Arcebispo do Vaticano retratado em pintura homoerótica encomendada para a sua antiga catedral

paglia2
Life Site News, 03/03/2017

Em 2007, D. Vicenzo Paglia, arcebispo da diocese de Terni-Narni-Amelia, encomendou uma pintura mural para a catedral de Terni, na Itália, ao artista argentino Ricardo Cinalli, conhecido pelas suas obras de arte gay. A ultrajante obra que escandalizou os fiéis locais intitula-se “Ressurreição”, representando um suposto “Cristo”, com as partes íntimas propositadamente postas em evidência, que se eleva céu com duas redes cheias de personagens representativas de várias crenças religiosas e diferentes “expressões” lascivas.

Esta obra blasfema foi inaugurada durante a Missa de Páscoa de 2007.

Tudo o que se vê foi completamente assumido e aceite por Paglia, a única coisa que não me autorizaram foi duas pessoas a copular dentro desta rede onde tudo era permitido. O bispo [D. Vicenzo Paglia] e D. Leonardo viram isto e disseram-me: “Não cremos que seja necessário chegar a esse extremo para representar a liberdade que o homem tem neste mundo e no outro.”

(Ricardo Cinalli in Repubblica, 26/03/2016)

As personagens dentro da rede são, de acordo com o autor, essencialmente prostitutas, homossexuais, transexuais, traficantes de droga e outros que, “sob um ponto de vista tradicional, não ganhariam o Céu”. Entre aqueles, o artista argentino incluiu também o próprio arcebispo D. Paglia, seminu e abraçado a um homem de barba ao estilo dos terroristas islamitas, também ele despido, e próximo de várias mulheres completamente nuas.

d-paglia2
Sua Eminência D. Vicenzo Paglia é elevado ao Céu nos braços de um homem nu – Cena dos frescos da Catedral de Santa Maria Assunta de Terni, Itália – Ricardo Cinalli (2007)

 

D. Vicenzo Paglia era, desde 2012, o presidente do Pontifício Conselho para a Família que, entretanto, foi reformulado e integrado no novo super-Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida.

A 15 de agosto de 2016, D. Vicenzo Paglia tornou-se o novo presidente da Pontifícia Academia para a Vida, apontado pelo Papa Francisco.

Basto 3/2017

9 thoughts on “Arcebispo do Vaticano retratado em pintura homoerótica encomendada para a sua antiga catedral

    • Esta notícia reporta-se a factos de há 10 anos, os quais só agora é que se difundiram internacionalmente. Mas eu concordo consigo, 2017 parece ser um ano chave na confrontação entre a Luz e as Trevas… Apesar da calma aparente, é difícil prever o que os próximos meses nos reservam.

      O que mais perturba nesta notícia é vermos, mais uma vez, que os altos organismos da Igreja Católica estão nas mãos de clérigos com um perfil muito exótico. Mas eu também já estou como o Santo Padre: quem somos nós para julgar?

    • Se lhe interessa esta questão, em particular, da simbologia oculta (satânica e afins) em que muitos não reparam – mas que há outros, com um olhar mais atento, que o fazem… Tenho um sítio na Internet, que lhe posso muito recomendar: https://vigilantcitizen.com/

      (Não estou a dizer que o autor desse sítio acerte em tudo o que diz. Mas, ele é muito bom a topar muitas coisas.)

    • E, para terminar esta minha série de comentários no seu blogue, venho fazer só mais a seguinte partilha de informação (ou chamada de atenção) – também relacionada com esta questão da simbologia satânica que nos rodeia (e na qual as pessoas não reparam).

      O logótipo da tal companhia foi, entretanto, alterado em 2005. Mas, em algumas muito poucas lojas de rua que não alteraram o seu exterior, é ainda possível ver o antigo logótipo da Vodafone, que é o seguinte: https://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2017/06/vodafone-verao-720×450.jpg

      1) Vire o 3º “o” ao contrário e veja que número oculto é que se forma, quando se juntam todos estes algarismos inseridos dentro das letras.

      2) Também, qual é a cor mais comummente associada ao Diabo?

      E, já agora…

      O “6” em causa é o mesmo que é usado pelo Ku Klux Klan, nos EUA (https://en.wikipedia.org/wiki/Ku_Klux_Klan#/media/File:KKK.svg) cujo nome foi claramente criado de modo a fazer aparecer três vezes a letra K. A letra K é a 11ª do alfabeto. O que faz das três aparições da mesma, o equivalente a “11, 11, 11” ou “11, 22, 33” (se formos somando os números) – os quais são conhecidos números maçónicos. Também, o KKK, sabem as pessoas que investigam este tipo de coisas, foi fundado por Albert Pike (https://www.google.pt/search?q=albert+pike+kkk+site%3Alarouchepub.com) que era um conhecido maçom e que escreveu um manual da Maçonaria, intitulado Morals and Dogma, onde faz uma estranha referência aos “esplendores” de Lúcifer.

      (Só para que possa você constatar que, de facto, os vários indícios são de que há mesmo uma conspiração satânica em curso…)

      Também, queria aproveitar para lhe dar os parabéns pelo seu blogue.

      Nunca pensei que houvesse alguém tão atento, em Portugal, a todos estes claros sinais de que há aqui algo de muito errado, nestas muito estranhas e recentes atitudes, escolhas, reacções e declarações por parte de tantos elementos do Vaticano.

      Também eu irei, no futuro, espreitar o seu blogue, sempre que quiser eu ficar mais a par das mesmas.

      • Será sempre bem-vindo, Fernando, enquanto isto durar… Eu aqui limito-me a republicar notícias que vi noutros lados e tenho sempre o cuidado de deixar as fontes para poderem ser verificadas.

  1. RICARDO CINALLI, artist, talks about ‘FRESCOS and CENSORSHIP” re: Terni Cathedral

    -26 January 2019 at 11.45 – Palazzo del Trecento, Treviso

    -31 January 2019 at 20.30 – Teatro di Falzé, Trevignano

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s