas de idiomas, pelo que se pretende que seja um valioso instrumento de busca da Misericórdia de Deus. Assim, para integrar todas as sensibilidades e, talvez, para atrair ao sacramento da Reconciliação todos aqueles que se sentiam excluídos da Igreja Católica, esta música “litúrgica” – admite-se aqui alguma imprecisão taxonómica – conheceu várias versões em diferentes estilos musicais, entre as quais:

 

Rock Alternativo

 

Electro House

Temos de admitir que este evento religioso acontece mesmo no pico da estação estival, portanto, tem de contar com a concorrência dos festivais de verão espalhados pela Europa.

Paralelamente ao hino oficial, numa lógica descentralização da Igreja, têm sido compostas outras músicas, não oficiais, adaptadas às necessidades pastorais regionais. Por exemplo, em Espanha, o srs. Padres Toño Casado e Damián, ambos solteiros, interpretam o tema “Hoje já sou Feliz”, inspirado numa lógica de “pastoral de rua” que chega às periferias.

Ao que se sabe, em Portugal ainda ninguém se lembrou de compor um tema adaptado às necessidades pastorais locais, ou então é porque estas ainda não foram completamente estudadas. Os nossos 10 milhões de habitantes cabiam quase todos, por exemplo, dentro de um quarteirão da cidade de São Paulo e, desses, os jovens são pouco mais de um milhão. Não obstante a sua exígua dimensão, a complexidade deste pequeno povo atlântico confunde até os antropólogos mais experientes. A solução musical perder-se-ia num vasto leque de possibilidades, podendo ir desde um melodioso arranjo neopastoral ao estilo do sr. Padre Victor Silva até à clássica onda Zé Cabra, sem excluir as tunas de Coimbra, os sempre jovens Xutos & Pontapés ou os Morangos com Açúcar. Há que admitir que não deve ser fácil chegar à juventude portuguesa.

Isto está a ficar bonito, está…

Basto 6/2016

Catholic Beast Mode – A nova pastoral através do rap

Catholic Beast Mode
Canal do Pe. Daniel no Youtube

O sr. Pe. Daniel Pajuelo Vásquez, natural de Valência, Espanha, prega a “nova evangelização” através da música rap sacra.

A frase “catholic beast mode”, em português, quer dizer “modo de besta católica”.

 

Basto 6/2016

Fátima, o dia em que o sol bailou – o musical

bailado fátima
“Fátima, o dia em que o sol bailou” – Vortice Dance Company

No âmbito da comemoração do centenário das aparições, o Santuário de Fátima desenvolveu um vasto cartaz de propostas culturais. Entre estas, encomendou uma “ousadia artística” à companhia de dança Vortice Dance Company.

cataz bailado

Auditório do Centro Pastoral Paulo VI – Santuário de Fátima:

 

Esta coreografia, após as três sessões apresentadas em Fátima, irá agora passar por Bragança e depois seguir para outras localidades em Portugal, no Brasil e talvez até mais além.

Ainda há poucas semanas atrás, a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima converteu-se em sala de espetáculos para apresentar o Tropário para uma pastora de ovelhas mansas”.

Não deixa de ser um evento algo estranho para aquele local.

Basto 5/2016

Guardar

Guardar

Guardar

Mestre Calle visita o convento de Valladolid

Confio em Buda
Intenções de Oração de Janeiro de 2016

A revista digital “Yoga en Red” publicou um artigo assinando pelo mestre Ramiro Calle onde este conta a experiência da sua visita ao convento das Irmãs Clarissas de Valladolid, em Espanha. O mestre foi tão simpático e persuasivo que até conseguiu convencer as freiras a experimentar alguns exercícios.

YogaConvento-300x225
www.yogaenred.com

Ramiro Calle é um conhecido escritor espanhol, autor de diversos livros sobre espiritualidade e coisas mais ou menos profundas. Entre outras obras destaca-se, por exemplo,  “Enseñanzas y parábolas de Buda y Jesús”.

ramiro calle
Outras obras de Ramiro Calle

Considera-se um “caçador de homens santos”, se calhar foi parar ao convento das clarissas por engano…

 

Basto 5/2016

A nova pastoral na Mouraria

A Igreja de São Cristóvão, no coração de um dos bairros mais emblemáticos de Lisboa, está a proporcionar experiências espirituais únicas. Com o objetivo de se angariar fundos para a sua recuperação, foi programado um vasto calendário de eventos culturais faseado em quatro momentos. Entre outras iniciativas, têm-se organizado exposições artísticas, coreografias e afins.

Por exemplo, em Fevereiro teve lugar uma “oração coreográfica” intitulada “Ringue” e dirigida por Madalena Victorino.

oração coreográfica
www.snpcultura.org

«O ringue como metáfora: uma ágora de luta real pela vida. É o teatro do combate franco que se faz face a face com o desconhecido».

Neste momento, que coincide no calendário litúrgico com a Solenidade da Ascensão de Jesus, está patente uma exposição de trabalhos do escultor Rui Chafes, intitulada “Ascensão”. A peça central da exposição, escolhida de propósito, é um enorme escadote colocado no centro da igreja. Para além do escadote, é possível observar ainda… coisas.

escadote
www.snpcultura.org

«Percebi que a ascensão é feita através do esforço, através do nosso próprio peso. E como dizia uma nossa amiga, possivelmente a peça não está a subir mas a descer, a ascensão e a queda são próximos».

Atendendo a estas e outras iniciativas que fazem parte daquele programa cultural ou espiritual, o título não podia ser mais sugestivo: “Não te faltará a distância”. É claro que não.

 

Basto 5/2016

Música Rock na Capela Sistina

 

capela sistina 1
Capela Sistina, Roma, domingo, 1 de maio de 2016

Aconteceu ontem, dia 1 de maio de 2016. The Edge, o guitarrista dos U2, tocou e cantou para médicos, investigadores e filantropos, na Capela Sistina, na Santa Sé. Um acontecimento inédito em centenas de anos de história de uma das mais importantes capelas da cristandade, ainda por cima, num domingo, dia do Senhor.

O músico interpretou quatro temas em versão acústica, com a ajuda de um coro de adolescentes irlandeses:

O guitarrista dedicou a última das canções acima referidas, que pode ser traduzida para “Continue em frente”, ao Papa Francisco, o Papa do povo que “tem feito um trabalho fantástico e pode continuar por muito tempo”.

Com Cristo crucificado sobre o altar da capela, a servir de cenário…

 

Basto 5/2016

A dança do sr. Padre Cruz

Este curioso vídeo de um sacerdote que dança no presbitério de uma igreja ao som de palmas e guitarradas tornou-se viral na Internet, principalmente nos domínios de língua espanhola. Aparece quase sempre com o título de “Lady Padre”, sendo frequentemente apresentado como uma gravação feita numa paróquia mexicana. Depois de uma leitura breve de alguns comentários associados a este vídeo, percebe-se facilmente que a confusão deve relacionar-se com o facto de o ritmo musical, bem como as voltas realizadas pelo padre com sua colorida casula, fazerem lembrar a dança do El Jarabe Tapatío. A popularidade do vídeo foi tal que saltou das redes sociais para os jornais, acabando até em títulos de referência como o El País ou a Fox News, por exemplo.

Um visionamento mais atento do vídeo afasta, de imediato, qualquer ideia de uma eventual inculturação nativa mexicana na pastoral católica daquele país. É que os paroquianos estão a cantar em português, aliás com sotaque europeu. As bandeiras que fazem também parte daquela coreografia improvisada, e aparentemente espontânea, estão escritas em português. O próprio cântico é bastante popular em Portugal no encerramento das Eucaristias do tempo pascal. Ou seja, isto terá acontecido num templo católico português e, se não estamos em erro, aquele deve ser o sr. Padre Cruz. Não se trata de um sacerdote desconhecido que prega em alguma pequena paróquia remota do interior de Portugal. Este sacerdote é uma figura pública bastante carismática, com presença regular na televisão.

pe.cruz
tviplayer.iol

Tudo leva a crer que aquele filme tenha sido gravado no final de uma Eucaristia, após a saída da maior parte dos fieis da igreja. Ainda assim, não é aceitável que, fiéis e sacerdote, se comportem daquela maneira dentro de uma igreja, principalmente em frente do altar-mor e junto ao Sacrário.

Basto 03/2016